Relatorio de reaçoes quimica

Relatorio de reaçoes quimica

(Parte 1 de 2)

APLICAÇÃO DE REAÇÕES QUÍMICAS

CAIO VINÍCIUS DE LIMA

BIANCA MOLINA DE OLIVEIRA

EMÍLIO THIAGO OLIVEIRA BORGUES

FRANCELI CRALCEV AZEVEDO

PRESIDENTE PRUDENTE

19 / MAIO – 2010

REAÇÕES QUÍMICAS

Relatório apresentado ao Professor Homero Marques da disciplina de Química Geral Experimental I da turma 1º ano, do curso noturno de Licenciatura em Química.

UNESP – Faculdade de Ciências e Tecnologia

Presidente Prudente – 19/05

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 5

OBJETIVOS 6

PARTE EXPERIMENTAL 6

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 11

INTRODUÇÃO

Uma reação química é uma transformação da matéria na qual ocorrem mudanças qualitativas nacomposição química de uma ou mais substâncias reagentes, resultando em um ou mais produtos.

Envolve mudanças relacionadas à mudança nas conectividades entre os átomos ou íons, na geometria das moléculas das espécies reagentes ou ainda na interconversão entre dois tipos de isômeros.

Resumidamente, pode-se afirmar que uma reacção química é uma transformação da matéria em que pelo menos uma ligação química é criada ou desfeita.

A química analítica qualitativa tem como objetivo a sistematização da separação e análise de cátions e ânions em uma amostra.

O enfoque se dá na caracterização da presença de um determinado elemento na amostra,sem uma maior preocupação na determinação das quantidades dos mesmos.

Uma reação química ocorre quando certas substâncias se transformam em outras.Para que isso possa acontecer,as ligações entre átomos e moléculas devem ser rompidas e devem ser restabelecidas de outra maneira.

Como estas ligações podem ser muito fortes,energia,geralmente na forma de calor,é necessária para iniciar a reação.As novas substâncias possuem propriedades diferentes das substâncias originais (reagentes).

Como a ocorrência de uma reação química é indicada pelo aparecimento de novas substâncias (ou pelo menos uma) diferentes das que existiam antes,quando as substâncias reagem,às vezes ocorrem fatos bastante visíveis que confirmam a ocorrência da reação e dentre eles,podemos destacar:desprendimento de gás e luz,mudança de coloração e cheiro,formação de precipitados,etc...

As reações químicas não ocorrem somente nos laboratórios,mas,em toda à parte e a todo o momento.Oxidação e redução são exemplos destes tipos de reações que ocorrem em nosso dia-a-dia.

OBJETIVOS

- Identificar a presença de alguns cátions em substâncias.

PARTE EXPERIMENTAL

-PROCEDIMENTOS: (para todos os itens,foram anotados a aparencia das substâncias)

3.1

(1) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de Pb(NO3)2 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de HCl e agitou-se.

(2) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de Pb(NO3)2 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de KI e agitou-se.

3.2

(1) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de AgNO3 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de HCl e agitou-se.Deixou em repouso durante 10 minutos e após acrescentou-se aproximadamente 2 mL de solução de NH4OH e agitou-se.

(2) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de AgNO3 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de KI e agitou-se.

3.3

(1) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de FeCl3 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de NH4SCN e agitou-se.

(2) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de FeCl3 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de K4[Fe(CN)6]e agitou-se.

3.4

(1) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de BaCl2 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de K2CrO4 e agitou-se.

(2) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de BaCl2 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de (NH4)2CO3 e agitou-se.

3.5

(1) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de CaCl2 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de (NH4)C2O4 e agitou-se.

(2) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de CaCl2 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1mL de (NH4)2CO3 e agitou-se.

3.6

(1) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de CrCl3 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de Na2HPO4 e agitou-se.

(2) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de CrCl3 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de NH4OH e agitou-se.

3.7

(1) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de CuSO4 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de NH4OH e agitou-se.

(2) Colocou-se aproximadamente 1 mL de solução de CuSO4 em um tubo de ensaio e adicionou novamente aproximadamente 1 mL de NH4SCN e agitou-se.

3.8

- Identificação do desconhecido

Para identificação do desconhecido,foi pego um tubo de ensaio de nº06 e foram retiradas 09 alíquotas distribuídas em tubos de ensaio.Após foi usado todos os reagentes já utilizados,para encontrar qual era o cátion que se encontrava no tubo de ensaio escolhido.

RESULTADOS OBTIDOS:

3.1

(1) Pb(NO3)2(aq) = incolor; HCl(aq) + Pb(NO3)2 -> HNO3(aq) + PbCl2(s)

PbCl2 = precipitado de pequenos cristais brancos

HNO3 = incolor

(2) Pb(NO3)2(aq) = incolor; KI(aq) + Pb(NO3)2(aq) -> K(NO3)(aq) + PbI2(s)

PbI2 = precipitado de pequenos cristais amarelos

K(NO3)(aq) = incolor

3.2

(1) Ag(NO3)(aq) = incolor; HCl(aq) + Ag(NO3)(aq) + AgCl(s) *

AgCl = precipitado de cristais brancos

(Parte 1 de 2)

Comentários