Resumo Sistema Financeiro Nacional

Resumo Sistema Financeiro Nacional

(Parte 1 de 2)

8

Economia e Finanças

A Segmentação do Mercado Financeiro

Fatores que influenciam na escolha dos investimentos: rentabilidade, liquidez, risco.

1 – Mercado Monetário (emissão de Títulos Públicos)

Objetivo: regular a liquidez da economia.

Pela emissão de Títulos Públicos, o governo retira dinheiro de

circulação, com o fim de controlar a inflação.

Prazo: curtíssimo, curto, médio e longo prazo.

Agentes envolvidos: em um primeiro momento, o Banco Central

(emissor de títulos). Depois os demais

agentes econômicos (agentes credenciados).

2 – Mercado de Crédito (empréstimos)

Objetivo: suprir as necessidades de caixa dos agentes econômicos.

Prazo: curto, médio e longo prazo.

Agentes envolvidos: todos os agentes econômicos podem estar envolvidos: governo (cobertura do déficit orçamentário) e empresas.

Exemplo de tipos de crédito que as empresas trabalham:

crédito rural, crédito industrial, capital (de giro, etc), familiar (CDC).

Por envolver riscos, o Mercado de Crédito exige garantias:

  • Real: é dada pela hipoteca de um bem de raiz, ou seja, garantia dada por bem imóvel.

  • Pignoratícia: bens móveis (penhor, alienação fiduciária, dada por bem móvel).

  • Fidejussória: garantia dada por terceiros (fiança, aval)

3 – Mercado de Capitais (ouro, ações, ...)

Objetivo: capitalização sem endividamento – fragmentação via compra e venda de quotas-parte de empresas.

Prazo: sem prazo definido (uma ação vale enquanto a empresa existir).

É mais arriscado do que o mercado de crédito, pois o credor é preferencial ao acionista.

4 – Mercado Cambial

Objetivo: Envolve compra e venda de divisas (moedas que tem

conversibilidade no mercado internacional)

Prazo: não tem prazo definido.

)

O Sistema Financeiro Nacional - SFN

 Subsistema (1) Conselho Monetário Nacional – CMN

 Normativo (2) Banco Central do Brasil – BACEN

(3) Comissão de Valores Mobiliários – CVM

SFN 

-Banco do Brasil

 Subsistema (4) Agentes -Banco Nacional do Desenvolvimento

de Especiais Econômico e Social - BNDES

 Intermediação

(5) Demais -Bancos comerciais

instituições -Bancos múltiplos

bancárias, -Bancos de investimento

não bancárias -Sociedades de Crédito, Financiamento

e auxiliares e Investimento (financeiras)

- Caixa Econômica

-Sistema Brasileiro - Sociedades de Crédito Bancário

de Poupança SCI

e Empréstimo - Associações de Poupança e

 SBPE Empréstimo – APE

-Cooperativas de Crédito

-Sociedades de Arrendamento Mercantil (Leasing)

-Factoring

-Administradoras de consórcio

-Bolsas de Valores

(1) Conselho Monetário Nacional

Composto pelo Ministro da Fazenda, Ministro do Planejamento e pelo Presidente do Banco Central.

Política Macroeconômica
Política Fiscal

Política Monetária

- Tributos

- Gastos do Governo

(MF e MP)

Min.da Fazenda Min.do Planejamento

- Emissão de títulos públicos

- Taxa de juros

- Emissão de Moeda Nacional

(BC)

(2) Banco Central do Brasil (Bacen)

    • Cumpre e faz cumprir as determinações do Conselho Monetário Nacional;

    • Órgão executivo do Sistema Normativo;

    • Autoridade monetária condutor da política monetária;

    • Monopólio na emissão de moedas;

    • Superintendente do Sistema Financeiro:

Autoriza a abertura de agências de instituições financeiras e faz a liquidação extrajudicial de instituições financeiras

    • Banqueiro do governo;

    • Responsável pelas dívidas interna e externa.

(3) Comissão de Valores Mobiliários – CVM

Controla todo o movimento das Bolsas de Valores (Mercado de Ações)

(4) Agentes Especiais

Banco do Brasil

Grande agente de fomento ao desenvolvimento via crédito, do Brasil.

Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES

O dinheiro para os investimentos é do Governo Federal e usa o Banco do Brasil para o repasse do dinheiro.

(5) Demais instituições:

Bancos Comerciais

(Parte 1 de 2)

Comentários