Principais medicamentos utilizados em clínica médica

Principais medicamentos utilizados em clínica médica

(Parte 3 de 3)

Diluição: Diluir 2mg a 10 mg em 5 ml de água destilada e infundir acima de 4 minutos. Para administração contínua faça na concentração de 0,1 mg/ml a 1 mg/ml.

Cuidados de enfermagem:

  • Administrar lentamente para evitar reações adversas;

  • Recomende que o paciente mude lentamente de posição para minimizar a hipotensão postural;

  • Recomende ao paciente o consumo de alimentos que contenham fibras para diminuir a constipação;

  • Durante a terapia, monitorize a função renal do paciente;

  • Pode causar tontura ou sonolência. Recomende que o paciente evite dirigir ou outras atividades que requerem estado de alerta, durante a terapia;

  • Recomende que o paciente evite o consumo de álcool ou de outros depressores do SNC, durante a terapia;

  • A medicação não deve ser usada na gestação ou trabalho de parto;

  • Antes da administração avalie cuidadosamente a dose, a concentração e a via de administração, para evitar reações fatais devido a erros na administração da medicação.

Tempo de infusão: administre lentamente para evitar reação adversa, cerca de

METOCLOPAMIDA

(Antiemético)

Nome comercial: Plasil,Vonel, Plagex, Metoclopramida

Apresentação: comprimidos de 10mg. Ampolas com 2ml de solução injetável. Frascos com 120mlde xarope. Supositórios de 5mg ou 10mg

Cuidados de Enfermagem:

  • A administração endovenosa deve ser lenta, cerca de 2-3 minutos;

  • Recomenda-se o uso criterioso durante a gestação e lactação;

  • Recomenda-se cautela nos casos de câncer de mama;

  • Pode causar tontura e sonolência. Recomende que o paciente evite dirigir ou realizar outras atividades que requerem estado de alerta durante a terapia;

  • Recomende que o paciente evite o consumo de álcool e o uso concomitante com outros depressores do SNC;

  • Comunique o médico em caso de reações extrapiramidais.

  • IV: infundir lentamente acima de 2 a 3 minutos. Diluir em soro glicosado 5% ou fisiológico 0,9% na concentração de 10 mg em 50 ml e infundir em 15 minutos.

MEROPENEM

(antibiótico betalactâmico)

Nome comercial: Mepenox, Meronem

Apresentação: frascos-ampolas com 500mg ou 1g.

Cuidados de enfermagem:

  • A medicação deve ser administrada exatamente conforme recomendado e o tratamento não deve ser interrompido, sem o conhecimento do médico, ainda que alcance a melhora.

  • Anteriormente ao inicio do tratamento, o paciente deverá informar ao médico sobre qualquer medicamento que esteja usando ou que pretenda usar, como também se tem ou já teve outros problemas de saúde ou reação alérgica.

  • A medicação não deve ser usada em criança <3meses nem durante a gestação ou lactação.

  • Informe ao paciente as reações adversas mais frequentemente relacionadas ao uso de medicação e que, diante a ocorrência de qualquer uma delas.

  • Pode causar tontura.

  • Recomende que o paciente evite o uso de qualquer outra droga ou medicação, sem o conhecimento do médico, durante a terapia.

NIFEDIPINO

(hipotensor arterial, [bloqueador dos canais de cálcio] vasodilatador coronariano)

Nome comercial: Adalat,cardalin,Dilaflux,Nifedipina,Vasicor

Apresentação: cápsulas de 10mg, 20mg e 40mg. Comprimidos de 20mg, 30mg ou 60mg. Comprimidos de liberação gradativa de 10mg ou 20mg.

Cuidados de enfermagem:

  • A medicação deve ser administrada exatamente conforme recomendado e o tratamento não deve ser interrompido, sem o conhecimento do médico, ainda que alcance a melhora.

  • A medicação pode ser usada em associação com betabloqueadores, mas requer observação quanto a intolerância medicamentosa.

  • A medicação não deve ser usada durante a gestação e lactação.

  • Informa ao paciente as reações adversas mais frequentemente relacionadas quanto a medicação, e que diante da ocorrência, deve comunicar ao médico.

  • Monitorize PA, ritmo cardíaco e debito cardíaco. Avalie: edema pulmonar, alterações do ECG e palpitações.

  • Pode causar tontura.

  • Paciente que fazia uso de betabloqueador pode manifestar sintomas de angina devido ao fato de a nifedipina aumentar a gravidade da angina.

  • Hidrate adequadamente o paciente.

  • VO: a mediocação pode ser administrada com ou sem alimentos. A cápsula não deve ser mastigada ou divididas; a medicação deve ser armazenada em local seco, ao abrigo da luz e em temperatura ambiente.

ONDANSETRONA

(antiemético [antagonista da serotonina])

Nome comercial: Nausedron, Ansentron, Modifical, Ontrax, Zofran

Apresentação: comprimidos de 4mg ou 8mg. Ampolas ou frascos-ampolas com 2ml ou 4ml.

Cuidados de enfermagem:

  • A medicação deve ser administrada exatamente conforme o recomendado.

  • A medicação deve ser usada cuidadosamente em gestantes e lactantes.

  • Informe ao paciente as reações adversas mais freqüentes relacionados ao uso da medicação.

  • IV: a droga deve ser armazenada em temperatura ambiente; dilua 2mg/ml em 50ml de soro glicosado 5% ou fisiológico 0,9% e infunda em 15min, após a diluição, a solução de mantém estável durante 48h.

OMEPRAZOL

(anti-úlcera péptica [inibidor da bomba de prótons])

Nome comercial: Estomape, Gaspiren, Gastrium, Omep,Omeprazin

Apresentação: cápsulas de 10mg, 20mg e 40mg. Frascos-ampolas com 40mg=amploas de 10ml de diluente.

Cuidados de Enfermagem:

  • A medicação deve ser administrada exatamente conforme recomendado e o tratamento não deve ser interrompido, sem o conhecimento do médico, ainda que alcance a melhora.

  • A medicação não deve ser usada em crianças, gestante ou lactante.

  • Oriente paciente a parar de usar contraceptivo.

  • Pode causar visão turva.

  • Recomende ao paciente que evite o uso de qualquer outra droga ou medicação, sem o conhecimento do médico, durante a terapia.

  • Administre a droga antes das refeições. Não mastigar nem macerar a cápsula.

  • Comunique ao medico caso ocorra diarréia.

PARACETAMOL

(analgésico, antitérmico)

Nome comercial: Dórico, Fervex, Termol, Tylenol, Trifen

Apresentação: comprimidos de 125, 250, 325, 500, 650 ou 750mg. Fracos com 10ml, 15ml de solução oral. Saches de 5g. Frascos com 160mg/5ml de suspensão (infantil). Envelopes com 5g de pó para solução oral.

Cuidados de enfermagem:

  • Instrua o paciente a tomar a medicação conforme recomendado e não interromper o tratamento, sem o conhecimento do médico, ainda que melhore.

  • No caso de gravidez, ou se ainda estiver amamentando, o médico deverá ser comunicado imediatamente.

  • Informe ao paciente as reações adversas mais frequentemente relacionadas ao uso de medicação e que, diante a ocorrência de qualquer uma delas.

  • Recomende o paciente que evite o consumo de álcool e o uso concomitante de ácido-acetilsalicílico ou de outros AINEs; disfunção hepática ou renal.

  • VO: a medicação pode ser administrada com alimentos para evitar desconforto GI.

REDNISONA

(Corticosteróide [glicocorticóide])

Nome comercial: Artinizona,Corticorten,Meticorten,Predicorten, Prednisona

Apresentação: comprimidos de 5mg, 20mg e 50mg.

Cuidados de Enfermagem:

  • A medicação deve ser administrada exatamente conforme recomendado e o tratamento não deve ser interrompido, sem o conhecimento do médico, ainda que alcance a melhora.

  • O uso do medicamento não deve ser suspenso subitamente ou sem o conhecimento do médico.

  • A medicação não deve ser usada durante a gestação ou lactação.

  • Durante a terapia, o paciente não deverá receber qualquer forma de imunização, sem o conhecimento do médico. Os glicocorticóides causam imunossupressão e podem mascarar sintomas de infecção.

  • Recomende que o paciente evite o consumo de álcool e o uso concomitante de outros AINEs, como também de qualquer outra droga ou medicação, sem o conhecimento do médico, durante a terapia.

  • Principalmente durante terapias prolongadas: estimule o paciente a adotar uma dieta rica em proteínas, cálcio de potássio, reduzir a ingestão de sódio e carboidratos.

  • Aumente a dose se o paciente esta sobre estresse.

  • Relate e comunique ao medico ganho de peso, edema de extremidades, dor de garganta, fezes escuras, fraqueza muscular.

  • VO: a medicação deve ser administrada 1 vez ao dia antes das 9h, após desjejum.

RANITIDINA

(anti-úlcera péptica [anti-histamínico h2])

Nome comercial: Antagon, Antax, Antandina, Label, Logat, Neozac, Radan, Ranitidina, Rantil, Tazepin, Ulcoren, Zadine, Zylium

Apresentação: comprimido de 150 mg, 300 mg. Ampolas de 2 ml ou 5 ml com 50 mg. Xarope de 150 mg/10 ml.

Cuidados de enfermagem:

  • Administre as drogas às refeições e antes de dormir.

  • A medicação deve ser administrada exatamente conforme recomendado e o tratamento não deve ser interrompido, sem o conhecimento do médico, ainda que alcance a melhora.

  • Oriente ao paciente para não ingerir bebidas alcoólicas, bebidas contendo cafeína.

  • Oriente o paciente a não fumar, pois interfere na cicatrização e diminui o efeito da droga.

  • Hidrate adequadamente o paciente.

  • Pode causar tontura ou sonolência.

  • Durante a terapia, avalie: as reações adversas e, na presença de reações hepáticas ou renais, considere a redução da dose.

  • I.V.: diluir 50 mg em 20 ml de soro fisiologioco 0,9%; infundir em 5 minutos; infusão contínua: dilua 50mg em 1400ml de SG 5% e infunda em 15-20min Após a diluição a droga permanecerá estável durante 48hrs a temperatura ambiente.

4 minutos.

SACCHAROMYCES BOULARDII

(antidiarreico inespecífico [probiótico])

Nome comercial: Floratil, Florazin, Lactipan

Apresentação: envelopes com 1mg de pó oral. Cápsula de 100mg ou 200mg.

Cuidados de enfermagem:

  • Instrua o paciente a tomar a medicação exatamente conforme a prescrição, e a não interromper o tratamento, sem o conhecimento do médico, ou mesmo que melhore.

  • A resposta terapêutica pode ser observada geralmente de 2-3 dias, após o inicio do tratamento, mas, diante a persistência dos sintomas após 5 dias, deve-se rever o diagnóstico, e conforme necessário modificar a terapia.

  • Informe o paciente as reações adversas mais freqüentes relacionados ao medicamento.

  • Recomende que o paciente evite o consumo de álcool e uso concomitante de derivados de imidazol, como também de qualquer outra droga ou medicamento.

  • VO: as cápsulas devem ser ingeridas inteiras, sem mastigar, com um pouco de líquido; em caso de necessidade, as cápsulas podem ser abertas e o seu conteúdo misturado a pequenas quantidades de líquidos ou alimentos semi-sólidos, o que também deve ser feito com o conteúdo dos envelopes de pó-oral; o preparo deve ser administrado preferencialmente em jejum ou 30min antes das refeições; no caso de pacientes sob uso de antibióticos e quimioterápicos, a medicação deve ser administrada um pouco antes desses agentes; após a abertura das cápsulas e do envelope, a medicação deve ser ingerida imediatamente, pois o contato com o ar e a umidade altera o prazo de validade.

TENOXICAN

(antiinflamatório não-esteríde [AINE])

Nome comercial: Inflagel, Legil, Teflan, Tenotec, Tenoxen, Tilatil, Tiloxican.

Diluição: Não deve ser diluído.

Cuidados de enfermagem:

  • Instrua o paciente a tomar a medicação conforme recomendado e não interromper o tratamento, sem o conhecimento do médico, ainda que melhore.

  • Informe ao paciente as reações adversas mais freqüentes relacionados ao uso da medicação.

  • Atenção especial aos pacientes que estejam tomando outros antiinflamatórios ou salicilatos, devido ao risco de reações adversas no trato gastrintestinal;

  • Em pacientes que estejam tomando anticoagulantes e/ou hipoglicemiantes orais, devido à interação medicamentosa;

  • Em pacientes idosos ou com doenças do rim, fígado e coração, deve-se controlar adequadamente a função renal.

  • Esta medicação é inativada por contato com poliestireno, desta forma a droga deve ser administrada imediatamente após o preparo;

  • Administre lentamente na veia;

  • A droga não deve ser administrada por infusão;

  • Na prevenção da cinetose, a medicação deverá ser administrada 30-60 min. antes das viagens;

  • Durante a terapia, observe se o paciente apresenta distúrbios GI, renais e hemorrágicos (inibição da agregação plaquetária) ou quaisquer outras reações adversas;

  • Os pacientes que estiverem usando concomitantemente antidiabéticos orais e anticoagulantes, devem ser monitorizados cuidadosamente, durante a terapia;

  • A medicação não deve ser usada durante a gestação e lactação;

  • Antes da administração avalie cuidadosamente a dose, a concentração e a via de administração, para evitar reações fatais devido a erros na administração da medicação.

TRAMAL

(Analgésico entorpecente)

Nome comercial: Anangor,Dorless,Sensitram,Sylador, Timasen. Tramadon, Tramal,Zamadol

Apresentação: cápsulas de liberação prolongada de50mg ou 100mg. Ampolas com 1ml ou 2mlde solução injetável. Frascos com 10ml de solução oral. Comprimidos de 50mg ou 100mg. Supositórios de 100mg.

Cuidados de Enfermagem:

  • A medicação deve ser administrada exatamente conforme recomendado e o tratamento não deve ser interrompido, sem o conhecimento do médico, ainda que alcance a melhora.

  • Administre 1 hora antes ou 2 horas depois das refeições.

  • Administre cuidadosamente em pacientes hipersensíveis a opióides, idosos, distúrbio respiratório, PIC aumentada, história de convulsão.

  • Monitorize o fluxo renal e hepático.

  • Oriente o paciente para não exercer atividades perigosas.

  • Pode causar boca seca.

  • Pode causar tontura e sonolência.

  • Pode ocorrer agitação, ansiedade, nervosismo, insônia, hipercinesia, tremor e sintomas DI.

  • Observe sintomas de superdosagem, que são: nível reduzido de consciência até o coma, episódios epilépticos generalizados, hipotensão, taquicardia, dilatação ou contrição da pupila, depressão respiratória até parada cardíaca;

  • A 50 mg/mL incompatibilidade com injeções de diazepam, diclofenaco sódico, indometacina, midazolam, piroxicam, fenilbutazona se misturados na mesma seringa. Incompatível com aciclovir e clindamicina quando misturados.

  • Tempo de infusão: infundir em 30 a 60 minutos.

Universidade de Cuiabá – UNIC

Faculdade de Enfermagem

5° Semestre/matutino

Professora: Sueli Padilha

Acadêmica: Bárbara Melissa

Saúde do Adulto - Clínica Médica

Medicamentos

E

Cuidados de Enfermagem

Cuiabá-MT

Maio/2010

(Parte 3 de 3)

Comentários