Normas para fazer um fichamento

Normas para fazer um fichamento

FICHAMENTO E SEU USO NOS TRABALHOS ACADÊMICOS

RESUMO: Num país onde a produção científica é pequena, é necessário estimular já nos anos iniciais da vida universitária a pesquisa. O problema reside no fato de que a maioria dos alunos não aprenderam de forma adequada a destacar as idéias principais de um texto com objetivo de confeccionar um trabalho científico. Neste sentido o objetivo deste artigo é mostrar a importância do fichamento tipo citação, esboço ou sumário, comentário ou analítico para as pesquisas bibliográficas.

ABSTRAT: In a country where the scientific production is small, it is necessary to stimulate already in the initial years of the university life the research. The problem inhabits in the fact of that the majority of the pupils had not learned in adequate form to detach the main ideas of a text with the intention to build a scientific work. In this direction the objective of this article is to show how important is the record type citation, sketch or summary, comments or analytical in the bibliographical research.

Palavras chave: fichamento, tipo citação, esboço ou sumário, comentário ou analítico, pesquisa

Key words: Record, type citation, sketch or summary, comments or analytical. Research.

INTRODUÇÃO

Uma das principais dificuldades encontradas pelos alunos de graduação, pós-graduação lato-senso e até pelos mestrandos, reside no fato de não saberem o que fazer com os textos que leram para desenvolver os trabalhos extra-classe.

Um procedimento simples que resolveria grande parte destas dificuldades podemos encontrar nos fichamentos. É um recurso de armazenagem de informações, imprescindível, na elaboração de trabalhos acadêmicos e monografias.

Apesar de existirem vários modelos de fichamentos, o objetivo deste artigo é mostrar a importância e procedimentos metodológicos do tipo citação, esboço ou sumário e comentário ou analítico. Pela experiência acadêmica acumulada nos anos que já trabalhei com a disciplina Metodologia da Pesquisa Científica, acredito que estes modelos sejam os mais importantes na produção científica de quem está começando.

  1. A PRODUÇÃO CIENTÍFICA

A produção cientifica, quando tem como fonte de pesquisa a bibliografia já sedimentada pela humanidade, exige do pesquisador, além da leitura atenta de todos os detalhes do texto, a busca criteriosa do material que será utilizado em forma de citação textual ou livre. Citação textual é aquela em que ocorrem transcrições literais de palavras do autor do texto lido. Citação livre é um texto elaborado pelo pesquisador, sobre a idéia do autor que está sendo estudado . Na citação livre a idéia é do texto lido, mas a redação é do autor do trabalho. Portanto, na produção de um texto científico, denomina-se citação a toda idéia de outra pessoa, encontrada pelo pesquisador em algum documento lido ou consultado durante o desenvolvimento da pesquisa, e considerada importante para ser aproveitada como parte do texto que será produzido.

2.1. COLETA DE DADOS:

A coleta e o registro de informações é fundamental na elaboração do trabalho científico. Depois da escolha do tema, e quando necessário a elaboração de um anteprojeto de pesquisa, chega o momento de ler com o viés exigido pela pesquisa. Será destacado neste momento a informação desejada. São duas as finalidades da pesquisa:

  1. “[..] permitir ao estudante selecionar os documentos bibliográficos que contêm dados ou informações suscetíveis de serem aproveitadas na fundamentação do seu trabalho; [...]”(CERVO; BERVIAN, 2002, p. 96)

  2. “[...] visão global do assunto focalizado, visão indeterminada, mas indispensável para poder progredir no conhecimento [...]”(CERVO; BERVIAN, 2002, p. 96).

Ao pesquisar o aluno já seleciona de acordo com suas necessidades citações textuais, mas também amplia seu conhecimento ao ler textos inteiros . Ao ler com objetivo determinado o aluno aumenta o poder de argumentação, necessário na produção científica. O registro do que foi coletado será feito através de fichas, para uso posterior.

2.2- FICHAMENTO: CONCEITUAÇÃO E FINALIDADE

O fichamento constitui um valioso recurso de estudo de que se valem os pesquisadores para a realização de uma obra científica. Os procedimentos descritos, que garantem a prática eficaz do fichamento, assustam o estudante que se depara pela primeira vez com tal metodologia. A prática contínua, no entanto, poderá leva-lo a alterar o ponto de vista e julgamento, fazendo-o perceber que o pequeno trabalho inicial reverte-se em ganho de tempo futuro, quando precisar escrever sobre determinado assunto. Um fichário do conteúdo escolhido possibilita não só a prática de uma redação eficaz, como também proporciona ao autor enriquecimento cultural. Não se recomenda, porém, o armazenamento de assuntos pelos quais não se tem nenhum interesse.

2.3- IMPORTÂNCIA DO FICHAMENTO

  • O fichamento é importante porque registra as idéias principais do autor que está sendo estudado, principalmente no que se refere às citações textuais, garantindo integridade e correção da referência, para uso nos trabalho.

  • Anotar idéias que ocorram durante a leitura

  • Reter elementos que permitam sua seleção posterior e fácil localização no momento de necessidade

      1. A ficha: muitos alunos consideram desnecessário a produção de fichas para a seleção do material que foi considerado fundamental por ocasião da leitura. A ficha além de didática, evita problemas futuros como não saber mais de que livro foi retirada a passagem; qual o ano da edição, editora, entre outros. Estes problemas são muito comuns na hora da elaboração do texto. Não raro o aluno destaca idéias importantes de um livro emprestado e depois da devolução, não consegue mais o original de volta para copiar a fonte. Material destacado sem a anotação da referência bibliográfica é material que não poderá ser usado. O fichamento, antes de tudo, precisa ser funcional. As anotações que ocupam mais de uma ficha têm o cabeçalho da primeira ficha repetido com exceção do número da ficha. As fichas compreendem cabeçalho, referências bibliográficas e corpo da ficha. O cabeçalho engloba o título genérico e específico e número indicativo da seqüência das fichas, se for utilizada mais de uma. O tamanho das fichas varia de acordo com as exigências do professor.

1.3.2. Elementos básicos da ficha:

  1. cabeçalho que contempla o título da ficha, título específico e referência bibliográfica;

  2. o corpo ou texto da ficha na qual se desenvolve o conteúdo propriamente dito;

  3. local onde se encontra a obra.

Título Geral

Título Específico

N° da ficha

Referencia Bibliográfica de acordo com a ABNT

Cabeçalho

Corpo ou texto da Ficha

Local onde a obra se encontra

O mais utilizado nas avaliações na Academia é o fichamento tipo citação, do qual falaremos em seguida.

    1. Fichamento tipo citação:

O fichamento tipo citação: aplica-se para partes de obras ou capítulos. Consiste na transcrição fiel de trechos fundamentais da obra estudada. Obedece algumas normas: a) toda citação deve vir entre aspas; b) após a citação, deve constar entre parênteses o número da página de onde foi extraída a citação; c) a transcrição tem que ser textual d) a supressão de uma ou mais palavras deve ser indicada, utilizando-se no local da omissão, três pontos, entre conchetes [...].

e) Nos casos de acréscimos ou comentários colocar dentro do colchetes [ ].

f) Colocar o número da página ao final da citação.

Exemplo de fichamento tipo citação1 :

Metodologia Científica

Fichamento e seu uso nos Trabalhos Acadêmicos.

1

RICHARTZ, Terezinha. Fichamento e seu uso nos Trabalhos Acadêmicos. Revista Acadêmica da Faceca, Varginha, n. 3. Ago/Dez. 2002. 10 p.

“ [...] na produção de um texto científico, denomina-se citação a toda idéia de outra pessoa, encontrada pelo pesquisador em algum documento lido ou consultado durante o desenvolvimento da pesquisa,[...]”. (2-3)

(Biblioteca da Faceca)

2.5. Fichamento tipo esboço ou sumário: É o resumo do texto. Apresenta as idéias principais de parte de uma obra ou de uma obra toda, de modo sintético, mas detalhado. Esta ficha cha é importante porque permite ao leitor extrair idéias importantes disseminadas em muitas páginas, num texto pequeno mais completo. A numeração da(s) página(as) é indicado à esquerda da ficha.

Metodologia Científica

Fichamento e seu uso nos Trabalhos Acadêmicos.

1

RICHARTZ, Terezinha. Fichamento e seu uso nos Trabalhos Acadêmicos. Revista Acadêmica da Faceca, Varginha, n. 3. Ago/Dez. 2002. 10 p.

    1. O fichamento é importante para o armazenagem de

informações retiradas do texto. Estes dados poderão ser

utilizados posteriormente nos trabalhos científicos.

    1. Os principais tipos de fichamento são: tipo citação (cópia fiel

da parte do texto), esboço ou sumário (resumo das principais

idéias) e comentário ou analítico (crítica, discussão e análise

do texto).

(Biblioteca particular)

2.3.2.3. Comentário ou analítica – comentários, análises, justificativas, críticas, interpretações e comparações. Este fichamento é de grande valia quando feito logo após o término da leitura da obra. Quando o leitor esta lendo com objetivo determinado, por exemplo, fazer um trabalho acadêmico ou monografia, o comentário já pode ser direcionado especificamente para o trabalho em questão. Quando terminamos de ler um texto as possibilidades de traçar análises, comparações e críticas é muito maior do que dias depois. Assim aos poucos o trabalho científico vai sendo construído. No final cabe organizar as idéias nas subdivisões previstas nos trabalhos científicos.

Exemplo de fichamento Tipo comentário ou analítica

Metodologia científica

Fichamento e seu uso nos Trabalhos Acadêmicos

1

RICHARTZ, Terezinha. Fichamento e seu uso nos Trabalhos Acadêmicos. Revista Acadêmica da Faceca, Varginha, n. 3. Ago/Dez. 2002. 10 p.

O aluno de graduação apresenta dificuldade na hora de elaborar a análise ou o comentário de um texto. Esta dificuldade é proveniente da pouca leitura acumulada pelos alunos de muitos cursos de graduação. Ficam presos ao texto que estão usando como base e não conseguem extrapolar os limites do mesmo. Já o fichamento tipo citação, quando o aluno tem facilidade de identificar conceitos importantes, idéias fundamentais, copiar e fazer os recortes devidos, quando necessário, não é difícil. O esboço ou sumário, exige capacidade de síntese,

3. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Pelo exposto acima conclui-se que a leitura e o fichamento da obra logo após o término, é um elemento importante para facilitar a elaboração de trabalhos científicos. Apesar de não ser um estudo exaustivo, este artigo pretendeu dar orientações metodológicas, principalmente para os principiantes na arte de produzir conhecimento científico.

4. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

  1. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-6023:

informação e documentação-referência-elaboração. Rio

de Janeiro: 2000. 22 p.

  1. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-14724:

informação e documentação – trabalhos acadêmicos –

apresentação. Rio de Janeiro : 2001. 5 p.

  1. CERVO, Amado; BERVIAN, Pedro. Metodologia Científica. 5. ed. Sao Paulo: 2002. p.96-100.

  1. DMITRUK, Hilda Beatriz (Org). Cadernos metodológicos: diretrizes de .Metodologia Científica. 5. ed. rev. e ampl.Chapecó: Argos, 2001

1 Os fichamentos realizados neste artigo são relativos ao conteúdo desenvolvido neste texto, facilitando com isso, o entendimento do teor das fichas. A numeração das páginas, portanto, não coincidem com a numeração da revista, já que o artigo, ainda não está com a numeração de página da revista que será a definitiva

Comentários