Relatório de Investigação e prática pedagógica

Relatório de Investigação e prática pedagógica

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE – UFAC

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA NATUREZA – CCBN

CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA

DISCIPLINA: INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA VIII

RELATÓRIO FINAL DE INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA VIII

PAULLYANE DOS SANTOS SILVA

RIO BRANCO, AC

2009

PAULLYANE DOS SANTOS SILVA

RELATÓRIO FINAL DE INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA VIII

Trabalho apresentado á docente Adelzita Souza referente à investigação realizada no Colégio de Aplicação referente ao currículo, gestão e proposta pedagógica como requisito para obtenção da nota referente à N2.

RIO BRANCO, AC.

2009

SUMÁRIO

1.INTRODUÇÃO 04

2.GESTÃO 05

2.1.SISTEMA DE ENSINO 05

2.2.ESTRUTURA DA ESCOLA 05

2.3.ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DA ESCOLA 08

2.4.RECURSOS HUMANOS 08

3. CURRÍCULO 08

3.1.QUADRO CURRÍCULAR DO ENSINO MÉDIO 09

3.2. CORPO DOCENTE 10

3.3.CALENDÁRIO ESCOLAR 10

3.4CURSOS 10

4.PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO 11

4.1.MISSÃO 11

4.2.VISÃO DE FUTURO 11

4.3.IDENTIDADE 11

4.4.PROJETOS DA ESCOLA 11

4.5.PROJETOS DE PESQUISA 11

4.6.ATIVIDADES DE ENSINO 11

5. CONCLUSÃO 13

6.ANEXOS 14

  1. INTRODUÇÃO

O ambiente escolar é muito importante para o desenvolvimento das atividades docentes, pois é nele que os alunos irão adquirir informações que o acompanharam por toda vida.

O presente relatório é uma abordagem sobre três pontos fundamentais para o desenvolvimento escolar, são eles a gestão, o currículo e a proposta pedagógica, realizada no Colégio de Aplicação.

O colégio de Aplicação está localizado na Avenida Getúlio Vargas, 654, Centro. Rio Branco – Ac. O Cap-UFAC nasceu da preocupação da Universidade Federal do Acre, como instituição participante, criativa e cooperadora na solução de problemas de desenvolvimento da região, desta forma a criação do Colégio de Aplicação foi sugerida pelo processo 1307/81 da Comissão de Ensino, Pesquisa e Extensão que elaborou a resolução nº01 de dezembro de 1981 e encaminhou ao Conselho Universitário que através da resolução nº22 de 11 de dezembro de 1981 autorizou a criação e implantação do Colégio de Aplicação.

Dentre os vários objetivos do Cap um dos principais é o de “Constituir-se para a Universidade, em campo de pesquisa, em laboratório de experiência e de demonstração para as diversas unidades da Universidade, assim como para a comunidade.

O Colégio de Aplicação oferece o ensino de Pré-escola, Fundamental e Médio e seus alunos são alunos integrais e estão à disposição das licenciaturas para atender seus estagiários.

2. GESTÃO

A gestão de uma escola constitui o conjunto das condições e dos meios utilizados para assegurar o bom funcionamento da mesma, de modo a alcançar os objetivos educacionais esperados, assim uma gestão democrática e bem organizada pode ajudar no desenvolvimento escolar.

2.1. Sistema de Ensino

O Colégio de Aplicação pertence ao Sistema Federal de Ensino e de acordo com algumas entrevistas e de dados coletados no ambiente da pesquisa foi detectado que a gestão escolar é altamente democrática, pois todos participam da gestão da escola, os pais através da Associação de pais e mestres, os professores por meio dos seus coordenadores pedagógicos e de seus coordenadores de área e os alunos por intermédio do Grêmio Estudantil.

Os recursos utilizados pela escola vêm de duas fontes, a primeira é a Universidade, que administra os recursos para a manutenção da escola e a segunda vem do CONDICAP, esta última somente fornece recursos para aquisição de materiais didático-pedagógicos.

O Sistema de Ensino é organizado através de coordenadores. Existe na escola o coordenador pedagógico que fiscaliza os demais coordenadores, os coordenadores de ensino (Fundamental e Médio) e os coordenadores de áreas (área de ciências humanas, área de ciências exatas e tecnológicas e área de Letras).

Existe um total de 526 alunos regularmente matriculados nesta instituição divididos em 26 alunos na Pré-escola, 134 no Ensino Fundamental (1º à 5º série), 225(6ºao 9ºano) e 141 no Ensino Médio.

A forma de avaliação é definida pelo próprio professor e pode ser feita através de provas, excursões, seminários, trabalhos em grupo ou individual, dentre outras.

Os alunos estudam de maneira integral, ou seja, passam o dia todo envolvido em atividades que envolvem o colégio.

O índice de evasão e transferência escolar é praticamente zero e para o aluno ser inserido na escola é necessário a utilização de um sorteio público que é realizado na presença dos interessados.

2.2. Estrutura da escola

O Colégio de Aplicação possui vinte salas de aula climatizadas e com dois ventiladores cada, uma biblioteca, um restaurante, uma sala de vídeo, uma sala dos professores, uma diretoria, uma sala para coordenação pedagógica, duas salas para coordenadores de ensino, uma secretaria, uma sala de xérox, um laboratório de informática, um de Biologia e de Química (não funcionam por falta de equipamentos e profissionais qualificados), uma quadra poliesportiva, um salão branco para atividades extraclasses, um auditório e um pátio bem amplo para recreação.

Foto 1 - Entrada da escola Foto 2 - Rampa para portadores de

necessidades especiais

Foto 3 - Quadra Poliesportiva Foto 4 - Biblioteca

Foto 5 – Sala de aula Foto 6 – Restaurante

Fotos 7 – Galeria feita pelos alunos

2.3. Organização e funcionamento da escola

As aulas do Ensino Médio são realizadas no turno vespertino de segunda à sexta-feira das 13h00min às 17horas e 50min, tendo um intervalo de vinte minutos para lanches, utilização de banheiros, etc. A merenda escolar não é distribuída gratuitamente para os alunos do Ensino Médio somente para os alunos do Ensino Fundamental.

2.4. Recursos Humanos

O Colégio possui um total de 30 funcionários dentre administrativos e técnicos e quarenta e nove professores entre efetivos e substitutos, para que o colégio funcionasse com eficácia será necessário pelo menos a contratação de mais vinte funcionários técnicos administrativos.

  1. CURRÍCULO

O Currículo é um ponto muito importante a ser trabalhado dentro de uma escola, pois ele é a concretização e a viabilização das intenções e das orientações referentes ao ensino. O que ensinar? Como ensinar?De que forma ensinar?São questões que devem ser respondidas por intermédio do currículo.

O currículo do Colégio de Aplicação está baseado nos Parâmetros Curriculares Nacionais oferecidos pelo MEC, porém ele é um pouco diferenciado das demais escolas, pois o currículo do Colégio de Aplicação tem cerca de 400 horas a mais e todas as disciplinas lecionadas são obrigatórias.

As matérias lecionadas são: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (Inglês e Espanhol), Literatura Brasileira, Redação, Artes, Educação Física, Geografia, História, Educação Religiosa, Biologia e programa de saúde, Química, Física, Matemática, Filosofia e Sociologia.

Cada professor elabora seu plano de curso para depois ser analisado pelo coordenador pedagógico.

As avaliações podem ser feitas de várias formas, ficando a critério de cada professor escolher a que melhor lhe convém.

3.1. Quadro Curricular do Ensino Médio

Áreas de Estudo ou Disciplina

Séries

Ano

Ano

Ano

 Língua Portuguesa

100

100

130

 Literatura

40

40

60

 Língua Estrangeira Inglês

60

60

60

 Língua Estrangeira Espanhol

60

60

60

 Artes (*)

40

40

40

 Educação Física (*)

40

40

40

 Geografia

100

100

100

 História

100

100

100

 Educação Religiosa

-

40

-

 Biologia e Prog. de Saúde

100

100

120

 Química

100

100

120

 Física

100

100

120

 Matemática

120

120

140

 Filosofia (para exercício da cidadania)

40

-

-

 Sociologia (para exercício da cidadania)

-

40

-

 Redação

-

-

30

 Total Geral

1000

1040

1120

*Fonte: Secretaria da escola

* Disciplinas que estão acrescidas de mais uma aula para a preparação aos exames de vestibular.

(*) Disciplina obrigatória e oferecida em forma de aula convencional e atividades.

- Educação Física e Artes funcionando no horário da tarde. - Para o 3º ano do Ensino Médio, é oferecido apenas uma Língua Estrangeira, podendo o aluno optar por Inglês ou Espanhol.

Fundamentação legal que embasa o Quadro Curricular:- Arts. 22, 26, 33 e 36 da Lei nº 9.392, de 24 de dezembro de 1.996.

3.2. Corpo Docente

O corpo docente é escolhido via concurso público que é realizado pela UFAC, no momento falta corpo docente na escola por falta de verba para a realização do concurso.

Existe na escola um total de quarenta e nove professores sendo que destes somente vinte e seis são efetivos e vinte e três são substitutos. Para que a realização das atividades escolares fosse desenvolvida com eficácia seria necessário pelo menos a contratação de mais vinte e dois professores.

O professor deve cumprir uma carga horária de quarenta horas, essa deve ser cumprida vinte horas dentro da sala de aula e as demais com atendimento aos pais dos alunos, planejamentos pedagógicos, atendimento ao aluno fora do horário das aulas e com projetos.

3.3. Calendário escolar

A escola possui um calendário escolar para cada ano letivo para ter um controle e um melhor funcionamento do período escolar. O calendário escolar determina o inicio e o fim do ano letivo, prevê os dias letivos, as férias, os períodos em que o ano se divide, os feriados cívicos e religiosos, as datas reservadas para avaliação, os períodos para reuniões pedagógicas, etc.

O calendário escolar teve inicio no dia 02 de março e tem término previsto para o dia 11 de dezembro dia do aniversário da escola.

3.4. Cursos

Existe no Colégio de Aplicação diversos tipos de cursos para melhorar o desenvolvimento da aprendizagem dos alunos, os cursos que estão sendo realizados nesse ano letivo são:

  • Curso de Italiano: possui oitenta alunos matriculados e está sendo coordenado pelo professor Áurio Azevedo de Oliveira;

  • Curso de Inglês: possui sessenta alunos matriculados e está sendo coordenado pela professora Marileiza França;

  • Curso de Espanhol: possui quarenta alunos e está sendo coordenado pelo professor Cleilton França;

  • Formação de Professores do programa “É tempo de aprender” em convênio com a prefeitura de Rio Branco: possui oitenta alunos e está sendo coordenado pela professora Lígia Ferreira Ribeiro;

  • Programa de Formação Continuada na Perspectiva Inclusiva. Convênio com a prefeitura de Rio Branco: possui cento e oitenta alunos e está sendo coordenado pela professora Marília Ribeiro.

  1. PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO

O projeto Político Pedagógico é um documento que reflete as intenções, os objetivos e as idéias da equipe escolar, tendo em vista um processo de escolarização que atenda todos os alunos.

O Projeto político pedagógico da escola está em processo de formação. Ele começou a ser feito na semana do planejamento escolar que ocorreu em fevereiro de 2009.

Ele está sendo feito pelo diretor juntamente com os coordenadores de ensino e coordenadores de área.

4.1. Missão

É servir como campo de estágio para os alunos das licenciaturas e pela especialização do docente.

4.2. Visão de futuro

Formação integral do aluno de modo a levá-lo a pensar.

4.3. Identidade

Visa à integralidade do aluno de modo que ele tenha uma formação integral.

4.4. Projetos da escola

A escola possui diversos projetos para a formação do aluno de forma que ele saia do colégio não somente com a formação acadêmica, mas que ele consiga vencer as dificuldades impostas pela vida.

4.5. Projetos de Pesquisa

  • Viagem de estudo a Fortaleza do Abunã (desenvolvido com alunos do ensino médio);

  • Viagem de estudo a Reserva Chico Mendes (desenvolvido com alunos do Ensino Médio);

  • Viagem de estudo a Porto Acre (desenvolvido com alunos do Ensino Fundamental);

  • Visita ao Parque Ambiental Chico Mendes (desenvolvido com alunos da primeira fase do Ensino Fundamental).

4.6. Atividades de Ensino

  • Olimpíada Brasileira de Informática;

  • Olimpíada de Astronomia e Astronáutica;

  • Dia do Meio Ambiente;

  • Semana da Educação Física;

  • MARACAP (Maratona do Colégio de Aplicação);

  • FOLCAP (Festival Folclórico do Colégio de Aplicação;

  • Semana Nacional de Ciência e Tecnologia;

  • Olimpíada Brasileira de Matemática.

5. CONCLUSÃO

O Colégio de Aplicação foi criado inicialmente para atender aos discentes das Licenciaturas referente aos seus estágios curriculares, hoje ele é um dos colégios mais procurados da cidade devido a sua forma de ensino que é diferenciada das demais escolas da cidade.

A Gestão democrática é um ponto positivo encontrado na escola, pois com a participação de todos pode se escolher políticas pedagógicas que venham a melhorar o funcionamento escolar.

A investigação pedagógica realizada pelos discentes das licenciaturas é muito importante para sua formação acadêmica, pois com a investigação ele poderá conhecer a realidade da escola e assim ele poderá saber si realmente é a área onde ele gostaria de trabalhar por toda vida e vai adquirir conhecimentos que o acompanharam por toda vida e que poderão auxiliá-lo no seu desenvolvimento profissional.

SÍNTESE

O Sistema Federal de Ensino compreende as instituições de ensino mantidas pela união, as instituições de educação superior criadas e mantidas pela iniciativa privada e os órgãos federais de educação.

De acordo com a Constituição Federal a União organiza o sistema federal de ensino e o dos territórios, financia as instituições de ensino público federais e exerce em matéria educacional função redistribuitiva, de forma a garantir equalização de oportunidades educacionais e padrão mínimo de qualidade de ensino mediante assistência técnica e financeira aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios.

O acesso ao ensino médio tem sido ampliado no país, porém ainda é grande o número de pessoas que não consegue terminá-lo.

A nova Lei de Diretrizes e Bases trouxe muitas novidades para o Ensino Médio. Esta última etapa da educação básica tem no mínimo três anos de duração e perdeu a obrigatoriedade de habilitar para o trabalho.

O nível Médio de ensino comporta diferentes percepções como destinar os alunos para prosseguir seus estudos no curso superior, preparar para o mercado de trabalho, etc.

A organização e a gestão da escola correspondem à necessidade da instituição escolar dispor das condições e dos meios para a realização de seus objetivos específicos.

Os estudos atuais sobre o sistema escolar e sobre as políticas educacionais têm-se centrado na escola como unidade básica e como espaço de realização das metas do sistema escolar.

É importante que o professor conheça bem a estrutura e a organização do ensino, as políticas educacionais e as normas legais, os mecanismos de sua elaboração e divulgação, para um melhor desenvolvimento de suas atividades docentes.

A gestão da escola é um meio para se atingir as finalidades do ensino. É preciso ter clareza de que o eixo da instituição escolar é a qualidade dos processos de ensino e aprendizagem, proporcionando melhores resultados.

O Projeto Político Pedagógico confere maior amplitude à idéia de um planejamento abrangente de todo conjunto das atividades escolares.

A prática de formulação coletiva do Projeto Político Pedagógico ainda é bastante precária. Ele vigora mais como um princípio educativo do que como instrumento concreto de mudanças institucionais do comportamento e dos professores.

Em boa parte das escolas predomina ainda o modelo burocrático de gestão, ou seja, decisões centralizadas, falta de espírito de equipe, etc.

O Projeto Político Pedagógico institui, estabelece, cria objetivos, procedimentos e valores. Significa também que cada período de ano letivo é avaliado para que se tomem decisões e se corrijam eventuais erros.

O currículo é um conjunto de conteúdos transmitidos nas práticas pedagógicas e nas situações de escolarização, isto é, tudo aquilo que se pode chamar de dimensão cognitiva e cultural da educação escolar.

Existem pelo menos três tipos de currículo, são eles:

O currículo Formal, que é aquele estabelecido pelos sistemas de ensino, expresso em diretrizes curriculares, nos objetivos e nos conteúdos das áreas ou disciplinas de estudo, o currículo Real que é aquele que de fato acontece na sala de aula em decorrência de um projeto pedagógico e dos planos de ensino e o currículo Oculto que se refere àquelas influências que afetam a aprendizagem dos alunos e o trabalho dos professores e são provenientes dos valores e dos significados trazidos de seu meio social de origem e vivenciados no ambiente escolar.

Embora as escolas trabalhem quase sempre com o currículo Oficial, na realidade são os professores, o corpo técnico e os pais que acabam por definir o currículo Real.

              

Comentários