Arquitetura e Organização dos Computadores - Parte 3

Arquitetura e Organização dos Computadores - Parte 3

(Parte 1 de 9)

Ai tAi t Oi ãOi ã

Parte 3Parte 3

Arquitetura e Arquitetura e OrganizaçãoOrganização de Computadoresde Computadores

Prof. Dr. Robson A Siscoutto Prof. Dr. Robson A Siscoutto robson@unic.br

Unidades de EnsinoUnidades de Ensino

UNIDADE 1. Introdução a Organização Arquitetura de Computadores

Breve Histórico da Evolução dos Computadores; Componentes básicos de um computador;

UNIDADE 2. Componentes Básicos de um Computador

Barrament o; Processador; Memória Primária e Secundária; Dispositivos de Entrada e Saída;

UNIDADE 3. O Nível da Lógica Digital

Port as E Álgebra Booleana; Portas E Álgebra Booleana;

Circuitos Lógicos Digitais Básicos; Me móri a; Chips e Barramentos de CPU; Exemplo de Chips De CPU’s; Exemplos de Barramentos; In te rfa ce;

Unidades de EnsinoUnidades de Ensino UNIDADE 4. O Nível da Microarquitetura

UNIDADE 5. O Nível da Arquitetura do Conjunto de Instruções UNIDADE 6. O Nível de Maquina de Sistema Operacional

Unidades de EnsinoUnidades de Ensino

UNIDADE 7. Nível de Linguagem de Montagem

Introdução a Linguagem de Montagem Macros OPdMtO Processo de Montagem Ligação e Carregamento

UNIDADE 8. Arquiteturas de Computadores Paralelos

Paralelismo no Chip Co-Processadores Multiprocessadores de Memória Compartilhada Multicomputadoresde Troca de Mensagens Computação em Grade

Referências BibliográficasReferências Bibliográficas

A. S, TANENBAUM. Organização estrutur ada de computad ore s. 5 ed . pers on pre ntice hall, 2007 .ISBNcomputad ore s. 5 ed . pers on pre ntice hall, 2007 .ISBN 85-7605-067-6.

WEBER, Raul Fernan do; Fundam entos de arquitetur a de computad ore s; Edição: 2.ed; Porto Alegre: Sagr a Luzzatto, 2001.

PATT ERSON , David A. Arquitetura de Computad ores :

Uma Abord agem Qua ntitativa. Rio de Ja neir o: Campus, 2003.

Unidade de EnsinoUnidade de Ensino

ONíveldaLógicaDigitalO Nível da Lógica Digital

Portas E Álgebra Booleana; Circuitos Lógicos Digitais Básicos; Memória; Chips e Barramentos de CPU;

Exemplo de Chips De CPU ’s; Exemplo de Chips De CPUs;

Exemplos de Barramentos; Interface;

Portas e Álgebra Booleana (1)

•Circuito Digital–Estão presentes dois valores lógicos:

•Sinal entre 0 e 1 volts = 0 Binário

• Sinal entre 2 e 5 volts = 1 BinárioSaeee5osáo

•As portaspodem calcular várias funçõesdesses sinais de dois valores.

•Portas são a base do HW

• Exemplo: Transistor Bipolar Simples : Exemplo: Transistor Bipolar Simples:

•Possui três conexõescom mundo externo: Coletor, Base e Emissor

•Voltagem de entrada = V in

•Voltagem de Saída = V out

•Linha serrilhada= limita a quantidade de corrente drenada pelo transistor (evita que ele queime)

Portas e Álgebra Booleana (1)

(a) Inversor com transistor. (b) Porta NAND. (c) Porta NOR.

Portas e Álgebra Booleana (1)

•Exemplo: Transistor Bipolar Simples:

•Quando volt Vin abaixo de um certo valor crítico, transistor desliga

• V alor Vout próximo a VCC (1 Binário)ao out pó oa C (á o)

•Quando Vin excede o valor crítico, transistor liga

• V out fique conectado ao terra (o volts) = (0 Binário)

•Obs: Figura (a) é um inversor pois quando V in é baixo,V out é alto e vice-versa

•Converte 0 lógico em 1 lógico e vice-versa.

(Parte 1 de 9)

Comentários