(Parte 1 de 4)

Laboratório de Mecânica de Pavimentos

Laboratório de Mecânica de Pavimentos - LMP

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – Departamento de Engenharia de Transportes Av. Prof. Almeida Prado, Travessa 2, no. 83 – Cidade Universitária – São Paulo – CEP 05508-900 fone: 1-818 5306 - fax: 1-818 5716

José Tadeu Balbo

1. Objetivos da Avaliação Estrutural 2. Normas Brasileiras Aplicáveis 3. Avaliação Estrutural Destrutiva 4. Avaliação Estrutural Não-Destrutiva 5. Caracterização da Deformabilidade da Estrutura 6. Caracterização dos Segmentos Homogêneos 7.Retroanálise de Módulos Resilientes com base nas Deformações

Laboratório de Mecânica de Pavimentos

Laboratório de Mecânica de Pavimentos - LMP

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – Departamento de Engenharia de Transportes Av. Prof. Almeida Prado, Travessa 2, no. 83 – Cidade Universitária – São Paulo – CEP 05508-900 fone: 1-818 5306 - fax: 1-818 5716

1. Objetivos da Avaliação Estrutural

F Caracterizar a estrutura de pavimento existente materiais espessuras condições de integridade dos materiais

F Definir os padrões e causas de defeitos revestimentos asfálticos (aula anterior) bases e sub-bases

F Caracterizar a capacidade portante níveis e padrões de deformação análise de parâmetros elásticos in situ

F Coletar os materiais existentes para checagem de resistências, densidades e umidades

F Divisão do trecho de rodovia em estudo em segmentos homogêneos

F Parâmetros básicos para projeto a serem definidos para projeto deflexão característica deflexão admissível de projeto raio de curvatura da bacia de deflexões freqüências de defeitos por tipo índice de gravidade global (IGG) número estrutural do pavimento (SNC) % de área fissurada no pavimento (%TR)

Laboratório de Mecânica de Pavimentos

Laboratório de Mecânica de Pavimentos - LMP

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – Departamento de Engenharia de Transportes Av. Prof. Almeida Prado, Travessa 2, no. 83 – Cidade Universitária – São Paulo – CEP 05508-900 fone: 1-818 5306 - fax: 1-818 5716

2. Normas Brasileiras Aplicáveis DNER IS-212Instrução de serviço para avaliação estrutural e projeto de reabilitação de pavimento DNER ME-024Determinação das deflexões do pavimento pela viga Benkelman

DNER PRO 273Determinação das deflexões do pavimento pelo falling weight deflectometer – FWD

DNER PRO 008Avaliação objetiva da superfície de pavimentos flexíveis e semi-rígidos

DNER ES 128Levantamento da condição de superfície de segmentos- testemunhas de rodovia de pavimentos flexíveis ou semi-rígidos a nível de gerência

DNER PRO 10-AAvaliação estrutural de pavimentos flexíveis – A DNER PRO 1-BAvaliação estrutural de pavimentos flexíveis – B

Laboratório de Mecânica de Pavimentos

Laboratório de Mecânica de Pavimentos - LMP

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – Departamento de Engenharia de Transportes Av. Prof. Almeida Prado, Travessa 2, no. 83 – Cidade Universitária – São Paulo – CEP 05508-900 fone: 1-818 5306 - fax: 1-818 5716

3.Avaliação Estrutural Destrutiva (prospecções) OBJETIVO: Conhecer a estrutura existente detalhadamente

Ocorr. Material Espes(cm) Condição

SIM CBUQ 7,0 FC-2

SIM PMQ 5,5 FISSURADA

SIM SOLO CIMENTO 15,0 FISSURAS EM

SIMSOLO MELHORADO C/CIMENTO (A-2-4) 16,0 -------

------- LAA-2-4 ------- SATURADO

MEIOS: F Por recorrência a projetos anteriores relatórios de projeto, desenhos, as built e relatórios de obra F Por inspeções em pista

Laboratório de Mecânica de Pavimentos

Laboratório de Mecânica de Pavimentos - LMP

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo – Departamento de Engenharia de Transportes Av. Prof. Almeida Prado, Travessa 2, no. 83 – Cidade Universitária – São Paulo – CEP 05508-900 fone: 1-818 5306 - fax: 1-818 5716

3.1 Inspeções em Pista

F Abertura de cavas laterais (pavimento/acostamento)

Poços de 0,8 m x 0,8 m aproximadamente (pá e picareta) Medidas de espessuras Avaliação visual das condições dos materiais

Coleta de amostras (até prof. de 60 cm do subleito) Determinação de densidades e umidades in situ

F Abertura de trincheiras em pista de rolamento

Poços de 1m pela largura da faixa de rolamento Medidas de espessuras Avaliação visual de deformações plásticas em camadas e outras degradações Coleta de amostras Ensaios in situ

F Sondagens rotativas

Amostras de camadas com ligantes betuminosos e hidráulicos (se em condição de integridade)

Não amostra demais camadas (retirada, perturbações)

F Sondagens a trado

Verificação de presença de água Acostamentos e bordos laterais

F Necessidade de fechamento do local de inspeção

3.2 Opção de Prospecção Não-destrutiva Equipamentos tipo “ground penetrating radar” (geofísico)

(Parte 1 de 4)

Comentários