Manual De Instalação Eletrica Residencial Parte2

Manual De Instalação Eletrica Residencial Parte2

(Parte 1 de 7)

Esta edição foi baseada nos Manuais de Instalações Elétricas Residenciais - 3 volumes, 1996 ©ELEKTRO / PIRELLI complementada, atualizada e ilustrada com a revisão técnica do

Prof. Hilton Moreno, professor universitário e secretário da Comissão Técnica da NBR 5410 (CB-3/ABNT).

Todos os direitos de reprodução são reservados ©ELEKTRO / PIRELLI

INSTALAÇÕES ELÉTRIC AS RESIDENCIAIS Julho de 2003

Copyright © 2003 - Todos os direitos reservados e protegidos

Será permitido o download gratuito do(s) arquivo(s) eletrônico(s) desta publicação para o seu computador, para uso próprio, podendo inclusive ser impressa para melhor leitura ou visualização pelo usuário.

Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida, traduzida ou comercializada total ou parcialmente sem autorização prévia por escrito das empresas detentoras dos direitos autorais e responsáveis pela sua criação. Os infratores serão processados na forma da lei.

Como vimos anteriormente, o dispositivo DR é um interruptor automático que desliga correntes elétricas de pequena intensidade (da ordem de centésimos de ampère), que um disjuntor comum não consegue detectar, mas que podem ser fatais se percorrerem o corpo humano.

Dessa forma, um completo sistema de aterramento, que proteja as pessoas de um modo eficaz, deve conter, além do fio terra, o dispositivo DR.

Bipolar Tetrapolar

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS RESIDENCIAIS RECOMEND AÇÕES E EXIGÊNCIAS DA NBR 5410

A utilização de proteção diferencial residual (disjuntor ou interruptor) de alta sensibilidade em circuitos terminais que sirvam a:

NOTA: os circuitos não relacionados nas recomendações e exigências acima poderão ser protegidos apenas por disjuntores termomagnéticos (DTM).

•tomadas de corrente em cozinhas, copas-cozinhas, lavanderias, áreas de serviço, garagens e, no geral, a todo local interno molhado em uso normal ou sujeito a lavagens;

•tomadas de corrente em áreas externas;

•tomadas de corrente que, embora instaladas em áreas internas, possam alimentar equipamentos de uso em áreas externas;

•pontos situados em locais contendo banheira ou chuveiro.

A NBR 5410 exige, desde1997:

Aplicando-se as recomendações e exigências da

NBR 5410 ao projeto utilizado como exemplo, onde já se tem a divisão dos circuitos, o tipo de proteção a ser empregado é apresentado no quadro abaixo:

(DTM = disjuntor termomagnético. IDR = interruptor diferencial-residual)

Circuito Tensão

Local Corr ente nº de circuitos agrupados

Seção dos condutor es

(m ) nº deCorrente pólos nominal Tipo

ProteçãoPotência

Quantidade xTotal potência (VA)(VA) nº Tipo

Sala1 x 100

Ilum. Dorm. 1 x 160

Banheiro1 x 100 Hall1 x 100

Copa1 x 100

Ilum.Cozinha1 x 160DTM1

2serviço127A. serviço1 x 100460+ IDR2 A. externa1 x 100

Sala4 x 100 3TUG’s127Dorm. 14 x 100900DTM1 Hall1 x 100+ IDR2

DTM 1

Dorm. 24 x 100+ IDR2

+ IDR2

1 x 600+ IDR2

+ IDR2

TUG’s1 x 100 8

+TUE’s 127Cozinha1 x 6001200DTM1

1 x 500+ IDR2

+ IDR2

+ IDR2

11TUE’s220Chuveiro1 x 56005600 DTM 2

+ IDR2

+ IDR2

Quadro

Distribuição 220 distribuição DTM 2Quadro medidor

ANBR 5410 também prevê a possibilidade de optar pela instalação de disjuntor DR ou interruptor DR na proteção geral. A seguir serão apresentadas as regras e a devida aplicação no exemplo em questão.

(Parte 1 de 7)

Comentários