Técnico em Meio Ambiente

Competências Gerais do Técnico em Meio Ambiente

- Identificar características básicas de atividades de exploração de recursos naturais renováveis e nãorenováveis que intervêm no meio ambiente; - Identificar e caracterizar situações de risco e aplicar métodos de eliminação o de redução de impactos ambientais; - Identificar e correlacionar o conjunto dos aspectos sociais, econômicos, culturais e éticos envolvidos nas questões ambientais; - Avaliar as causas e efeitos dos impactos ambientais globais na saúde, no ambiente e na economia;

- Avaliar os efeitos ambientais causados por resíduos sólidos, poluentes atmosféricos e efluentes líquidos identificando as conseqüências sobre a saúde humana e sobre a economia; - Aplicar a legislação ambiental local, nacional e internacional;

- Identificar, caracterizar e correlacionar os sistemas e ecossistemas, os elementos que os compõem e suas respectivas funções; - Auxiliar na implementação de sistemas de gestão ambiental em organizações, segundo as normas técnicas em vigor (NBR/ISO 14001) ; - Organizar e atuar em campanhas de mudanças, adaptações culturais e transformações de atitudes e condutas relativas ao meio ambiente; - Interpretar resultados analíticos referentes aos padrões de qualidade do solo, ar, água e da poluição.

Técnico em Meio Ambiente

Os cursos de educação profissional de nível técnico, quaisquer que sejam, em sua organização, deverão ter como referência básica no planejamento curricular o perfil profissional que se deseja formar, considerando-se o contexto da estrutura ocupacional da área profissional.

O perfil do profissional de conclusão de habilitação de nível técnico terá as competências específicas da Habilitação Profissional do Técnico em Meio Ambiente.

A escola preocupa-se em formar profissionais Técnicos em Meio Ambiente com desenvolvimento de valores éticos e de cidadania para uma atuação profissional que considere e respeite os limites das próprias competências e que reconheça a prioridade do espaço de atuação a ser ocupado por outros profissionais, quando mais e melhor capacitados.

Para atender às necessidades da Área de Meio Ambiente a escola prepara sua clientela para o pleno exercício de suas funções mentais, cognitivas e sócio-afetivas, com capacidade de aprender com autonomia e assimilar o crescente número de informações, adquirir novos conhecimentos e habilidades e enfrentar situações inéditas com dinamismo, flexibilidade e criatividade, compreendendo as bases sociais, econômicas, técnicas, tecnológicas e científicas. A escola permanecerá sempre atenta às novidades e exigências do processo produtivo para que o curso de Habilitação Profissional de Técnico em Meio Ambiente prepare profissionais que sejam capazes de dirigir seu próprio negócio, assim como oferecer cursos de especialização técnica, que levem à ampliação de seus horizontes.

Copyrigth © 2005 Faculdade Novo Rumo 01

Técnico em Meio Ambiente

Copyrigth © 2005 Faculdade Novo Rumo 02

- a implantação de formas que facilitem a contratação de profissionais efetivamente engajados no trabalho adequando os esquemas pedagógicos e administrativos convencionais; - alternativas de gestão de recursos educacionais, convênios, patrocínios e parcerias que viabilizem renovação e atualização tecnológica para que a educação profissional faça parte da efetiva realidade do processo de trabalho da área; - do uso de metodologias de ensino que exercitem a aprendizagem para a solução de problemas, com metodologias de trabalho comunitário, diagnósticos participativos e formas que promovam a reflexão visual e sonora, propondo medidas; - Fiscalizar e controlar a disposição de resíduos sólidos, movimento de terra, aterros e desterros e similares; - Realizar levantamentos estatísticos de documentos emitidos e ações fiscais por tipo de poluição ou natureza de licenciamento e realizar medições de níveis de poluição; - Zelar pelo cumprimento das normas de controle ambiental vigente, de maneira educativa, sistemática e permanente; - Avaliar projetos e sistemas de controle de poluição;

- Verificar e fiscalizar a realização de projetos de pesquisa científica que impliquem em danos aos meios físicos e biológicos e emitir parecer em processos e outros expedientes; - Emitir parecer e responder consultas sobre controle ambiental;

- Identificar os parâmetros de qualidade ambiental dos recursos naturais (solo, água e ar);

- Identificar as fontes e o processo de degradação natural de origem química, geológica e biológica e as grandezas envolvidas nesse processo, utilizando métodos de medição e análise da realidade e a prática da abordagem coletiva;

Técnico em Meio Ambiente

- da criação de modelos pedagógicos que reflitam o dia-a-dia do profissional utilizando laboratórios dotados de aparato tecnológico que esteja em concordância com a atualidade do campo profissional; - da capacidade pedagógica do corpo docente, privilegiando processos pedagógicos crítico-reflexivo-participativo que auxilie os professores a desempenhar o papel de mediadores do processo ensino-aprendizagem.

Quanto ao currículo dos cursos de Habilitação Profissional de Técnico em Meio Ambiente faz-se indispensável que:

- a formação de profissionais que compreendam o seu processo de trabalho específico e global de trabalho em Meio Ambiente e que tenham autonomia e iniciativa, e que ao mesmo tempo saibam trabalhar em equipe; - favoreça a interdisciplinaridade e o contato precoce do aluno com a prática profissional rompendo com a dicotomia teoria/prática; - tome presente, durante todo o desenvolvimento dos cursos, as questões relativas a ética, ao exercício profissional, a cidadania, ao meio ambiente e a visão holística de Meio Ambiente; - seja flexível para atender a realidade regional e/ou local;

- esteja atualizados e sintonizados com as novas tecnologias;

Técnico em Meio Ambiente

Copyrigth © 2005 Faculdade Novo Rumo 03

O processo de trabalho em Meio Ambiente requer do trabalhador da área, mais do que um rol de competências e habilidades.

A idéia de Meio Ambiente, aponta certas especificidades no trabalho dos profissionais da área.

A diversificação dos campos de atuação dos profissionais de Meio Ambiente hoje, envolve modelos de atenção voltados à qualidade de vida, exigindo dos trabalhadores uma visão ampla do meio em que vive.

O reconhecimento da integralidade como diretriz que contemple as dimensões biológicas, psicológicas e sociais do processo saúde-doença, através de ações que respeitem a integridade e individualidade do ser humano, deverá ser incorporada progressivamente, como uma nova cultura de vida na Educação Profissional.

Comentários