NBR 10834 - Bloco vazado de solo-cimento sem funcao estrutural

NBR 10834 - Bloco vazado de solo-cimento sem funcao estrutural

(Parte 1 de 2)

Copyright © 1990, ABNT–Associação Brasileira de Normas Técnicas Printed in Brazil/ Impresso no Brasil Todos os direitos reservados

Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680 Rio de Janeiro - RJ Tel.: PABX (021) 210-3122 Telex: (021) 34333 ABNT - BR Endereço Telegráfico: NORMATÉCNICA

ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas

Palavras-chave: Solo-cimento. Bloco de solo-cimento3 páginas

NBR 10834OUT 1994

Origem: Projeto NBR 10834/1993 CB-02 - Comitê Brasileiro de Construção Civil CE-02:002.39 - Comissão de Estudo de Solo-Cimento Aplicado na Construção Civil NBR 10834 - Hollow soil-cement blocks - Specification Descriptors: Soil-cement. Soil-cement block Esta Norma substitui a NBR 10834/1989 Válida a partir de 30.1.1994

Especificação

Bloco vazado de solo-cimento sem função estrutural

SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Documentos complementares 3 Definições 4 Condições gerais 5 Condições específicas 6 Inspeção 7 Aceitação e rejeição

1 Objetivo

Esta Norma fixa as condições exigíveis para o recebimento de blocos vazados de solo-cimento comuns, destinados à execução de alvenaria sem função estrutural.

2 Documentos complementares Na aplicação desta Norma é necessário consultar:

NBR 5732 - Cimento Portland comum - Especificação

NBR 5733 - Cimento Portland de alta resistência inicial - Especificação

NBR 5735 - Cimento Portland de alto-forno - Especificação

NBR 5736 - Cimento Portland pozolânico - Especificação

NBR 10835 - Bloco vazado de solo-cimento sem função estrutural - Forma e dimensões - Padronização

NBR 10836 - Bloco vazado de solo-cimento sem função estrutural - Determinação da resistência à compressão e da absorção de água - Método de ensaio

NBR 11578 - Cimento Portland composto - Especificação 3 Definições

Para os efeitos desta Norma são adotadas as definições de 3.1 a 3.3.

3.1 Bloco vazado

Componente para alvenaria de seção transversal útil entre 40% e 80% da seção transversal total, constituído por uma mistura homogênea, compactada e endurecida de solo, cimento Portland, água e eventualmente aditivos, em proporções que permitam atender às exigências desta Norma.

3.2 Seção transversal total

Área total da seção transversal compreendida pelo contorno externo do bloco.

3.3 Seção transversal útil

Área da seção transversal total, descontada a área máxima dos furos.

2NBR 10834/1994

4 Condições gerais 4.1 Materiais

4.1.1 O cimento Portland deve atender, conforme o tipo empregado, às NBR 5732, NBR 5733, NBR 5735, NBR 5736 ou NBR 11578.

4.1.2 O solo não deve conter teores de matéria orgânica que prejudiquem as características exigidas por esta Norma.

4.1.3 A água deve estar isenta de substâncias nocivas à hidratação do cimento.

4.2 Dimensões

4.2.1 As dimensões nominais que os blocos comuns devem ter estão definidas na NBR 10835.

4.3 Aspectos físicos

O bloco deve ter arestas vivas ou chanfradas e não deve apresentar fissuras, fraturas ou outros defeitos que possam prejudicar o assentamento, a resistência e a durabilidade da alvenaria.

4.4 Unidade de compra A unidade de compra é o bloco. 5 Condições específicas 5.1 Resistência à compressão

A amostra ensaiada de acordo com a NBR 10836 deve apresentar a média dos valores de resistência à compressão igual ou maior que 2,0 MPa e valores individuais iguais ou maiores que 1,7 MPa, aos 28 dias de idade.

5.2 Absorção de água

A amostra ensaiada de acordo com a NBR 10836 deve apresentar a média dos valores de absorção de água igual ou menor que 20% e valores individuais iguais ou menores que 2%, aos 28 dias de idade.

5.3 Quadro-resumo

O quadro-resumo referente aos valores de resistência à compressão e de absorção de água é apresentado a seguir:

Valores-limite Média Individual ( aos 28 dias )

Absorção de água (%) ≤ 20≤ 2 5.4 Idade dos corpos-de-prova

A idade mínima dos corpos-de-prova deve ser de sete dias.

6 Inspeção 6.1 Amostragem

Durante o fornecimento cabem ao comprador ou a seu representante legal:

a)verificar se os blocos satisfazem às condições descritas em 4.3; b)colher aleatoriamente, para fins de ensaio, blocos inteiros que constituam a amostra representativa do lote, do qual devem ser retiradas:

-para fornecimento de até 10000 blocos, a amostra representativa mínima de 10 blocos;

-para fornecimento maior que 10000 blocos, a amostra representativa mínima, obtida acrescentando-se à quantidade de 10 blocos a parte inteira do resultado da divisão da quantidade total de blocos por 10000, conforme exemplificado:

No fornecimento de 63000 blocos, a amostra representativa mínima será de:

(Parte 1 de 2)

Comentários