Apostila de Matlab

Apostila de Matlab

(Parte 5 de 9)

Propósito: lista o conteúdo de um arquivo de comandos do MATLAB. Sintaxe: type arq.

25 Exemplo: type multi.m; type c:\MATLAB\marisa\xtudo.m.

edit

Propósito: edita arquivo do MATLAB Sintaxe: edit; edit arq. Descrição: somente edit inicia a edição de um novo arquivo; edit arq abre a edição de um arquivo arq já existente. Exemplo: edit; edit figs.m.

lookfor

Propósito: busca a palavra-chave em todos os arquivos contidos no caminho do MATLAB. Sintaxe: lookfor palavra. Descrição: procura, em todos os arquivos do caminho, a palavra-chave contida na string palavra, e lista o nome dos arquivos nos quais existe a palavra-chave. Exemplo: lookfor matrix.

Examine também os comandos: which; pcode; inmem; mex.

4.4 Comandos de Operação com o Caminho de Diretórios path

Propósito: verifica ou define o caminho de diretórios. Sintaxe: path; path=caminho; v=path. Descrição: path lista na tela da linha de comando o caminho atual. path=caminho define o caminho atual como sendo a string contida em caminho. v=path carrega a string correspondente ao caminho atual em v. Exemplo: path; path=’c:\usuario\MATLAB’; p1=path.

addpath

Propósito: adiciona diretórios ao caminho. Sintaxe: addpath nome. Descrição: adiciona o diretório descrito na string nome ao caminho atual. Exemplo: addpath ‘c:\user\pink’.

rmpath

Propósito: remove diretórios do caminho. Sintaxe: rmpath nome. Descrição: remove o diretório descrito na string nome ao caminho atual. Exemplo: rmpath ‘c:\user\pink’.

Examine também os comandos: editpath.

4.5 Comandos de Operação com a Janela de Comando echo

Propósito: habilita ou inibe a apresentação dos resultados de comando de um arquivo MATLAB na linha de comando. Sintaxe: echo on; echo off. Descrição: echo on habilita a apresentação e echo off desabilita.

more

Propósito: habilita ou inibe a paginação do texto na tela de comandos. Sintaxe: more on; more off. Descrição: echo on habilita a paginação e echo off desabilita.

diary

Propósito: salva todo o texto da sessão de trabalho em arquivo Sintaxe: diary on; diary off; diary(nome). Descrição: após diary on todo texto que aparece na janela de comando é também enviado para um arquivo nomeado automaticamente pelo MATLAB. diary off interrompe o salvamento em arquivo. diary(nome) salva o texto da janela de comando no arquivo cujo nome é descrito pela string nome. Exemplo: diary on; diary off; diary(‘31-8-0’).

format

Propósito: determina o formato no qual os dados serão expressos na janela de comando. Sintaxe: format opção.

Descrição: expressa os dados conforme opção. opção: 1) short ou em branco: formato ponto decimal com 5 dígitos; 2) long: formato ponto decimal com 15 dígitos; 3) short e: formato ponto flutuante com 5 dígitos; 4) long: formato ponto flutuante com 15 dígitos; 5) short g: o MATALAB seleciona entre o formato ponto decimal com 5 dígitos ou ponto flutuante com 5 dígitos; 6) long g: o MATALAB seleciona entre o formato ponto decimal com 15 dígitos ou ponto flutuante com 15 dígitos; 7) hex: hexadecimal; 8) +: apresenta o sinal + ou – para os valores; 9) bank: formato bancário com $ e centavos; 10) rat: aproxima para a fração mais próxima do valor a ser expresso.

4.6 Comandos de Operação com o Sistema Operacional cd

Propósito: altera o diretório de trabalho atual. Sintaxe: cd diretório. Exemplo: cd c:\MATLAB\usuario.

pwd

Propósito: exibe o diretório de trabalho atual. Sintaxe: pwd.

dir

Propósito: lista os arquivos do diretório atual. Sintaxe: dir.

delete

Propósito: exclui arquivo do diretório. Sintaxe: delete arq. Exemplo: delete tarefa.m.

dos

Propósito: executa comando do MS-DOS. Sintaxe: dos comando. Exemplo: dos copy a:\antigo.m a:\novo.m.

computer

Propósito: definir o tipo de computador em uso. Sintaxe: computer. Descrição: retorna uma string com o tipo do computador em uso.

web

Propósito: abrir página na internet ou arquivo html com o browser padrão do sistema. Sintaxe: web arquivo; web endereço. Exemplo: web c:\paginas\info.htm; web http://www.mathworks.com.

Examine também os comandos: getenv; unix; vms; realmax; realmin; clock; cputime; date; etime; tic; toc.

5 COMANDOS BÁSICOS PARA MANIPULAÇÃO DE MATRIZES zeros

Propósito: cria uma matriz esparsa (composta de zeros). Sintaxe: zeros(n); zeros(n,m); zeros(size(a)); Descrição: zeros(n) cria uma matriz quadrada composta de zeros; zeros(n,m) cria uma matriz n por m composta de zeros; zeros(size(a)) cria um matriz com as mesmas dimensões da matriz a, composta de zeros. Exemplo: zeros(4); zeros(2,3); zeros(size(a)).

ones

Propósito: cria uma matriz com elementos iguais a 1. Sintaxe: ones(n); ones(n,m); ones(size(a)); Descrição: ones(n) cria uma matriz quadrada composta de elementos iguais a 1; zeros(n,m) cria uma matriz n por m composta de elementos iguais a 1; zeros(size(a)) cria um matriz com as mesmas dimensões da matriz a, composta de elementos iguais a 1. Exemplo: ones(4); ones(2,3); ones(size(a)).

eye

Propósito: cria uma matriz identidade ou matriz com diagonal 1. Sintaxe: eye(n); eye(n,m); ones(size(a)); Descrição: eye(n) cria uma matriz quadrada composta de elementos iguais a 1 na diagonal principal e demais elementos nulos; eye(n,m) cria uma matriz n por m composta de elementos iguais a 1 na diagonal principal e demais elementos nulos; eye(size(a)) cria um matriz com as mesmas dimensões da matriz a, composta de elementos iguais a 1 na diagonal principal e demais elementos nulos. Exemplo: eye(4); eye(2,3); eye(size(a)).

rand

Propósito: cria uma matriz com elementos gerados aleatoriamente. Sintaxe: rand(n); rand(n,m); rand(size(a));

Descrição: rand(n) cria uma matriz quadrada composta de elementos gerados aleatoriamente; rand(n,m) cria uma matriz n por m composta de elementos gerados aleatoriamente; rand(size(a)) cria um matriz com as mesmas dimensões da matriz a, composta de elementos gerados aleatoriamente. Exemplo: rand(4); rand(2,3); rand(size(a)).

randn

Propósito: o mesmo de rand, porém neste caso a distribuição segue o padrão normal, enquanto rand segue padrão uniforme.

diag

(Parte 5 de 9)

Comentários