Choque

Choque

(Parte 1 de 5)

Choque e Reposição Volêmica no Pré-hospitalar

Choque e ReposiChoque e Reposiççãoão Volêmica no PrVolêmica no Préé--hospitalarhospitalar

Sergio Dias MartuchiSergio Dias Martuchi VII E. E. E.VII E. E. E. São JosSão Joséédo Rio Pretodo Rio Preto

O O choquechoquepode matar o doente jpode matar o doente jáá no local, na sala de emergência, no local, na sala de emergência, no centro cirno centro cirúúrgico ou na unidade rgico ou na unidade de terapia intensiva. Embora de terapia intensiva. Embora possamos retardar a morte por possamos retardar a morte por vváárias horas, dias ou semanas, a rias horas, dias ou semanas, a causa mais comum desta morte causa mais comum desta morte é a a falhafalhana reanimana reanimaçção.ão.

A falta de perfusão celular com sangue A falta de perfusão celular com sangue oxigenado leva ao oxigenado leva ao metabolismo metabolismo anaeranaeróóbiobio. Mesmo que algumas . Mesmo que algumas ccéélulas sejam inicialmente poupadas, lulas sejam inicialmente poupadas, a morte ocorrera morte ocorreráámais tardiamente, mais tardiamente, em vez de precocemente, pois as em vez de precocemente, pois as ccéélulas remanescentes não serão lulas remanescentes não serão capazes de desempenhar a funcapazes de desempenhar a funçção ão daquele daquele óórgão por tempo indefinido.rgão por tempo indefinido.

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia --MetabolismoMetabolismo

DefiniDefiniçção:ão:Metabolismo Metabolismo ééo conjunto de reao conjunto de reaçções ões ququíímicas responsmicas responsááveis pelos processos de veis pelos processos de ssííntese e degradantese e degradaçção dos nutrientes na ão dos nutrientes na ccéélula. O metabolismo dividelula. O metabolismo divide--se em duas se em duas etapas:etapas:catabolismocatabolismo(onde h(onde háádegradadegradaçção, ou ão, ou ““quebraquebra””de compostos) ede compostos) eanabolismoanabolismo(que (que é a sa sííntese, ou seja, formantese, ou seja, formaçção de compostos). ão de compostos).

Anabolismo # Metabolismo AnaerAnabolismo # Metabolismo Anaeróóbiobio

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia --MetabolismoMetabolismo

Metabolismo aerMetabolismo aeróóbio:bio:

Produz energia atravProduz energia atravéés de s de glicose e oxigênio e armazena a glicose e oxigênio e armazena a energia produzida na ATP. energia produzida na ATP. Gera os subprodutos Gera os subprodutos didióóxido de xido de carbonocarbono((COCO²²) e ) e ááguagua((H²O).).

Perfusão Tecidual SistêmicaPerfusão Tecidual Sistêmica

Metabolismo anaerMetabolismo anaeróóbiobio

ÉÉa produa produçção de energia sem ão de energia sem oxigênio. oxigênio. ÉÉineficiente para a ineficiente para a produproduçção de ATP. Gera ão de ATP. Gera subprodutos como: subprodutos como: áácido lcido lááctico e ctico e áácido cido pirpirúúvicovico, prejudiciais ao , prejudiciais ao organismo. organismo. ÉÉum processo de vida um processo de vida curto.curto.

Diminuição da perfusãoem órgãosnão vitais

↓Perfusão pele / subcutâneo / músculo / TGI

↑Perfusão cérebro / coração / Rins

Fluxo Sanguíneo

Ciclo do Choque Ciclo do Choque

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia --MetabolismoMetabolismo

4 a 6 horas4 a 6 horasMMúúsculo, osso, pelesculo, osso, pele

45 a 90 minutos45 a 90 minutosRins, fRins, fíígado, trato gado, trato gastrointestinalgastrointestinal

4 a 6 minutos4 a 6 minutosCoraCoraçção, cão, céérebro, rebro, pulmõespulmões

Tempo de isquemia Tempo de isquemia quentequente ÓÓrgãosrgãos

Tolerância dos Tolerância dos óórgãos rgãos ààisquemiaisquemia

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia --PrincPrincíípio de pio de FickFick

Descreve os componentes necessDescreve os componentes necessáários para rios para oxigenaoxigenaçção das cão das céélulas no organismo, a lulas no organismo, a perfusão:perfusão:LigaLigaçção do ão do OO²²ààs hems hemáácias nos pulmõescias nos pulmões

Permeabilidade das vias aPermeabilidade das vias aééreasreas Prejudicados por pneumotPrejudicados por pneumotóórax, contusão pulmonar, edema rax, contusão pulmonar, edema pulmonar, aspirapulmonar, aspiraçção e obstruão e obstruçção de vias aão de vias aééreasreasChegada das hemChegada das hemáácias cias ààs cs céélulaslulas

NNúúmero suficiente de hemmero suficiente de hemáácias e volume sangucias e volume sanguííneo adequadoneo adequado DiminuiDiminuiçção não núúmero de hemmero de hemáácias, fluxo lento e volume cias, fluxo lento e volume insuficientes prejudicam esta fase da perfusãoinsuficientes prejudicam esta fase da perfusãoPassagem do Passagem do OO²²das hemdas hemáácias cias ààs cs céélulas, nos tecidoslulas, nos tecidos

Transporte por difusãoTransporte por difusão Edema intersticial e intoxicaEdema intersticial e intoxicaçção por monão por monóóxido de carbonoxido de carbono

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia --PrincPrincíípio de pio de FickFick

Os objetivos do atendimento Os objetivos do atendimento prpréé--hospiralarhospiralar::Garantir a chegada de Garantir a chegada de OO²²na quantidade que o na quantidade que o organismo necessita; atravorganismo necessita; atravéés da manutens da manutençção da ão da permeabilidade das vias apermeabilidade das vias aééreas, uso de reas, uso de O² suplementar e suporte suplementar e suporte ventilatventilatóóriorio;;Controle da hemorragia externa, identificaControle da hemorragia externa, identificaçção da ão da hemorragia interna, restaurahemorragia interna, restauraçção do volume circulante ão do volume circulante e e transporte rtransporte ráápido para hospital de referênciapido para hospital de referência;;Estar atento Estar atento ààpossibilidade de inalapossibilidade de inalaçção de produtos ão de produtos ttóóxicosxicos

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascularcardiovascular

CoraCoraçção Direito e Coraão Direito e Coraçção Esquerdo:ão Esquerdo:Do ponto de vista funcional, o coraDo ponto de vista funcional, o coraçção pode ser ão pode ser descrito como duas bombas funcionando descrito como duas bombas funcionando separadamente, cada uma trabalhando de forma separadamente, cada uma trabalhando de forma particular e gerando pressões diferentes.particular e gerando pressões diferentes.

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascularcardiovascular

CoraCoraçção Direito: rão Direito: recebe o sangue venoso do ecebe o sangue venoso do áátrio trio direito e o conduz atdireito e o conduz atééos vasos pulmonares, os vasos pulmonares, atravatravéés de valvas de baixa resistência e com s de valvas de baixa resistência e com oposioposiçção mão míínima da RVP. Funciona, portanto, nima da RVP. Funciona, portanto, dentro de um sistema de baixas pressões com um dentro de um sistema de baixas pressões com um conjunto de estruturas mais adelgaconjunto de estruturas mais adelgaççadas e fradas e fráágeis.geis.

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascularcardiovascular

CoraCoraçção Esquerdo: ão Esquerdo: recebe o sangue oxigenado recebe o sangue oxigenado dos pulmões e deve vencer a grande resistência dos pulmões e deve vencer a grande resistência representada pela circularepresentada pela circulaçção sistêmica e pelos ão sistêmica e pelos aparelhos valvares, constituindo num sistema mais aparelhos valvares, constituindo num sistema mais muscularizadosmuscularizados, trabalhando em altas pressões. , trabalhando em altas pressões.

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascular cardiovascular Bomba (2) Bomba (2) ––Continente Continente ––LLííquido Circulante (contequido Circulante (conteúúdo)do)

SSíístole stole Se processa ao longo de três fases: Se processa ao longo de três fases: perperííodo de odo de contracontraçção ão isovolumisovoluméétricatrica, , perperííodo de ejeodo de ejeçção rão ráápidapidae e perperííodo de ejeodo de ejeçção lenta.ão lenta.ÀÀmedida que o sangue medida que o sangue éébombeado atravbombeado atravéés do s do continente, ocorre uma elevacontinente, ocorre uma elevaçção da pressão nos vasos ão da pressão nos vasos sangusanguííneos que neos que éémaior que a pressão normal de maior que a pressão normal de repouso.repouso.A elevaA elevaçção são súúbita da pressão no continente produz uma bita da pressão no continente produz uma onda de pulso que empurra o sangue pelo sistema.onda de pulso que empurra o sangue pelo sistema.O pico de aumento de pressão O pico de aumento de pressão ééa a pressão arterial pressão arterial sistsistóólicalicae representa a pressão do sangue produzida e representa a pressão do sangue produzida pela pela ssíístole.stole.

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascularcardiovascular

DiDiáástole:stole:Ocorre em quatro fases: Ocorre em quatro fases: relaxamento relaxamento isovolumisovoluméétricotricodo ventrdo ventríículoculo, , enchimento enchimento rráápidopidoe e perperííodo de enchimento lentoodo de enchimento lentoe e ssíístole atrialstole atrial..A pressão de repouso nas artA pressão de repouso nas artéérias entre as rias entre as contracontraçções ventriculares ões ventriculares ééa pressão arterial a pressão arterial diastdiastóólica e representa a pressão residual que lica e representa a pressão residual que fica no sistema enquanto o corafica no sistema enquanto o coraçção se estão se estáá enchendo.enchendo.

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascularcardiovascular

Pressão Arterial Sistêmica:Pressão Arterial Sistêmica:ÉÉa pressão gerada na parede das arta pressão gerada na parede das artéérias, rias, resultante dos batimentos cardresultante dos batimentos cardííacos e da acos e da resistência da parede do vaso ao fluxo resistência da parede do vaso ao fluxo sangusanguííneo.neo.Pressão Arterial = DPressão Arterial = Déébito Cardbito Cardííaco x aco x Resistência PerifResistência Periféérica Total (sistêmica)rica Total (sistêmica)

PA = DC x RVSPA = DC x RVS Valor normal = 120 x 80 mmHgValor normal = 120 x 80 mmHg

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascularcardiovascular

DDéébito Cardbito CardííacoacoQuantidade de sangue bombeada para o Quantidade de sangue bombeada para o sistema em um determinado persistema em um determinado perííodo de odo de tempotempo

DDéébito Cardbito Cardííaco = aco = FreqFreqüüência cardência cardííaca x Volume aca x Volume sistsistóólicolico

DC = DC = FcFcx x VsVs(l/m)(l/m) Valor normal = 5 a 6 l/mValor normal = 5 a 6 l/m

Anatomia e fisiologia Anatomia e fisiologia ––sistema sistema cardiovascularcardiovascular

(Parte 1 de 5)

Comentários