Acústica Shopping Center

Acústica Shopping Center

Sumário

1. Introdução 2.Topografia e ambiente construído 3.Modelagem das fontes sonoras

4. Simulação 4.1 Parâmetros para simulação 4.2 Resultados

5. Conclusão

Tratamento acústico do Shopping Center

Doc. Nº.:

Tratamento acústico do Shopping Center

Resp.: GFJ

Cliente: Condomínio do Edifício do Shopping Center

Data:

Título: Relatório de simulação

1. Introdução

O presente documento descreve o processo utilizado na simulação de ruído da rampa para o novo estacionamento do Shopping Center para, em seguida, apresentar e comentar seus resultados. Essa simulação visa verificar a necessidade de proteção acústica para se evitar o incômodo da vizinhança.

2.Topografia e ambiente construído

Para modelagem da topografia local e das edificações vizinhas, utilizou-se um levantamento aerofotogramétrico em formato CAD e observações feitas no local na ocasião em que se realizaram as medições.

3.Modelagem das Fontes Sonoras

Para a modelagem de cada fonte na simulação descrita aqui, as medições relatadas em relatório anterior foram levadas em consideração. Foram identificadas as principais fontes no momento da medição. Na modelagem do ruído de fundo foram consideradas como fontes principais as ruas do bairro (principalmente a rua de frente do shopping), o condicionador de ar do edifício vizinho e o próprio condicionador de ar do shopping. A potência da rua é calculada de acordo com as medições no local e com base na norma alemã RLS 90 para predição de ruído de tráfego – adotada por ser a que melhor se enquadra na situação estudada e pela ausência de norma semelhante no Brasil. Para determinar a potência acústica dos condicionadores de ar, utilizou-se o método sugerido pela norma ISO 3746. A tabela 1 abaixo apresenta as potências consideradas para cada uma dessa fontes na simulação.

Tabela 1: Fontes para ruído de fundo. Fontes Potência

Rua principal 58,8dB(A) A/C do vizinho97,9dB(A) A/C do Shopping88,2dB(A)

Tratamento acústico do Shopping Center

Doc. Nº.:

Tratamento acústico do Shopping Center

Para a modelagem da rampa como fonte de ruído considerou-se as medições realizadas em condições semelhantes a que se prevê para rampa do Shopping Center. O resultado foi uma fonte linear com potência estimada em 60dB(A) (seguindo a norma RLS 90, para simulação de ruído rodoviário).

4. Simulação

A simulação foi feita através do programa de computador para avaliação de impacto ambiental de poluição sonora SoundPLAN. Os diversos parâmetros utilizados são descritos abaixo.

4.1 Parâmetros para simulação

Foram utilizados os seguintes parâmetros gerais para a simulação do impacto ambiental acústico: ●Normas para avaliação e propagação:

●ruído industrial: ISO 9613-2

●ruído rodoviário: RLS 90 ●absorção pelo ar: ISO 3891

● Condições ambientais:

●pressão atmosférica: 920 hPa

●umidade relativa do ar: 80%

●temperatura: 22oC ●Mapa de ruído:

●altura em relação ao chão: 1,2m

●espaçamento: 2,5m

4.2 Resultados

Os resultados gráficos obtidos para o período diurno são apresentados nas figuras abaixo. Através da simulação, pode-se analisar separadamente cada fonte e assim

Tratamento acústico do Shopping Center

Doc. Nº.:

Tratamento acústico do Shopping Center

verificar qual seria a contribuição da rampa no ambiente acústico local. Com isso, podese prever a necessidade de atenuação do ruído gerado pela rampa.

Figura 1: Mapa de ruído de fundo diurno. Figura 2: Mapa do ruído gerado pela rampa.

Tratamento acústico do Shopping Center

Doc. Nº.:

Tratamento acústico do Shopping Center

Figura 3: Mapa do ruído total. Tratamento acústico do Shopping Center

Doc. Nº.:

Tratamento acústico do Shopping Center

Figura 4: Ruído de fundo diurno incidente sobre as fachadas vizinhas. Tratamento acústico do Shopping Center

Doc. Nº.:

Tratamento acústico do Shopping Center

Figura 5: Ruído da rampa incidente sobre as fachadas vizinhas. Tratamento acústico do Shopping Center

Doc. Nº.:

Tratamento acústico do Shopping Center

Figura 6: Ruído total incidente sobre as fachadas vizinhas. Tratamento acústico do Shopping Center

Doc. Nº.:

Tratamento acústico do Shopping Center

5. Conclusão

Os resultados das simulações nos mostram que para que se mantenham os limites impostos pela legislação municipal – 55dB(A) de dia e 45dB(A) à noite, indicados na NBR 10151 para zona predominantemente residencial – seria necessária uma atenuação de, pelo menos 20dB(A). Em estudos posteriores a essa simulação, concluiu-se que para tanto a rampa não poderia apresentar ventilação voltada para a vizinhança. Poderia ser implementada ventilação voltada para o próprio corpo do Shopping, entretanto tal solução afetaria o conforto dentro do Shopping através de suas janelas.

Gilberto Fuchs de Jesus, M. Sc.

Tratamento acústico do Shopping Center

Doc. Nº.:

Tratamento acústico do Shopping Center

Comentários