Linha de Energia e Piezométrica

Linha de Energia e Piezométrica

2006-h1-teor-1-pressao-linhas-r1.doc HIDRÁULICA GERAL – 2006/2007

GRUPO DE HIDRÁULICA – DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS E ENGENHARIA DO AMBIENTE FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA – UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA 1/3

H = z + p/γ + αv2/2g δ/ δs (z + p/γ + αv2/2g) = - J

DESPREZANDO AS PERDAS DE CARGA LOCALIZADAS, ENTRE AS COTAS (z) DOS PLANOS DE ÁGUA NOS RESERVATÓRIOS, QUE REPRESENTAM OS VALORES DA ENERGIA ESPECÍFICA (H) ASSOCIADA À ÁGUA CONTIDA NOS DOIS RESERVATÓRIOS, E A PERDA DE CARGA UNITÁRIA, J, HAVERÁ A SEGUINTE RELAÇÃO:

z1 – z2 = J . LOU H1 – H2 = J . L

2006-h1-teor-1-pressao-linhas-r1.doc HIDRÁULICA GERAL – 2006/2007

GRUPO DE HIDRÁULICA – DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS E ENGENHARIA DO AMBIENTE FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA – UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA 2/3

PRESSÃO ATMOSFÉRICA, OU SEJA, pAT/γ = 10,3 m.

NO TRAÇADO 1

NO TRAÇADO 2

2006-h1-teor-1-pressao-linhas-r1.doc HIDRÁULICA GERAL – 2006/2007

GRUPO DE HIDRÁULICA – DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS E ENGENHARIA DO AMBIENTE FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA – UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA 3/3

NO TRAÇADO 3

O ESCOAMENTO, UMA VEZ ESTABELECIDO, VERIFICA-SE COM DEPRESSÕES, COMO NO TRAÇADO 2. PARA INICIAR O ESCOAMENTO TORNA-SE NECESSÁRIO CRIAR PREVIAMENTE AS DEPRESSÕES, ESCORVAR OU FERRAR O SIFÃO. (PROBLEMAS SANITÁRIOS)

NO TRAÇADO 4

Comentários