borracha doc

borracha doc

Existem dois tipos de borrachas: Borrachas naturais e borrachas sintéticas. As borrachas naturais são extraídas da seringueira de onde se obtém o látex. As borrachas sintéticas são, quase que na sua maioria, obtidas através de um algum componente derivado do petróleo, geralmente o gás chamado Butadieno. Alguns dos principais tipos de borrachas sintéticas são: NBR, SBR, Bromobutyl, EPDM, Neoprene, Silicone, Hypalon, Viton, entre outras.

Para conferir às borrachas algumas propriedades desejadas, são adicionados diversos tipos de componentes químicos, bem como: Plastificantes, vulcanizantes, antioxidantes, cargas de enchimento, cargas de reforço (Negro de fumo/Sílica), corantes, entre outros.

Para a mistura dos componentes químicos às borrachas são utilizados misturadores que podem ser fechados (Bambury), ou abertos (Laminadores).

Após o processo de mistura dos componentes químicos, testes de qualidade são efetuados a fim de verificar as propriedades das borrachas. Testes como: Tração, compressão, envelhecimento, dureza, penetração de gases (Ozônio), composição química, alongamento, oxidação, entre outros.

Quando a borracha for aprovada para a produção de artefatos, o processo de préforma se torna necessário, uma vez que a borracha bruta possui forma geométrica de difícil manuseio. Esse processo pode ser realizado através da extrusão de novas formas geométricas, ou por simples corte em guilhotinas.

Só após o processo de pré-forma as peças serão confeccionadas por prensagem de moldes, ou por injeção, conferindo à borracha a forma geométrica desejada.

Por último vem o processo de acabamento, que visa deixar a peça pronta para a utilização final. Basicamente, no processo de acabamento, as peças têm as rebarbas, provenientes dos processos de moldagem ou injeção, removidas. A remoção das rebarbas pode ser feita manualmente, ou através do processo de rebarbação criogênica, que consiste na aplicação de nitrogênio líquido sobre as peças. Com isso, a temperatura é bruscamente diminuída e as peças são inseridas em um tambor rotativo, fazendo com que as rebarbas quebrem soltando-se da peça.

Comentários