(Parte 1 de 6)

Comissão de Controle de Infecção Hospitalar

16/04/2002 atualizada em 30/05/2003 Rotina D5

Manual de Limpeza

2NOÇÔES BÀSICAS DE HIGIENE E DEFINIÇÕES DE NECESSIDADES

1. INTRODUÇÃO

4NOÇÕES DE INFECÇÃO HOSPITALAR

3. DEFINIÇÕES E CONCEITOS

5. USO DE EPIs • APRESENTAÇÃO

1. INTRODUÇÃO

A higiene e a ordem são elementos que concorrem decisivamente para a sensação de bem-estar, segurança e conforto dos profissionais, pacientes e familiares.

O serviço de limpeza Hospitalar tem particular importância no Controle das

Infecções, por garantir a limpeza e desinfecção de áreas hospitalares.

O aparecimento de infecções no ambiente hospitalar pode estar relacionado ao uso de técnicas de limpezas inadequadas, descontaminação de superfícies e de artigos hospitalares incorretos e manuseio do lixo hospitalar sem proteção adequada.

Devido ao uso incorreto das práticas e rotinas de trabalho se faz necessário estabelecer o aperfeiçoamento de técnicas eficazes de controle e prevenção as infecções hospitalares que vão gerar garantias de proteção ao trabalhador durante a execução de suas tartefas.

Baseados nestes princípios criamos para voce dentro do Treinamento em Biossegurança aulas de manipulação de material biológico com as quais terá oportunidade de adquirir novos conhecimentos e tirar dúvidas sobre a condução e repercussão do seu trabalho no ambiente hospitalar.

Este manual tem por objetivo orientar quanto aos tipos de limpeza e desinfecção nesta Instituição.

a- Os funcionários de limpeza hospitalar devem: - manter perfeita higiene pessoal (banho diário, cabelos limpos, penteados e presos, unhas limpas e aparadas); - usar uniforme limpo;

- usar equipamento de proteção individual (EPI) quando recomendado;

- lavar as mãos com água e sabão após o uso do sanitário, antes da alimentação, ao iniciar e terminar as atividades.

a-1- Lavagem das mãos A lavagem das mãos sempre foi o ponto chave do controle de infecções. A lavagem simples das mãos é o procedimento individual mais importante na prevenção das infecções hospitalares, 80% das infecções hospitalares podem ser evitadas através da correta lavagem das mãos. Deve ser realizada após os procedimentos de limpeza.

Técnica de Lavagem Correta das Mãos: • Abrir a torneira.

• Molhar as mãos e aplicar o sabão de preferência líquido.

• Friccionar as mãos com sabão durante 15 segundos.

• Enxaguar as mãos.

• Enxugar as mãos com papel toalha.

• Fechar a torneira com o papel toalha utilizado no item 5.

Amostra da Técnica de Lavagem de Mãos

- retirar anéis, pulseiras e relógios. - lavar todas as superfícies, o dorso, a região palmar, entre os dedos e ao redor das unhas.

Para completar: lavar os antebraços. - secar com papel toalha.

b- Área Física O serviço de limpeza necessita de local específico e próprio para guarda de material e equipamento, este local deverá possuir um tanque e ser localizado em área de fácil acesso e com boa ventilação. A dimensão desta área depende da necessidade do próprio hospital.

O serviço de limpeza deve dispor dos seguintes equipamentos e materiais :

c- Equipamento e Material de Consumo - escovas (preferir as com base de plástico);

- rodos;

- baldes;

- escadas (antiderrapantes);

- panos;

- esponjas;

- enceradeiras;

- toalhas de papel;

- dispositivos para pendurar vassouras e rodos;

- sabão líquido;

- desinfetantes (de acordo com a padronização da CCIH do Hospital);

- sacos plásticos (10, 20, 60, 100 L) – cor branco e cor preta:

- estante com prateleira;

- armários com chave, para guarda de produtos e ou substâncias perigosas (ácidos, venenos, etc..) devidamente rotuladas e tampadas; - carrinho para transporte do material de limpeza;

- carrinho para transporte do lixo;

2. DEFINIÇÕES E CONCEITOS

• LIMPEZA: É a remoção de todo material estranho ( sujeira, matéria orgânica ) de objetos ou superfícies.

• DESINFECÇÃO: Processo que elimina microrganismos patogênicos em objetos inanimados com a exceção de esporos bacterianos.

• DESCONTAMINAÇÃO: É o processo que remove microrganismos patôgenicos dos objetos, tornando o seguro para o manuseio.

• DESINFETANTE: É um agente que destrói microorganismos, particularmente organismos patôgenicos.

• INFECÇÃO: É o resultado da penetração e multiplicação de um agente infeccioso específico no organismo.

• AGENTE INFECCIOSO: São seres microscópios que não são visíveis a olho nu ( bactérias, vírus, fungos, etc ).

(Parte 1 de 6)

Comentários