Apostila SUS para concurso

Apostila SUS para concurso

(Parte 5 de 6)

I. A vigilância sanitária engloba um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da saúde. I. À direção estadual do Sistema Único de Saúde compete participar do controle dos agravos do meio ambiente que tenham repercussão na saúde humana. I. Nos estados, o Sistema Único de Saúde organiza-se em distritos. IV. A assistência terapêutica integral, incluindo medicamentos, não está prevista no Sistema Único de Saúde.

Assinale a alternativa correta. a) Somente a afirmativa I é verdadeira. b) Somente a afirmativa IV é verdadeira. c) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras. d) Somente as afirmativas I e I são verdadeiras e) Somente as afirmativas I e I são verdadeiras.

07 - À direção municipal do Sistema Único de Saúde, conforme a Lei n° 8080/90, compete: a) executar as ações de vigilância sanitária em relação às fronteiras internacionais. b) planejar, organizar, controlar e avaliar as ações e serviços de saúde, como gerir e executar os serviços públicos de saúde. c) planejar, executar e gerir os laboratórios de análises de produtos farmacológicos e os hemocentros. d) participar e gerir a programação de serviços de saúde no âmbito estadual. e) programar e coordenar as campanhas estaduais de vacinação.

08 - Com relação às disposições da Lei n° 8.080/90, considere as seguintes afirmativas:

I. A alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais são fatores determinantes e condicionantes do estado de saúde de uma população. I. As ações previstas em lei devem ser praticadas pela iniciativa pública, ficando vetada a participação da iniciativa privada em qualquer instância. I. A saúde é um direito fundamental do ser humano, e é um dever das pessoas, da família, das empresas e da sociedade prover as condições indispensáveis ao seu pleno exercício. IV. O Estado deve garantir a saúde a partir da execução de políticas econômicas e sociais que visem a redução de riscos de doenças.

Assinale a alternativa correta. a) Somente a afirmativa I é verdadeira. b) Somente a afirmativa I é verdadeira. c) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras. d) Somente as afirmativas I e I são verdadeiras. e) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras

09 - Qual dos princípios abaixo NÃO faz parte da Lei Orgânica de Saúde nº 8.080/90? a) Integralidade. b) Universalidade. c) Igualdade. d) Centralização. e) Direito à informação, das pessoas assistidas, sobre sua saúde.

10 - Com relação aos objetivos das políticas de recursos humanos do Sistema Único de Saúde, de acordo com o disposto na Lei n° 8.080/90, considere as seguintes afirmativas:

I. Os cargos e funções de chefia, direção e assessoramento, no âmbito do Sistema Único de Saúde, só poderão ser exercidos em regime de tempo integral. I. Prevê a organização de um sistema de formação de recursos humanos em todos os níveis de ensino, inclusive de pós-graduação, além da elaboração de programas de permanente aperfeiçoamento de pessoal. I. Prevê que os servidores que legalmente acumulam dois cargos ou empregos não poderão exercer suas atividades em mais de um estabelecimento do Sistema Único de Saúde. IV. Dispõe sobre a extinção gradativa da dedicação exclusiva nos serviços do Sistema Único de Saúde.

Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e I são verdadeiras. b) Somente a afirmativa I é verdadeira. c) Somente a afirmativa I é verdadeira. d) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras. e) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras.

1 - Indique a frase correta: a) Todos perceberam que ela estava meia decepcionada. b) Proibido entrada de pessoas estranhas. c) Ana mesmo confirmou a participação do grupo. d) Foi muito comentado pelas revistas a relação dos dois.

12 - O principal propósito é reorganizar a prática da atenção à saúde em novas bases e substituir o modelo tradicional, levando a saúde para mais perto da família e, com isso, melhorar a qualidade de vida dos brasileiros. Trata-se: a) Programa de Saúde da Família (PSF). b) Sistema Único de Saúde (SUS). c) Fundo Nacional de Saúde (FNS). d) Instituto Nacional do Câncer.

13 - São princípios básicos do SUS, exceto: a) Participação da comunidade. b) Integralidade. c) Centralização. d) Universalização.

14 - Assinale a alternativa que indica o número máximo de pessoas que uma equipe de saúde de família pode ser responsável: a) 2500. b) 1500. c) 3500. d) 4500.

15 - Assinale a alternativa correta sobre o número mínimo de membros de uma equipe do PSF: a) 1 médico, 1 enfermeiro, 1 auxiliar de enfermagem, 6 a 8 agentes comunitários de saúde. b) 1 médico, 1 enfermeiro, 2 auxiliar de enfermagem, 4 a 6 agentes comunitários de saúde. c) 1 médico, 2 enfermeiro, 2 auxiliar de enfermagem, 6 a 8 agentes comunitários de saúde. d) 1 médico, 1 enfermeiro, 1 auxiliar de enfermagem, 4 a 6 agentes comunitários de saúde.

16 - Qual é a capacidade de resolução de uma unidade básica do PSF quando funcionando adequadamente? a) 5%. b) 35%. c) 85%. d) 15%.

17 - Atende a todos os integrantes de cada família, independente de sexo e idade, desenvolve com os demais integrantes da equipe, ações preventivas e de promoção da qualidade de vida da população. Essas são as atribuições de qual membro da equipe do PSF? a) Enfermeiro.

b) Médico. c) Auxiliar de enfermagem. d) Agente comunitário de saúde (ACS).

18 - Faz a ligação entre as famílias e o serviço de saúde, visitando cada domicílio pelo menos uma vez por mês, realiza o mapeamento de cada área, o cadastramento das famílias e estimula a comunidade para práticas que proporcionem melhores condições de saúde e de vida. Essas são as atribuições de qual membro da equipe do PSF? a) Enfermeiro. b) ACS. c) Auxiliar de enfermagem. d) Médico.

19 - Processo particular de expressão das condições de vida de uma sociedade, representando as diferentes qualidades do processo vital e as diferentes competências para enfrentar desafios, agressões, conflitos, mudança. Tem uma dupla e contraditória natureza: biológica e psicológica. Tratase de: a) Processo saúde-doença. b) Processo transmissão. c) Processo diagnóstico. d) Processo terapêutico.

20 - A direção do SUS é exercida no âmbito da União pelo(a): a) Secretaria de Saúde. b) Congresso Federal. c) Ministério da Saúde. d) Presidente da República.

21 - Tem por finalidade propor prioridades, métodos e estratégias para a formação e educação continuada dos recursos humanos do SUS, assim como em relação à pesquisa e à cooperação técnica entre essas instituições (ensino profissional e superior). Trata-se de(a): a) Comissões permanentes de integração entre serviços de saúde e instituições de ensino. b) Comissões intersetoriais de integração entre serviços de saúde e instituições de ensino. c) Comissões interestaduais de integração entre serviços de saúde e instituições de ensino. d) Comissões intermunicipais de integração entre serviços de saúde e instituições de ensino.

2 - São atribuições da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios, exceto: a) Implementar o Sistema Nacional de sangue, componentes e derivados. b) Realizar pesquisas e estudos na área de saúde. c) Elaboração e atualização periódica dos planos de saúde. d) Controlar e fiscalizar os procedimentos dos serviços privados de saúde.

23 - À direção nacional do SUS compete, exceto: a) Formular, avaliar e apoiar políticas de alimentação e nutrição. b) Formar consórcios administrativos intermunicipais. c) Coordenar e participar na execução da vigilância epidemiológica. d) Controlar e fiscalizar procedimentos, produtos e substâncias de interesse para a saúde.

24 - São etapas da implantação do PSF, exceto: a) Solicitar formalmente ao Ministério da Saúde a adesão do município ao PSF. b) Selecionar, contratar e capacitar os profissionais que atuarão no programa. c) Identificar as áreas prioritárias para a implantação do programa; mapear o número de habitantes em cada área. d) Calcular o número de equipes e de agentes comunitários necessários.

25 - Assinale a alternativa incorreta: a) A assistência à saúde é livre à iniciativa privada. b) É autorizada a participação direta ou indiretamente de empresas ou de capitais estrangeiros na assistência à saúde. c) Os critérios e valores para a remuneração de serviços e os parâmetros de cobertura assistencial serão estabelecidos pela direção nacional do SUS, aprovados no Conselho Nacional de Saúde. d) Quando as suas disponibilidades forem insuficientes para garantir a cobertura assistencial à população de uma determinada área, o SUS poderá recorrer aos serviços ofertados pela iniciativa privada.

26 - Serão co-financiadas pelo SUS, pelas universidades e pelo orçamento fiscal, além de recursos de instituição de fomento e financiamento ou de origem externa e receita própria das instituições executoras. Trata-se: a) Atividades de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico em saúde. b) Ações de saneamento. c) Recuperação de viciados. d) Ações de vacinação.

27 - Assinale a alternativa que indica corretamente qual foi a primeira modalidade de seguro para trabalhadores do setor privado: a) SUS (Sistema Único de Saúde). b) IAP (Institutos de Aposentadorias e Pensões). c) INPS (Instituto Nacional de Previdência Social). d) CAP (Caixas de Aposentadorias e Pensões).

28 - São características até hoje do sistema previdenciário, exceto: a) Instituição, por iniciativa do Estado, da implementação de um seguro social com caráter altamente controlador dos segmentos de trabalhadores dos setores essenciais à economia brasileira. b) A forma tripartite de financiamento – empregadores, trabalhadores e Estado – este último arrecadando recursos para tal fim a partir da criação de novos impostos. c) O acesso do trabalhador e seus dependentes à assistência médica na condição de filiado ao segurosocial. d) O caráter assistencialista e universalizante do seguro social.

29 - A contribuição dos empregados, que era um porcentual sobre o faturamento da empresa, passa a ser um percentual sobre a sua folha de salários, com o que a receita das instituições torna-se função dos salários. Essa alteração ocorreu: a) Do INPS para o SUS. b) Do IAP para o INPS. c) Do CAP para o IAP. d) Do INPS para o CAP.

30 - Não se trata de uma característica do atual perfil de organização de serviços de saúde no país: a) Com acentuadas distorções na sua forma de financiamento. b) Acentuadamente estatizado. c) Altamente centralizado. d) Com clara divisão de trabalho entre os setores público e privado.

31 - Assinale a alternativa que indica o tipo de país que mais gasta em saúde per capita: a) América Latina. b) Países em transição demográfica. c) Países com economia de mercado consolidada. d) Sudeste asiático.

32 - Em relação à organização do SUS é incorreto afirmar: a) O detalhamento das diretrizes e das modalidades operacionais previstas para esse sistema foram regulamentadas pelas leis 8080 de 1990 e 8142 de 1991 conhecidas como Lei Orgânica da Saúde (LOS). b) Pode-se dividir as esferas de atendimento como terciária, secundária e primária correspondendo à esfera terciária os chamados centros de saúde (a saúde em nível de distritos). c) Possui como objetivo a universalização da assistência, ou seja, busca o combate à pobreza e principalmente a exclusão social. d) Está organizado ao nível das três esferas governamentais como serviço público de saúde (federal, estadual e municipal) competindo a cada esfera sua organização ao seu nível, ou seja, à esfera federal compete a formulação de políticas nacionais, à estadual, políticas estaduais de saúde e à municipal, políticas municipais de saúde.

3 - Em relação à articulação entre o setor público de saúde e o setor privado de saúde pode-se afirmar que: a) Dentre os dois segmentos do setor privado, o lucrativo e o não-lucrativo, o setor lucrativo é o que mais se articula ao SUS por meio de contratos para a prestação de serviços. b) Não há qualquer tipo de articulação entre estes sistemas, uma vez que funcionam de maneira completamente independente.

c) O segmento não-lucrativo do setor privado abrange instituições filantrópicas, tais como as Santas Casas de Misericórdia, sendo que boa parte delas vinculam-se ao SUS por meio de contratos para prestação de serviços. d) O segmento lucrativo tem como sua parcela mais expressiva o chamado sistema supletivo de assistência médica abarcando apenas as cooperativas médicas e os planos de administração.

34 - Os estabelecimentos assistenciais que compõem a rede de serviços de saúde – estatais e privados – são usualmente classificados em postos de saúde, centros de saúde, unidades mistas, policlínicas, pronto-socorros e hospitais. Assinale a alternativa que melhor correlaciona o estabelecimento e sua função: a) Centro de saúde: presta assistência à saúde de determinada população valendo-se de procedimentos mais simplificados, praticamente sem incorporações de equipamentos. b) Policlínica: tipo de serviço que apresenta atendimento ambulatorial especializado concentrando-se nas cidades de médio e grande porte e nas regiões economicamente mais desenvolvidas, atua no nível da atenção secundária na modalidade ambulatorial. c) Pronto-socorro: estabelecimento voltado para a assistência médica em regime de internação. d) Hospital: estabelecimento com pequena incorporação de tecnologias, atua no nível primário de atenção.

35 - Assinale a alternativa incorreta a respeito do PSF: a) A estratégia do PSF foi iniciada em junho de 1991, com a implantação do Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS). b) Em janeiro de 1994, foram formadas as primeiras equipes de Saúde da Família. c) A proporção média é de um Agente Comunitário de Saúde para 1000 pessoas acompanhadas. d) Deve prestar atendimento de bom nível, prevenindo doenças, evitando internações desnecessárias e melhorando a qualidade de vida da população.

36 - “...Em conseqüência, a atuação do Estado no setor passa cada vez mais a ser regida pela lógica que define sua competência como sendo por excelência medidas de caráter coletivo, da esfera da Saúde Pública, cabendo ao setor privado, em larga medida financiado pela Previdência Social, a assistência médica individual. E nesse processo, progressivamente, o setor público vai assumindo um caráter suplementar, tendo de suprir a ausência do setor privado onde este não tem interesse por inviabilidade de retorno econômico...” utilizando-se deste trecho retirado do livro “Saúde no Brasil” de Amélia Cohn e Paulo E. Elias é possível afirmar: a) Está havendo uma inversão do inicialmente proposto, uma vez que o setor público está cada vez mais atuando supletivamente, papel este que deveria ser função do setor privado. b) Não há qualquer problema com esta divisão, uma vez que o financiador é o SUS o atendimento é feito de forma igualitária. c) Isto foi uma verdade até 1988 que com o novo texto constitucional colocou o setor privado em sua função de suplente do sistema público. d) O lucro não é o principal objetivo do setor privado uma vez que assume papéis que inviabilizam muitas vezes este ganho.

(Parte 5 de 6)

Comentários