TGA - Taylor, Ford e Fayol - Mercado

TGA - Taylor, Ford e Fayol - Mercado

(Parte 1 de 2)

SUMÁRIO

I1. VISÃO SEGUNDO TAYLOR E FORD 05

A) Administração como Ciência 05

B) Organização Racional do Trabalho 05

C) Estudo da Fadiga Humana 06

D) Análise do Trabalho e Estudo dos Tempos e Movimentos 06

E) Desenho de Cargos e Tarefas 06

F) Divisão de Trabalho e Especialização do Operário 07

G) Incentivos salariais e prêmios de produção 07

H) “Homo Econômicos” 07

I) Condições Ambientais do Trabalho 07

J) Padronização de Métodos e Máquinas 08

L) Supervisão Funcional 08

M) Quatro Princípios Básicos da Administração Científica 08

N) Princípios básicos de Ford 09

O) Princípio da Intensificação 09

P) Princípio da Economicidade 10

Q) Princípio da Produtividade 10

I1. VISÃO SEGUNDO HENRI FAYOL 10

A) Funções Básicas da Empresa 10

B) Conceito de Administração 10

C) Princípios Gerais da Administração para Fayol 11

D) Divisão do Trabalho e Especialização 12

E) Coordenação 13

F) Conceito de Linha e Staff 13

1. VISÃO SEGUNDO TAYLOR E FORD

A) Administração como Ciência

A ciência ajuda o empreendedor de um mercado no desenvolvimento dos produtos por seção e por tipo. Sendo necessário transmitir organização do ambiente, com visual agradável e fácil localização dos itens comercializados no mercado.

Para tanto a distribuição dos produtos comercializados de forma harmônica em gôndolas e prateleiras torna-se um fator estratégico na conquista de clientes além de gerar um possível aumento no consumo dos produtos. Provocando assim, o consumo indutivo, no qual o cliente processa aquisições complementares de alguns itens que não fazem parte de suas necessidades de compras no momento.

B) Organização Racional do Trabalho

Aspectos importantes no ambiente do mercado que devera ser considerado para que ocorra o sucesso do empreendimento, entre eles estão:

  1. Produtos organizados nos recipientes de exposição.

  2. Produtos de qualidade e com condições de consumo (data de vencimento observada).

  3. Exposições de frutas e verduras de forma atrativa.

  4. Higienização adequada, principalmente no balcão frigorífico.

  5. Agilidade no atendimento para diminuir filas de espera em qualquer parte do estabelecimento.

  6. Produtos com preço.

  7. Altura do pé-direito adequada e luminosidade suficiente.

  8. Identificação de localização de produtos.

  9. Troca ou complementação deste com produtos alternativos, tipo balas, chicletes, etc.

C) Estudo da Fadiga Humana

A postura em pé representa a posição de maior dispêndio de energia e de maior sobrecarga para as diversas estruturas envolvidas em mante-las. Apesar dessa sobrecarga, os organismos possuem mecanismos especiais para manter esta postura, diminuindo o grau de fadiga.

A reposição de mercadorias nas prateleiras ou gôndolas nos pontos altos apresenta esforço excessivo como levantamento de peso e postura inadequada.

Exemplo: Rotatividade das funções nas atividades dos empacotadores, repositores e guarda-volume a cada duas horas para diminuir o estresse e o cansaço excessivo.

D) Análise do Trabalho e Estudo dos Tempos e Movimentos

A profissão de caixa de supermercado é um ramo que exige bastante do profissional, visto que sua função necessita de bastante esforço físico e psicológico, e ainda seguem um padrão de movimentos repetitivos diários. No caixa, cinqüenta itens utilizam até cinco minutos para passar, se ultrapassar esse tempo pode estar acontecendo alteração no processo, sendo falta do pessoal na função de empacotador, ou falta de eficiência do operador de caixa. Recomenda-se realizar ginástica laboral (alongamentos) para não causar as doenças ocupacionais relacionadas com repetitividade.

E) Desenho de Cargos e Tarefas (FALTANDO AS TAREFAS)

  1. Proprietário.

  2. Gerente.

  3. Caixa.

  4. Repositor de mercadorias.

  5. Açougueiro.

  6. Padeiro.

  7. Faxineira.

  8. Empacotador.

  9. Auxiliar geral.

F) Divisão de Trabalho e Especialização do Operário

Cada cargo deve exercer a sua função com especialização em cada atividade. Exemplo: empacotador não exercer a função de repositor de mercadorias.

G) Incentivos salariais e prêmios de produção

A cada mês oferece-se bônus na folha de pagamento dos funcionários que não faltarem.

H) “Homo Econômicos”

Como o homem trabalha pelas recompensas e incentivos salariais, essa situação do “Homem econômico” é explicada no item anterior.

I) Condições Ambientais do Trabalho

Para melhorar a eficiência do trabalho, faz-se necessário o uso de equipamentos e acessórios adequados que garantam o bem estar físico do trabalhador. Ex: Cadeiras ergonômicas para atividades em microcomputador.

Projeto de instrumentos especiais para determinados cargos e outros utensílios para reduzir movimentos desnecessários. Ex: Equipamento para carregamento de mercadorias para reduzir esforços excessivos para a função de repositor de mercadorias por exemplo.

Adequação de iluminação dentro dos parâmetros das normas, para aumentar a visuabilidade e eliminar o estresse nos indivíduos por falta de luminosidade.

Melhoria no ambiente físico de trabalho, regulando maquinas e equipamentos para reduzir o ruído. Ex: Função do açougueiro no corte e moagem das carnes.

J) Padronização de Métodos e Maquinas

Analisar sistemas de caixa nos computadores com identificação digital dos produtos para padronizar a eficácia do controle de mercadorias.

L) Supervisão Funcional

Setores necessitam de supervisores com especialização em determinada área. Ex: Padaria, açougue, estoque, necessita de autoridade sobre os subordinados.

M) Quatro Princípios Básicos da Administração Cientifica

Planejamento:

  • Fazer previsões de períodos sazonais;

- Proprietário deve estar atento às variações sazonais para investir corretamente.

  • Planejamento de vendas;

- O acompanhamento das vendas é uma etapa importante para o proprietário otimizar o processo de comercialização das mercadorias, possibilitando receitas futuras e adotar o controle de compras.

  • Planejamento para investimentos;

  • Planejamento de pagamentos;

  • Planejamento de recebimento;

Preparo:

  • Treinamento de funcionários em cada setor de acordo com cada função.

  • Estabelecer melhorias no ambiente de trabalho, como manutenção dos equipamentos, arranjo físico para melhorar a movimentação do pessoal.

  • Padronizar utensílios, materiais, maquinários, equipamento e métodos de processos de trabalho a serem utilizados.

Controle:

  • Estabelecer encarregados em cada setor para melhorar os padrões do planejamento das tarefas. A gerência deve cooperar com os trabalhadores para que a execução seja a melhor possível.

  • Realizar reuniões semanais de acompanhamento dos processos de vendas, estimulando toda a equipe para buscar os resultados estabelecidos.

Execução:

As reponsabilidades de cada setor devem estar bem definidas pois cada funcionário terá seu compromisso mais comprometido, sendo assim quando precisarem dele ele será estará disposto para prestar o serviço desejado.

(Parte 1 de 2)

Comentários