Inclusão do Deficiente Físico

Inclusão do Deficiente Físico

O atendimento às necessidades educacionais de alunos com deficiência física¹

João Faustino², Diana Alencar³

Resumo

Deficiência física e a disfunção completa ou parcial, de um ou mais segmentos do corpo humano, a depender do comprometimento da função pode apresentar-se na forma de paralisia que é a perda da capacidade de contração muscular voluntária e pela forma de paresia que se refere quando o movimento está apenas limitado ou fraco. A inclusão do deficiente físico no âmbito escolar representa não somente a colocação do individuo em salas de aula, mas sim uma mudança de conceitos, programas, política e apoio oferecido aos deficientes. As adaptações no ambiente físico da escola devem ser feitas para que o deficiente físico seja acolhido e encorajado a ser autônomo. Ao adquirir certa maturidade educacional o deficiente, de acordo com a Conferência Internacional do Trabalho está possibilitado à inclusão no mercado de trabalho. No âmbito nacional, a inserção do deficiente físico nesse mercado de trabalho é obrigatória, porém não e acolhida por todas as empresas, dificultando posteriormente a homogeneidade da população Brasileira. Contudo, faz- se necessário primaziar a inclusão dos deficientes físicos no mercado de trabalho, pois essa inserção contribui para auto-estima e a confiança, proporcionando a aprendizagem, o crescimento e o aprimoramento, remunerando-os pela sua inerência de sua profissão.

Palavras chave: Deficiência física, Paralisia, Paresia, Conferência Internacional do Trabalho.

---------------------

¹ Trabalho desenvolvido no âmbito da disciplina Fundamentos da educação inclusiva do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Faculdade Dom Pedro II.

² Licenciando em Pedagogia (jfandradejr@hotmail.com)

³ Professora orientadora (dileialencar@hotmail.com)

Comentários