Histologia

Histologia

Histologia Anexos

Neutrófilos – 1

Neutrófilo - 2

Eosinófilo – 1

Eosinófilo – 2

Basófilo – 1

Basófilo – 2

Monócito – 1

Monócito - 2

Linfócito – 1

Linfócito (centro) – 2

Linfócito - 3

Plaquetas

Hemácias

Histologia do Sangue

- Parte líquida: Plasma (cerca de 90% de água);- Parte Sólida: Elementos figurados: Hemácias, Leucócitos e plaquetas.- Viscosidade maior que a da água;- Temperatura de 38 °C (regulação do calor);- pH entre 7,3 e 7,4;- Perfaz em torno de 8% do peso corporal de um adulto(volume de ± 5,5 litros)

Importância: Está relacionada com as suas funções:- Transporte de O2 e CO2- Sistema de tamponamento (carbonatos, fosfatos e proteínas)- Nutrição- Excreção- Manutenção do volume do fluído corporal- Regulação térmica- Função reguladora (transporte de hormônios)- Defesa do organismo

- HomeostasiaPlasma: Parte líquida- Agua = 90%- Outras Substâncias = 10%- Substâncias Orgânicas 9%

- Proteínas dissolvidas: - Albumina: mede o nível de nutrição- Protrombina e fibrinogênio: Ajudam na coagulação- Globulinas: Proteínas globulosas- Imunoglobulina: Defesa (anticorpos)- Hormônios:- Somatotrófico- Insulina- ADH, FSH, etc.- Podem ser encontrados no plasma também açucares, colesterol, lipídios simples e outras substâncias resultantes da digestão.

- Substâncias Inorgânicas 1% - Eletrólitos (regulam a concentração e ajudam na coagulação): Na+, K+, Mg++, Ca++, Cl-, HCO3-Elementos Figurados: Parte Sólida- Respiratórios: Hemácias ou Eritrócitos- Defensivos: Leucócitos- Coagulantes: Plaquetas = TrombócitosHemácias, Glóbulos Vermelhos do Sangue ou Eritrócitos:- Composição química: - Água = 65%- Outras substâncias: hemoglobina, proteínas, lipídios, carboidratos

- Anucleadas: Mamíferos- Nucleadas: Répteis, peixes, anfíbios e aves- Formato Discóide e Bicôncavo- Se formam na medula óssea e são destruídas no fígado ou no baço- Possuem uma grande quantidade de um pigmento chamado hemoglobina (responsável pelo transporte dos gases )

-Reticulócitos: hemácias jovens que saem da medula óssea com certa quantidade de ribossomos.-Valores normais:Homem (4,1 - 6 milhões/mm3 de sangue);

Mulher (3,9 – 5,5 milhões/mm3 de sangue).

Função:Transporte de O2 e CO2

Vidamédia das hemácias: 120 dias

Hemoglobina: Proteína básica (eritrócitos são acidófilos) Formada por 4 subunidades, cada uma contendo um grupo heme (contendo Fe2+)ligado a um polipeptídeo (2 e 2, , ) 3 tipos são considerados normais:A1 = 22 (97% da Hb do adulto)A2 = 22 (2% da Hb do adulto)F = 22 (1% da Hb do adulto)

Leucócitos ou Glóbulo Branco:

- Células esféricas maiores que as hemácias, porém presentes no sangue em menor quantidade.

- Células brancas do sangue Defesa celular e imunocelular

Número médio de leucócitos no ser humano:

5.000 a 10.000 por mm3 no adultonormal (700 hemácias : 1 leucócito)

Doenças relacionadas com os leucócitos:

-Doenças auto-imunes

- Leucocitose: aumento no número de leucócitos

- Leucopenia: redução no número de leucócitos

Tipos de leucócitos:

- Granulócitos: Apresentam granulações no citoplasma

- Neutrófilos

- Eosinófilos ou Acidófilos

- Basófilos

- Agranulócitos: Sem granulações citoplasmáticas

- Monócitos

- Linfócitos

Neutrófilos:

- Núcleo: Segmentado ou Bastonete

- Mais comuns no sangue

- Citoplasma: Granulações finas específicas - violeta

- Muitas formas de núcleos, 2 ou mais lobos

- Defesa celular: fagocitose intensa de bactérias e outros microrganismos que possam invadir nosso corpo.

- Neutrofilia = aumento no número de neutrófilos

- Neutropia = diminuição no número de neutrófilos

Eosinófilos:

- São raros

- Núcleo: Bilobulado

- Citoplasma: Granulações grandes refringentes

- Estão relacionados a alergias e invasão por vermes

- Eosinofilia = aumento no número de eosinófilos

Basófilos:

- São muito raros

- Núcleo: Bilobulado

- Citoplasma: Granulações grandes azuladas, e quando corados com azul de toluidina apresentam metacromasia

- Estão relacionados a intoxicação por metais pesados

- Podem também estar relacionados a alergias

Monócitos:

- Dão origem aos macrófagos (células especializadas em fagocitar microrganismos estranhos, resíduos e células mortas)

Linfócitos:

- São produzidos pelos tecidos linfóides, como baço, timo e gânclios linfáticos

- tipos de linfócitos: - Linfócitos B: após se transformar em plasmócito, produz anticorpos como Ig G e Ig M

- Linfócitos T (auxiliadores ou citotóxicos): Os auxiliadores estimulam a produção de anticorpos pelos linfócitos B e os citotóxicos atacam e destroem células infectadaspor vírus.

- Ambos são responsáveis pela resposta imune do nosso corpo a antígenos.

- Núcleo: Arredondado

- Citoplasma: Granulações azurófilas, azul claro

- Linfocitose: aumento no número de linfócitos

- Linfopenia: redução no número de linfócitos

Plaquetas ou Trombócitos:

- Participam do processo de coagulação do sangue.

-Local de produção: medula óssea- Duração: 10 dias no sangue- Importante papel na hemostasia

Doenças comuns relacionadas ao sangue:

Anemia

-Causas da anemia:

Perda de sangue ou seja hemorragia; Produção insuficiente de hemácias na medula óssea; Produção de hemácias com pouca hemoglobina,geralmente por deficiência de ferro na alimentação; Destruição acelerada das hemácias; Doenças que provocam modificações na hemoglobina.

-Tipos mais comuns:

Anemia falsiforme- é uma doença genética e hereditária, causada por anormalidade da hemoglobina dos glóbulos vermelhos do sangue, responsáveis pela retirada do oxigênio dos pulmões, transportando-os para os tecidos. Esses glóbulos vermelhos perdem a forma discóide, enrijecem-se e deformam-se, tomando o formato de "foice ". Os glóbulos deformados, alongados, nem sempre conseguem passar através de pequenos vasos, bloqueando-os e impedindo a circulação do sangue nas áreas ao redor.

Anemia Perniciosa - Anemia perniciosa é geralmente usada para citar um estado de anemia devido a deficiência de vitamina B12. Mais corretamente, ela se refere a uma doença autoimune que resulta na perda da função das células gástricas parietais, que secretam ácido clorídrico para acidificar o estômago e o fator intrínseco gástrico que facilita a absorção da vitamina B12. A anemia perniciosa pode resultar de fatores hereditários. Anemia perniciosa congênita é herdada como um distúrbio autossômico recessivo. É um tipo de anemia originada pela má absorção de vitamina B12 devido a falta de fator intrínseco nas secreções gástricas, geralmente causada por atrofia gástrica com destruição das células parietais que são responsáveis pela secreção de ácido clorídrico e do fator intrínseco.

Leucemia - A leucemia (do grego leukos λευκός, "branco"; aima αίμα, "sangue") é uma neoplasia maligna (cancro) que atinge o sangue mas que tem origem na medula óssea tendo causas desconhecidas mas que envolvem alterações gênicas como translocações e deleções. Ela tem como principal característica uma proliferação anormal de células da medula óssea, que originariam as células sanguíneas, e, a depender da linhagem dessas células terá-se o tipo de leucemia (mielóide ou linfóide).

Existem diversos tipos de leucemias, cada uma com características como prognóstico e tratamento diferentes, sendo, desta forma, o termo leucemia uma designação muito ampla. Os principais tipos de leucemia são:

Leucopenia -é a diminuição de glóbulos brancos do sangue. Na terceira idade a diminuição dos glóbulos brancos em geral está relacionada a infecções à vírus ou a bactéria. A influência de determinados medicamentos e o câncer também são causas de leucopenia na terceira idade. Alguns medicamentos podem levar à leucopenia (antiarrítmicos, antibióticos, anticonvulsivantes, anti-hipertensivos e cortisona), assim como substâncias usadas no tratamento do diabetes e na doença da tireóide, alguns diuréticos (hidroclorotiazida, por exemplo) e tranqüilizantes. As drogas quimioterápias também produzem leucopenia. O indivíduo passa a apresentar leucopenia, segundo a biologia, quando apresenta menos de 6000 leucócitos por milímetro cúbico de sangue. Em infecções bacterianas graves pode haver aumento de glóbulos brancos ou leucocitose.

Trombastenia - Transtorno congênito de sangramento, com tempo de sangramento prolongado, ausência de agregação plaquetária em resposta a muitos agentes, especialmente ADP, e deficiência ou ausência de retração de coagulação. As membranas das plaquetas são deficientes ou apresentam um defeito no complexo de glicoproteína IIb-IIIa (COMPLEXO GLICOPROTEÍNA PLAQUETÁRIA GPIIB-IIIA).

Comentários