Sífilis

  • Introdução

  • Doença venérea geralmente transmitida por contato sexual e mucosas.

Etiologia

  • Causada por uma bactéria (treponema pallidum) com forma de espiroqueta,ou seja, que tem a forma de um espiral.

  • Descoberta em 3 de março de 1905 por estudiosos em Berlim na Alemanha.

  • Sua transmissão é essencialmente por contato sexual ou materno-fetal.(adquirida ou congênita).

Patogênese

  • Para melhor compreensão a doença pode ser dividida em 3 estágios:

  • 1°estágio:(Cancro Duro) Que vamos dividir em fase primaria e secundaria.

  • 2°estágio: (Sífilis Latente).

  • 3° estágio: também chamado de sífilis tardia.

1° Estágio

  • 1° Estágio

  • Sífilis primaria ou cancro duro: caracterizada pela lesão rosada ou ulcerada,pouco dolorosa, com bordas endurecida, fundo limpo sem pus.

  • Sífilis secundária:Cerca de 90 dias após o cancro duro período que surgem erupções de pele, chamadas de roséolas sifilíticas.

2° Estágio

  • 2° Estágio

  • Sífilis latente: vai do inicio do 2° ano após o contágio até o final do 4° ou 5° ano

  • Após o desaparecimento espontâneo das roseolas sifilíticas, não surgirão mais sintomas da doença pelos próximos 3 ou 4 anos. Chamado “fase do silêncio”.

  • 3° Estágio

  • Nesta fase da doença não tratada aparecem finalmente suas lesões mais graves, muitas vezes irreversíveis, mesmo que o paciente inicie agora o tratamento e obtenha cura no sentido de eliminar o treponema pallidum.

Fisiopatologia

  • 1° Estágio: Sífilis primaria; surge o Cancro duro; poderão surgir ínguas indolores nas regiões próximas ao cancro duro.

  • Sífilis secundaria: Surgimento de erupções de pele (roséolas sifilíticas); podem ocorrer alopecias; surgimento de condilomas planos.

  • 3°Estágio: sinais e sintomas geralmente ocorrem após 3 a 12 anos de infecção, principalmente por lesões cutâneo-mucosas (tubérculos ou gomas), neurológicas ("tabes dorsalis", demência), cardiovasculares (aneurisma aórtico) e articulares (artropatia de Charcot).

Sífilis Recente (primária)

2° estágio roséolas sifilíticas

Sífilis Tardia (terciária)

Sinais e sintomas - Exames

  • Os sinais e sintomas de sífilis são vários, dependendo do estágio em que se encontra a doença.

  • Exames

  • VDRL: teste não treponemico, utiliza como antígeno a cardiolipina que normalmente ocorre no soro em níveis baixos e apresenta-se elevado na sífilis.

Prognóstico

  • Com o tratamento adequado (penicilina), a sífilis primária pode ser curada sem causar dano permanente. Embora as fases posteriores da sífilis também respondem bem ao tratamento com penicilina, este antibiótico não ira reparar qualquer seqüela ao órgão causado pela doença.

Cuidados de enfermagem

  • Orientação

  • Fazendo campanhas de prevenção.

Conclusão

  • Fazer sexo seguro, usar camisinha, ter parceiro sexual fixo, e manter sempre bons hábitos de higiene.

Comentários