Descrição Morfológica da planta "chanana" Turneraceae

Descrição Morfológica da planta "chanana" Turneraceae

“CHANANA” Jeferson Cavalett

Planta Analisada

Herbácea de 90 cm, perene, que é cultivada como ornamental, contudo é muito persistente tornando-se planta daninha, pois infestam-se em pastagens, beiras de estradas e terrenos baldios; também tem uso medicinal. Coletada na rua H-5, n° 510, setor H, Alta Floresta - MT. Nome vulgar “Chanana” (LORENZI, 2000)

Descrição Morfológica

Raiz subterrânea pivotante, não possuindo tipos especiais; Caule herbáceo, de ramos eretos cilíndricos castanho esverdeado, liso, sem desprendimento e adaptações; Folhas herbácea, simples, elípticas, pecioladas, face adaxial pilosa, face abaxial pilosa e rugosa por as nervuras serem salientes, ápice agudo, base cuneado apresentando um par de nectários extraflorais, margem serreada, venação peninérvea, eucampdodroma, com venação terciária perpendicular, filotaxia alterna espiralada, brácteas lineares. Inflorescência flores solitárias axilares em racemo; Flor Heteroclamídea, andrógina, actinomorfa. Pentâmera. Cálice dialissépalo piloso esverdeado. Corola dialipétala branco amarelada com a base púrpura, prefloração espiralada. Estames inclusos, dialistêmone, homodínamo, isostêmone, antera rimosa, diteca, basifixa. Ovário súpero, tricarpelar, unilocular, pluriovulado; placentação parietal. Três estiletes livres entre si, com ápice fimbriado-laciniado, inserção terminal. Síndrome entomófila.

BARROSO, G.M. et al., Sistemas de Angiospermas do Brasil, vol 1, 2° ed., UFV, Viçosa, MG, 2004. LORRENZI, Harri. Plantas Daninhas do Brasil, 3° ed. Instituto Plantarum, Nova Odessa, SP, 2000. LORRENZI, Harri, GONÇALVES, G. Eduardo, Morfologia Vegetal: Organografia e Dicionário ilustrado de morfologia das plantas vasculares. Instituto Plantarum, Nova Odessa, SP, 2007. RIBEIRO, Eduardo, et al., Flora de reserva Ducke, IMPA, Manaus, AM, 1999. VIDAL, W. N., VIDAL, M.R .R, Botânica Organografia, 4° ed, UFV, Viçosa, MG, 2005.

Comentários