Entidades da Engenharia

Entidades da Engenharia

Trabalho apresentado ao Curso de Graduação em Engenharia Civil, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, como requisito à obtenção de nota relativa a primeira avaliação bimestral.

Orientador: Professor Joel Krüger

O papel do Engenheiro é fundamental para o futuro do Brasil`` O papel do Engenheiro é fundamental para o futuro do Brasil``

ART - Anotação de Responsabilidade Fiscal

CAE - Comissão Acadêmica Estadual

CAR - Comissão Acadêmica Regional

CREAPR - Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado do Paraná

EAD - Ensino a Distância

IEP - Instituto de Engenharia do Paraná

PRÓ-CREA - Assessoria de Projetos de Qualificação Profissional

SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

SENGE-PR - Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná SINDUSCON-PR - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná

INTRODUÇÃO06
PRÓ-CREA07
CREA-JR08
IEP09
SENGE-PR10
SINDUSCON-PR1
A ENTIDADE PREFERENCIAL12
EMPRÉSTIMO DE LIVRO13

O trabalho apresentado aborda as mais importantes entidades relacionadas à

Engenharia no Estado do Paraná. Algumas destas entidades atendem não apenas a Engenharia Civil, mas todas as Engenharias e cursos correlacionados. Entre estas entidades temos dois sindicatos, o Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (SENGE-PR) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná (Sinduscon-Pr). Cada aluno integrante do grupo fará um empréstimo na Biblioteca da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), que, como orientado pelo professor, servirá para familiarizar-se com o ambiente e testar seus códigos de acesso. Os dados dos livros serão descritos no desenvolvimento do trabalho, além de um breve comentário sobre os mesmos.

Tratasse de uma Assessoria de Projetos de Qualificação Profissional (PRÓ-

CREA) que, junto a entidades de classe e instituições de ensino, busca capacitar profissionais de Arquitetura, Agronomia, Engenharia, Geografia, Geologia e Meteorologia por meio de cursos, palestras e eventos técnicos.

Há uma parceria entre o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e

Agronomia do Estado do Paraná (CREAPR) e as instituições de ensino. Esta parceria nada mais é do que um canal de comunicação entre o Plenário do Conselho e a instituição de ensino, viabilizada pela participação de professores representantes da instituição no Conselho. Com isso, o PRÓ-CREA sabe do que os estudantes e profissionais precisam para uma melhor inserção no mercado de trabalho.

No site do PRÓ-CREA encontram-se as divulgações dos cursos e palestras promovidos, dicas de como aproveitar ao máximo sua formação, administrando bem seu tempo de estudo e interação com professores e colegas, espaço destinado ao Ensino a Distância (EAD) do PRÓ-CREA, uma lista com mais de 50 links indicados, área para sugestões e cadastro de palestrantes, e muito mais.

CREAJr-Pr

O CREAJR foi criado pelo CREA, com o intuito de conscientizar os estudantes de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de que, quando formados devem exercer a profissão com seriedade e responsabilidade para com a sociedade.

O programa conta com a participação voluntária e gratuita de estudantes devidamente matriculados em instituições de Ensino Médio ou Superior nos cursos relacionados ao Sistema Confea/Crea.

A Comissão Acadêmica Estadual (CAE) é composta por seis integrantes, sendo cada um deles representante de uma Comissão Acadêmica Regional (CAR). Estas por sua vez são subordinadas a CAE, que é a instância superior do CREAJr, e compostas por todos os membros dirigentes de cada modalidade acadêmica das instituições de ensino presentes na determinada região. Cada instituição tem direito a sete Representantes Acadêmicos na Comissão Acadêmica Regional. Sendo cada um representante de uma modalidade acadêmica.

Os membros do programa recebem uma Carteira de Membro Corporativo que lhes proporciona diversas vantagens, participam de eventos que emitem certificados de participação que podem ser utilizados para preencher as horas de Atividades Complementares exigidas em cada curso, contam com um banco de estágios, participam de seminários de ética, legislação e atribuição profissional, tem acesso a área restrita do site, e outros benefícios.

O site conta com quadro de notícias, que mantém os estudantes informados sobre os acontecimentos no mundo da Engenharia, agenda de eventos de todo o estado, área restrita para membros cadastrados, webmail com domínio @creajrpr.org.br, e diversos outros serviços.

Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), órgão fundado em 1926, celeiro para debates na área de engenharia. As discussões de temas da área auxiliam setores competentes do governo e sociedade. O IEP atua na qualificação do engenheiro, com cursos técnicos, de especialização e pós-graduação, mantendo convênios com Instituição de Ensino Superior (IES), palestrantes, simpósios, seminários e outros eventos ligados à Engenharia.

Anualmente o IEP promove a semana da Engenharia e Arquitetura que ocorre em dezembro. Este evento conta com a entrega do Troféu Paraná de Engenharia, dentre outras atividades. A entidade oferece aos seus associados vantagens e serviços como: salão de festas, espaço cultural e consórcio para aquisição de automóveis.A missão do IEP é integrar e valorizar o exercício da engenharia, servir aos associados e promover o bem comum.

A missão e os serviços citados estão disponíveis no site da entidade. Além dos serviços, o profissional ou estudante da área, pode cadastrar seu email e receber os informativos disponibilizados no site. Outro destaque do site, são os serviços de cunho social, plano odontológico, de saúde, consórcios e ainda uma excelente opção de happy hour, no site chamado de IEP hour.

A entidade que representa os profissionais da engenharia lutando e defendendo a classe. Criado em 1935, é o segundo sindicato mais antigo da categoria. O Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (SENGEPR) representa os engenheiros nos três poderes, em outras categorias sindicais, organiza a participação em questões de interesse social. Negocia melhorias salariais e melhorias nas condições de trabalho. Oferece serviços aos associados como assessoria jurídica, fiscalização perante irregularidades trabalhistas, oferece o programa “Bolsa de Emprego” - voltado para profissionais recém-formados, desempregados ou àqueles que buscam novas oportunidades – além de manter convênios com diversos estabelecimentos, visando descontos e condições especiais aos associados.

Os profissionais que acessarem o site do SENGE-PR podem conferir o boletim informativo, conhecer toda a ala institucional do sindicato, acessar a área de divulgação do SENGE-PR - voltada para notícias vinculadas na imprensa, boletins informativos e o jornal Engenheiro – acessar a área do serviço de assessoria jurídica, além deter acesso a outros sites, disponibilizados em links, em seção própria.

É o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná

(Sinduscon-Pr) que, há seis décadas, vêm defendendo o mercado construtor e procurando proporcionar às mais de quatro mil empresas associadas, as melhores condições junto ao governo municipal, estadual e federal.

Os associados têm representatividade no sindicato participando ativamente de debates de reivindicações. O Sinduscon também provém assessoria empresarial, econômica e jurídica às empresas para que estas tomem sempre a melhor decisão. As palestras promovidas pelo sindicato, sobre os mais variados assuntos, são mais um diferencial que ajuda as empresas em seus negócios.

A agenda de eventos e um canal de assessoria estão disponíveis no site além de muitas outras informações. Inclusive um canal de cursos e especializações para profissionais da construção civil junto ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), com melhores condições aos profissionais das empresas associadas.

Acessando o site da entidade, o associado tem acesso ao estatuto do

Sinduscon-PR, a ouvidoria, além de um grande espaço destinado a informativos. Não obstante, para visitantes não associados o site fica muito restrito, com poucas opções de acesso.

O CREAJr-PR foi escolhido por tratar-se de uma entidade que acima de tudo cuida dos interesses dos estudantes nas áreas da engenharia. Oferece associação gratuita para os estudantes. Depois de formados os mesmos serão registrados no CREA - seu fundador e mantenedor - tendo então que pagar anuidade. Além disso, os alunos tem participação administrativa no programa do CREAJr representando as Entidades de Ensino em que cursam. As palestras e eventos ministrados pelo CREAJr são gratuitas para os associados e divulgadas por meio de boletim eletrônico ou e-mail, ao contrário de outras entidades.

Dados do livro:

Título: Manual de Regularização de Obras

Autor: Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado do Paraná

Esta é uma obra feita pelo Crea-Pr que reúne as mais importantes resoluções e leis que regulamentam a realização de uma obra. O foco principal do manual é instruir os profissionais que venham a assumir a responsabilidade técnica de uma obra iniciada ou concluída sem assistência de um profissional devidamente habilitado. O manual deixa bem claro para nós, futuros engenheiros, que obras iniciadas sem participação legal de profissionais habilitados são consideradas clandestinas. Há diversas exigências para que obras em andamento ou concluídas possam ser legalizadas, dentre elas: o projeto da obra deve ser apresentado ao Crea junto a requisição de regularização e pagamento de taxas, assinatura de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), submissão de inspeção dos profissionais fiscalizadores do Crea, entre outras.

As pesquisas e debates levaram-me conclusão de que o principal objetivo de todas as entidades é valorizar o profissional Engenheiro e sua profissão, dando ênfase a uma formação qualificada e com ética, responsabilidade e seriedade. Para tanto, estas entidades possuem parcerias com instituições de ensino, governos federal, estaduais e municipais, e demais meios que possibilitam o apoio, incentivo e orientação dos estudantes, formandos e formados da Engenharia. Sobre os sindicatos, buscam melhores condições de mercado e lutam lado a lado aos associados pelos interesses e causas reivindicadas, contudo, não teremos contato direto com os mesmos no período de formação acadêmica. Este foi o principal motivo atribuído à escolha do CREA-Jr como entidade que mais chamou a atenção. Através deste trabalho tem-se a nítida certeza de que os profissionais são muito bem amparados por todas estas entidades.

Comentários