(Parte 1 de 6)

ISSN 1517-1981 Outubro 2000

ISSN 1981-2078 Dezembro, 2007

Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar

Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento 10

Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar

São Carlos, SP 2007

ISSN 1981-2078

Dezembro, 2007

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Pecuária Sudeste Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Fernando Campos Mendonça Artur Chinelato de Camargo Adalberte Stivari Cláudio Reis Costa Lima Fernando Calil Ferreira Lena Akinaga Letícia Barbour Coti Letícia Rodrigues Gonçalves Primo Quinaglia Neto

Embrapa Pecuária Sudeste Rod. Washington Luiz, km 234 Caixa Postal 339 - 13560-970 - São Carlos, SP Fone: (16) 3361-5611 Fax: (16) 3361-5754 Home page: w.cppse.embrapa.br E-mail: sac@cppse.embrapa.br

Comitê de Publicações da Unidade

Presidente: Alberto C. de Campos Bernardi Secretário-Executivo: Edison Beno Pott Membros: Carlos Eduardo da Silva Santos, Maria Cristina C. Brito, Odo Primavesi, Sônia Borges de Alencar

Revisor de texto: Edison Beno Pott Normalização bibliográfica: Sônia Borges de Alencar Figura da capa: Fernando Campos Mendonça Editoração eletrônica: Maria Cristina Campanelli Brito

Todos os direitos reservados.

A reprodução não-autorizada desta publicação, no todo ou em parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei no 9.610).

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação - CIP Embrapa Pecuária Sudeste

Fernando de Campos Mendonça

Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar [Recurso eletrônico] / Fernando Campos Mendonça [et al.] — Dados eletrônicos — São Carlos: Embrapa Pecuária Sudeste, 2007.

Modo de acesso:
Título da página na Web (acesso em 21 de dezembro de 2007).

56 p. — (Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento / Embrapa Pecuária Sudeste, 10).

ISSN: 1981-2078

1. Dimensionamento - Sistema de irrigação - pastagem - Agricultura familiar I. Mendonça. F.C. I. Camargo, A.C. de. II. Stivari, A. IV. Lima, C.R. C. V. Ferreira, F.C. VI. Akinaga, L. VII. Coti, L.B. VIII. Gonçalves, L.R. IX. Neto, P.Q. X.Título. XII. Série.

CDD 631.7

© Embrapa 2007 http://www.cppse.embrapa.br/servicos/publicacaogratuita/ boletim-de-pesquisa-desenvolvimento/boletimp-d-10.pdf/view

Resumo5
Abstract7
Introdução9
Material e Métodos30
Resultados e Discussão35
Conclusões53
Agradecimentos54

Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar

Fernando Campos Mendonça1 Artur Chinelato de Camargo1 Adalberto Stivari2 Cláudio Reis Costa Lima3 Fernando Calil Ferreira4 Lena Akinaga5 Letícia Barbour Coti6 Letícia Rodrigues Gonçalves7

Primo Quinaglia Neto8Pesquisadores, Drs., Embrapa Pecuária Sudeste, Rod. Washington Luiz, km 234, 13560-970, São Carlos, SP. Endereço eletrônico: <fernando@cppse.embrapa.br>, <artur@cppse.embrapa.br>.Eng. Agr., Coordenadoria de Assistência Técnica Integral CATI, Escritório de Desenvolvimento Regional de Dracena.

Endereço eletrônico:<ute.dracena@cati.sp.gov.br> Eng. Agr., Escola Superior de Agricultura de Lavras-MG. Endereço eletrônico: <crcostalima@ig.com.br> Méd. Vet., Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), Casa da Agricultura de Magda, SP Endereço eletrônico: <cademagda@ig.com.br>

Resumo

Este trabalho teve por objetivo apresentar um panorama atual e o potencial de redução dos custos de irrigação de pastagens em propriedades de agricultura familiar nos Estados do Paraná e de São Paulo. O trabalho foi feito em conjunto, pela Embrapa Pecuária Sudeste, pela Cooperativa Central Agroindustrial Ltda. (Confepar), no Estado do Paraná, e pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), no Estado de São Paulo. Os dados utilizados foram coletados em propriedades agrícolas familiares produtoras de leite, que participam do “Projeto Balde Cheio” em diversas regiões dos

Estados de São Paulo e do Paraná. Foram coletados os seguintes dados: área Zootecnista da Ruralcon Assessoria Agropecuária Ltda. Endereço eletrônico: <lakinaga@yahoo.com.br> Méd. Vet., CATI - Casa da Agricultura de Iacanga - EDR Bauru/SP. Endereço eletrônico: <ca.iacanga@cati.sp.gov.br> Méd. Vet., Prefeitura Municipal de Birigui, São Paulo, SP. Endereço eletrônico: <lettyvet@ig.com.br> Eng. Agr., CONFEPAR Agro-Industrial Cooperativa Central. Endereço eletrônico: <piponeto@ig.com.br> da propriedade, área irrigada, culturas forrageiras irrigadas e características dos sistemas de irrigação. O levantamento inicial direcionou o treinamento de extensionistas da Confepar e da CATI, para dimensionamento de novos sistemas de irrigação e, se necessário, redimensionamento de sistemas preexistentes. Para ilustrar os resultados com o redimensionamento, foram escolhidos três casos dentre os sistemas modificados pelos extensionistas das instituições participantes, avaliando-se os seguintes parâmetros: custo de aquisição e de implantação de equipamentos, custo de manutenção e custo operacional (energia e mão-de-obra). Os resultados obtidos mostram grande potencial de redução de custos de irrigação, devido à inadequação de muitos dos sistemas de irrigação às necessidades dos produtores rurais.

Design of irrigation systems for pastures in small farms

Abstract

This work aimed to show a present overview and the potential for cost reduction on pasture irrigation on small dairy farms in the States of Parana and Sao Paulo. It was carried out by staff of three institutions: Embrapa Southeast Cattle Research Center, Central Agriculture-Industrial Cooperative Ltd. (Confepar, State of Parana), and Coordination for Integral Technical Assistance (CATI, State of Sao Paulo). The data used in the work were collected on family-owned dairy farms that participate in the “Full Bucket Project”, in various regions of the Parana and Sao Paulo States. The following data were collected: farm area, irrigated area, forage crops irrigated, and irrigation system characteristics. Together with the initial survey, a training program for the staff of Confepar and CATI was performed, in order to qualify extensionists for designing and redesigning irrigation systems, when necessary. Three case studies were chosen, among the systems modified by staff of the participating institutions, in order to illustrate the results obtained, starting from the modifications proposed and done, evaluating the following parameters: costs of equipment acquisition and installation, maintenance costs, and operational costs (energy and labor). The results obtained indicate a great potential for reducing irrigation costs, due to inadequate state from many of the systems, in relation to the farmer’s needs.

Key words: small holders farming, pasture irrigation, irrigation systems, redesign.

8Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar 8Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar

9Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar Introdução

A intensificação da produção animal tem sido um bom caminho para o incremento da renda de propriedades rurais. Em conseqüência do bom momento por que passam alguns produtos agrícolas, tais como o açúcar, o álcool, o suco de laranja e o café, houve aumento do custo de oportunidade (renda que se pode obter com alternativas de uso da terra) da produção animal. As perspectivas mostram que, num horizonte de 20 a 30 anos, não haverá espaço para a produção animal extensiva e com baixo uso de tecnologia no Brasil, pois existem alternativas de uso da terra mais interessantes.

Os pecuaristas que se prepararem terão maior chance de sucesso em sua atividade. Muitos vêm utilizando diversas técnicas de intensificação, tais como moderna administração rural, melhorias na genética e na sanidade do rebanho, correção da fertilidade do solo e adubação e irrigação de pastagens.

Na maior parte do País, a distribuição anual de chuvas é irregular, com uma época úmida de cerca de seis meses e uma época seca de igual duração. Mesmo nas regiões com melhor distribuição de chuvas, há ocorrência de períodos de estiagem, denominados veranicos, que podem reduzir significativamente a produção vegetal numa época em que a falta de água reduz a capacidade das plantas forrageiras para aproveitar a grande disponibilidade de luz e de temperatura adequada.

10Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar

Camargo et al. (2006) observaram que uma das maiores reclamações do setor leiteiro provavelmente seja o fato de os produtores rurais não aplicarem as técnicas e os avanços estudados e alcançados nos institutos de ensino e de pesquisa, o que dificulta a evolução da atividade leiteira. Tal afirmativa se encaixa perfeitamente no que se refere à irrigação de pastagens, que deve ser aplicada em áreas onde já se utilizam outros avanços tecnológicos (genética, sanidade animal, inseminação artificial, adubação, etc.), de modo a superar a limitação de disponibilidade de água e aumentar a capacidade de produção de forragem e a taxa de lotação animal.

Há diversos tipos de equipamentos de irrigação que podem ser utilizados em pastagens. Como muitos extensionistas e proprietários rurais envolvidos na produção animal possuem baixo grau de conhecimento sobre irrigação, podem confundir-se e ter grande dificuldade para escolher o sistema mais adequado a utilizar.

Muitos produtores têm baseado a escolha do sistema de irrigação apenas no preço do equipamento, o que pode ser um erro e trazer sérios prejuízos ao invés de melhorar o sistema de produção. Em relação a essas ocorrências, observa-se que alguns fatores pouco divulgados podem ser fundamentais na decisão, tais como o custo de operação (mão-de-obra e energia) dos sistemas de irrigação e o tipo de manejo de água.

Portanto, é necessário aprofundar o conhecimento sobre a irrigação de pastagens, para obter melhores resultados com custos aceitáveis, de modo a aumentar a rentabilidade das atividades de produção animal.

11Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar

Estacionalidade de produção de forragem

Os fatores mais influentes e mais limitantes ao desenvolvimento das forrageiras referem-se ao solo e ao clima. Ao contrário dos fatores do solo, não se pode modificar a maioria dos fatores climáticos e os sistemas de produção devem ser adaptados a eles (Barioni et al., 2003).

A variação sazonal do crescimento das plantas forrageiras é uma característica quase universal. Poucos são os lugares do mundo onde as condições climáticas permitem elevado crescimento das plantas durante todo o ano (Andrade, 2000).

Os principais fatores envolvidos na variação da produtividade das forrageiras tropicais são as características fisiológicas da planta e os fatores climáticos, tais como a umidade relativa do ar, a temperatura, a radiação solar, o fotoperíodo, o vento, a nebulosidade, a temperatura do ar, a precipitação e a disponibilidade hídrica (Andrade, 2000; Medeiros et al., 2002). Dentre esses fatores, os de maior relevância são a precipitação, a temperatura e a radiação solar; a ordem de importância desses fatores varia de um local para outro e entre as estações do ano.

Se a planta forrageira não se desenvolve devido a limitações de temperatura ou de fotoperíodo, a irrigação não surtirá efeito. Todavia, se a limitação é a disponibilidade de água, a irrigação aumentará substancialmente a produtividade.

12Dimensionamento de sistemas de irrigação para pastagens em propriedades de agricultura familiar

(Parte 1 de 6)

Comentários