protese

protese

(Parte 1 de 3)

_______Capítulo 08_______

Próteses

Próteses para membro inferior

Prótesessão aparelhos articulados que substituem um orgão ou parte dele.

  • Prótese de Syme

Nível de amputação: Transmaleolar

Apoio: O apoio pode ser direto ou indireto, dependendo das condições do coto, que pode ser definido como a porção final do membro amputado.

Apoio Direto – Apoio no terminal do coto

Fixação – A fixação se dá através de velcros, três velcros( superior, médio e inferior) quando o coto for longo, dois(superior e inferior), quando o coto for curto.

Componentes – Complemento feito em borracha semi-rígida coberta com pelica (veste o coto do paciente).

Apoio Indireto ou Apoio P.T.B – O apoio é transferido devido à presença de neuromas ou pontos dolorosos no terminal do coto do paciente. O coxim, parte forrada onde o paciente faz pressão, é móvel e o apoio passa a ser no tendão patelar ou roturiano.

Fixação - Correia supra-condiliana.

Componentes - Pé fixo; Soquete; Cartucho; Correia Supra-Condiliana; Janela Posterior.

Quando o coto for regular ,ou seja, quando não apresentar neuromas, problemas circulatórios, com bom braço de alavanca, a fixação será por contensão tibial e não através da correia supra-condiliana .

  • Prótese P.T.S

Nível de amputação – Acima de 1/3 proximal da perna

Apoio – 100% no tendão patelar

Fixação – A fixação é realizada sobre os côndilos femurais. Não possui Correia Supra-Condiliana devido ao coto ser curto.

Componentes da prótese exoesquelética – Pé fixo, Canela, Complemento, Soquete; Cartucho. Possui abas laterias alongadas com uma cavidade mais curta, soquete menor e uma abertura posterior na panturrilha.

Componentes da prótese endoesquelética – pé fixo, adaptador, complemento (tubo), adaptador, base, cartucho e soquete.

  • Prótese P.T.B

Nível de amputação – 1/3 proximal, medial e distal da perna

Apoio – 80% sobre o tendão patelar ; 20% na panturrilha

Fixação – Correia Supra-Condiliana

A prótese P.T.B pode ser Endoesquelética ou Exoesquelética.

Componentes

Prótese P.T.B Endoesquelética

Pé fixo

Adaptador feito em fibra de carbono, titanio ou aço

Complemento(Tubo)

Adaptador

Base

Soquete

Cartucho

Correia Supra- Condiliana

Feita de espuma e meia.Não pode molhar nem sujar

O cartucho veste o coto e tem a finalidade de evitar micro-traumas no coto do paciente. É feito em borracha esponjosa revestida de pelica. A sua confecção depende do biotipo do paciente.

Prótese P.T.B Exoesquelética

Pé fixo

Canela feita em madeira para fixar o pé

Complemento em Pedillen

Soquete

Cartucho

Correia Supra-Condiliana

Feita em plástico PVC, resina plástica e malha de algodão

  • Prótese P.T.B com coxal

Nível de amputação – Para amputações muito curtas da perna

Apoio – 80% no tendão patelar e 20% no coxal

Fixação – No coxal

Componentes – Pé fixo; Canela; Soquete; Complemento; Cartucho; Coxal.

O coxal prende e protege o coto, evitando que este escape. Ele fixa a prótese e dá uma descarga de 20% no coxal.

  • Prótese K.B.M

Indicada para pacientes com problemas circulatórios de retorno ( Ex: Arteriosclerose por diabetes).

Nível de amputação – 1/3 proximal da perna

Aprótese pode ser: endoesquelética e exoesquelética

Apoio - 100% no tendão patelar

Fixação – Correia Supra-Condiliana

Componentes – Pé fixo; Canela em madeira; Complemento; Soquete; Cartucho; Correia Supra-Condiliana. Possui soquete e cartuchos mais largos e duas cunhas laterais que recebe o coto esvaziado, sem sangue e sem linfa.

  • Prótese para Desarticulação do Joelho ou amputação de Gritti-Stokes

Componentes

Exoesquelética

Endoesquelética

Pé fixo

Pé fixo

Canela em madeira

Adaptador

Complemento

Tubo

Soquete abaixo do joelho ( pequeno)

Adaptador

Hastes laterais

Joelho em aço com impulsor encorporado.

Soquete

Soquete

Na prótese endoesquelética e exoesquelética a fixação será por contensão tibial quando o apoio for direto, e o tamanho do soquete será até 1/3 médio superior da coxa. Quando o apoio for indireto, a fixação será na tuberosidade isquiática e soquete será longo ( até a tuberosidade isquiática)

Notas de Aula

________Capítulo 08________

Joelhos – Prótese Transfemural

Joelhos para Prótese Endoesquelética

  • Joelho 3R15

Indicado para amputação curta da coxa, acima de 1/3 proximal. Joelho livre com freio e impulsor encorporado – possui uma mola no seu interior que dispara para realizar o movimento de extensão.

  • Joelho 3R16

Indicado para amputação longa da coxa. Joelho livre, com impulsor encorporado e rebaixado em sua parte superior para o paciente ter uma simetria.

  • Joelho 3R17

Indicado para coto muito curto e para pacientes com desarticulação de quadril. Joelho livre com impulsor encorporado e trava opcional ( o paciente pode escolher usar o joelho livre ou bloqueado).

  • Joelho 3R18

Indicado para amputação de 1/3 proximal e medial da coxa. Joelho livre e impulsor encorporado sem trava.

  • Joelho 3R19

Indicado para amputação de 1/3 distal da coxa. Joelho livre com impulsor encorporado sem trava. Possui duplo eixo, o que permite uma maior flexão.

Componentes da Prótese Endoesquelética

1. Pé fixo ou articulado

6. Adaptador

2. Adaptador

7. Tubo

3. Tubo - Complemento

8. Base

4. Adaptador

9. Soquete

5. Joelho

(Parte 1 de 3)

Comentários