Metodologia do Ensino da Matemática

Metodologia do Ensino da Matemática

Centro Universitário de Desenvolvimento do Centro-Oeste Mantido pela Associação Educacional do Planalto Central-AEPC

Credenciado pela Portaria MEC nº 1.670, de 05/10/2006 – D.O.U. 06/10/2006

PLANO DE ENSINO

1 - IDENTIFICAÇÃO

CURSO:

MATEMÁTICA

CÓDIGO:

-

DISCIPLINA:

Metodologia do Ensino da Matemática

CARGA HORÁRIA:

60/a

CURRÍCULO:

PRÉ-REQUISITO:

-

SEMESTRE/ANO:

 2°/2009    

TURMA:

6o Semestre.

PROFESSOR:

Marcelo Máximo Purificação, M.Sc.

2. EMENTA

  • Fundamentos históricos e políticos do processo de ensino e aprendizagem da matemática escolar no Brasil.

  • Fundamentos filosóficos e psicológicos do processo de ensino e aprendizagem da matemática escolar.

  • Organização do processo de ensino e aprendizagem da matemática escolar.

  • Planejamento, execução e avaliação do processo de ensino e aprendizagem da matemática escolar básica.

3. JUSTIFICATIVA

A disciplina Metodologia do Ensino da Matemática proporcionará uma visão geral aos graduandos, dos programas de nível fundamental e médio, no tocante aos temas da súmula, proporcionando aos futuros professores abordagens e discussões sobre Educação Matemática, bem como técnicas de ensino aplicáveis em sala de aula. Favorece a integração entre a teoria e a prática, formando no aluno uma consciência crítico-social contribuindo assim para os objetivos do curso.

4. OBJETIVO GERAL

Contribuir para que o graduando possa elaborar planejamentos em Educação Matemática para uma atuação profissional competente e com qualidade no campo da intervenção didática de matemática no ensino fundamental e médio.

5. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

6. CONTEÚDO – Roteiro de Aulas.

  • Adquirir fundamentos teóricos fundamentais no campo da Didática da Matemática que permitam instrumentalizar a ação pedagógica no ensino de matemática.

1ª Semana: 27 a 30/07/2009 3h.

- Apresentação do professor e da turma.

- Discussão do Plano de Ensino.

- Apresentação de tendências pedagógicas sobre o conhecimento, ensino e aprendizagem matemática.

  • Desenvolver habilidade a partir dos conhecimentos adquiridos.

2ª Semana: 03 a 07/08/2009 – 3h

- Desenvolvimento de conhecimentos sobre – A Educação Matemática.

  • Desenvolver atividades de fixação, aplicando questões contextualizadas que contemplem a linguagem metodológica.

3ª Semana: 10 a 14/08/2009 - 3h

-Desenvolvimento de conhecimentos sobre - A etnomatemática. Transposição didática, história da matemática.

  • Troca de experiência através de leitura compartilhada.

4ª Semana: 17 a 21/08/2009 – 3h.

Desenvolvimento de conhecimentos sobre – Transposição didática da matemática, a partir da leitura do livro “ A criança e o número”.

  • Exercer em diferentes graus de complexidade o processo de tomada de decisões.

5ª Semana: 24 a 31/08/2009 - 3h

- Desenvolvimento de conhecimento sobre - PCNs de Matemática.

  • Buscar entender conceitos básicos sobre a avaliação do livro didático.

6ª Semana: 01 a 04/09/2009 – 3h.

- Desenvolvimento de conhecimentos sobre – Avaliação do livro didático.

  • Ser um profissional adaptável atuando em diferentes ambientes e modelos organizacionais. Capaz de desenvolver o hábito da leitura e da escrita, que será expressa em forma de Ensaio, que pontuará como uma das avaliações. Atividade de Ensino Aprendizagem - (Iniciação científica – IC), desenvolvida individualmente.

7ª Semana: 07 a 11/09/2009 3h

- Avaliação de livro didático para os anos iniciais do Ensino Fundamental, com base no livro “A criança e o número”, de Constance Kamii.

  • Identificar os conteúdos propícios para cada fase do ensino.

8ª Semana: 14 a 18/09/2009 – 3h.

Desenvolvimento de conhecimento sobre – Avaliação do livro de didático do Ensino Fundamental.

  • Sondagem de conhecimentos.

9º Semana: 21 a 25/09/2009 – 3h.

Avaliação de Conhecimentos – A1.

  • Considerar a metodologia do ensino da matemática como aspecto indispensável a formação acadêmica do educando da área.

10ª Semana: 28 a 30/09/2009 – 3h

Desenvolvimento de conhecimentos sobre – Avaliação do livro didático do Ensino Médio.

  • Perceber a construção de valores sobre teorias de aprendizagem matemática.

11ª Semana: 01 a 09/10/2009 – 3h.

Desenvolvimento de conhecimentos sobre – Teorias da aprendizagem matemática. Campo conceitual: abordagem interativa e abordagem desenvolvimentista.

  • Planejar dentro das diversas áreas do conhecimento, situações em que o aluno aprenda a utilizar seus conhecimentos como instrumento de compreensão da realidade.

12ª Semana: 12 a16/10/2009 – 3h

Desenvolvimento de conhecimentos sobre - A Matemática aprendida fora da escola.

  • Construir o conhecimento a respeito da aprendizagem e do desenvolvimento dos alunos no processo ensino-aprendizagem.

13ª Semana: 19 a 23/10/2009 – 3h.

Desenvolvimento de conhecimentos sobre – A matemática deve ser aprendida por todos. O fazereducativo: um processo contínuo de ação-reflexão-ação.

  • Refletir sobre o papel das tecnologias de Informação e de comunicação na educação superior.

14ª Semana: 26 a 31/10/2009 – 3h.

Desenvolvimento de conhecimentos sobre – as experiências informais de qualificação extraclasses e o processo de construção da linguagem: longo, lento e social.

  • Compreender as especialidades do trabalho docente, na situação institucional formativa e curricular.

15ª Semana: 02 a 06/11/2009 – 3h

Desenvolvimento de conhecimentos sobre - Como preparar um planejamento, uma aula e uma prova.

  • Analisar a prática pedagógica docente como prática social nas suas múltiplas determinações, dimensões formativas e relações envolvidas.

16ª Semana: 09 a 13/11/2009 – 3h.

Apresentação de micro-aula sobre conteúdo programático do Ensino Fundamental e Médio.

  • Elaborar uma micro – aula, estruturada na proposta da disciplina a partir da realidade vivenciada e dos conceitos teórico-práticos adquiridos.

17ª Semana: 16 a 21/11/2009 – 3h.

Apresentação de micro-aula sobre conteúdo programático do Ensino Fundamental e Médio.

Desenvolver a sensibilidade e a competência para observar no educando o processo de resolução de situação-problema e saber analisar de forma crítica, os potenciais, os limites e as dificuldades do educando.

18ª semana: 23/ a 27/11/2009 – 3h

- Avaliação do livro didático das séries finais do Ensino Fundamental e desenvolvimento de conhecimentos sobre os conteúdos programáticos de cada série.

Saber planejar a ação pedagógica voltada ao entendimento de objetivos ligados à aprendizagem matemática, desenvolvendo competências quanto ao uso dos meios didáticos.

19ª Semana: 01 a 04/12/2009 – 3h.

- Desenvolvimento de conhecimentos sobre Teorias da aprendizagem da matemática. Campo conceitual: abordagem interativa e abordagem desenvolvimentista

Obter uma posição crítica e competente acerca da utilização de meios de ensino-aprendizagem presentes, na apresentação da micro-aula.

Atividade de Ensino Aprendizagem - Conclusão e apresentação do Ensaio produzido a partir de um conteúdo temático da disciplina. (Iniciação científica – IC).

20ª semana: 07 a 11/12/2009: 3h

- Desenvolver conhecimentos sobre a preparação de um planejamento, de uma aula e de uma prova.

- Apresentação de Aula sobre conteúdo programático de nível fundamental e médio.

- Atividade de Ensino Aprendizagem - Apresentação do Ensaio. (Atividade de iniciaciação científica) 8,5h. Desenvolvida individualmente.

- Desenvolver uma representação positiva sobre a ciência matemática, capaz de transmitir essa percepção aos futuros alunos, por meio de didáticas adequadas para o ensino e aprendizagem atemática.

21ª Semana: 14 a 18/12/2009 – 3h.

- Avaliação coletiva dos conhecimentos desenvolvidos no semestre e levantamentos dos principais pontos.

AVALIAÇÃO II

7. METODOLOGIA

Aulas expositivas e práticas. Trabalhos de pesquisa individual e em equipe. Análise de textos e livro especializado para debates e estudos dirigidos.

9. AVALIAÇÃO

- Os estudos de Metodologia do Ensino da Matemática pautam-se na concepção de avaliação formativa, compreendido de teoria e prática como o processo que permite o desenvolvimento do aluno, do professor, do curso e da Instituição. Neste sentido avaliação é processual e dialética, pautando-se no compromisso pedagógico que os sujeitos pactuam no inicio do trabalho pedagógico e nas decisões que tomam durante a realização do mesmo. Focando a iniciativa a iniciação científica, a partir de um Ensaio e um estudo mais concretos de questões discursivas e contextualizadas. Cujos objetivos são:

* Promover um acompanhamento contínuo do desenvolvimento do aluno na disciplina;

* Verificar, de maneira diagnóstica, se os objetivos propostos estão sendo ou não alcançados;

* Estimular a criatividade do professor no processo avaliação.

9.1 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

As avaliações serão no decorrer do processo, valorizando aspectos qualitativos sobre os quantitativos, observando a freqüência, interesse, participação e a socialização em sala de aula.

Além de:

  • Questões discursivas.

  • Atividades em grupo

  • Exercícios individuais

Elaboração de Ensaio.

9.2 INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO E CÁLCULO DA NOTA FINAL

1ª Avaliação (A1):

CÁLCULO DAS NOTAS

MF = (A1)+ (A2))

2

Onde: MF = Média Final;

A1 = 1ª Avaliação;

A2 = 2ª Avaliação;

Se MF 5,0 o aluno estará aprovado

Obs.: Arredondar 0,25 para 0,5 e 0,75 para 1,0

Para ser aprovado o aluno terá que ter no mínimo 75% da freqüência da carga horária total da disciplina.

- Elaboração de um artigo científico (60%)

- Resolução de questões discursivas . (40%)

2ª Avaliação (A2):

- Aulas ministradas pelos alunos (40%)

- Avaliação Geral (60%)

10. BIBLIOGRAFIA

10.1. BÁSICA

DÁMBRÓSIO, U. Da realidade à ação: reflexões sobre a Educação Matemática – Campinas, Summus, 1986.

KAMIL e DECLARK, G. Reinventando a Aritmética. Papirus. Campinas.SP. 1986.

FREITAS, Jose Luiz M. e BITTAR, Marilena. Fundamentos e Metodologias de Matemática para os ciclos iniciais do ensino fundamental. Campo Grande, MS: Ed. UFMS, 2004.

KAMII. Constance. A criança e o número. 31a ed. Campinas. SP: Papirus,2003.

10.2. COMPLEMENTAR

MACHADO, N.J. – Matemática e Educação. São Paulo: Cortez, 1992.

RANGEL. A. C.S. Educação Matemática e a construção do número pela criança: uma experiência em diferentes contextos sócio-economicos. Editora Arte Médicas.

TOLEDO, Marília e TOLEDO, Mauro. Didática da matemática: como dois e dois: a construção da matemática. São Paulo: FTD, 1997.

11. CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

Aula

Data

Assunto

Atividade

1

27/07

Apresentação do professor e da turma. Discussão do Plano de Ensino. Apresentação das tendências pedagógicas sobre o conhecimento, ensino e aprendizagem matemática.

Teórica

2

03/08

Debate sobre Educação Matemática, etnomatemática, transposição didática, história da matemática, didática da matemática e PCN de Matemática. .

Prático: - Leitura do livro “A criança e o número”, de Constance Kamii.

Teórica/Prática

3

10/08

Desenvolvimento de conhecimento sobre Fundamentos do processo de ensino e aprendizagem da matemática escolar. - Avaliação de livro didático para os anos iniciais do Ensino Fundamental, com base no livro “ A criança e o número”, de Constance Kamii.

Teórica/Prática

4

17/08

Avaliação do livro didático das séries finais do Ensino Fundamental e desenvolvimento de conhecimentos sobre os conteúdos programáticos de cada série.

Teórica

5

24/08

Desenvolvimento de conhecimentos sobre Teorias da aprendizagem da matemática. Campo conceitual: abordagem interativa e abordagem desenvolvimentista.

Teórica

6

31/08

Desenvolvimento de conhecimentos sobre a matemática aprendida fora da escola e a importância da autonomia na aprendizagem. (

Teórica

7

14/09

Debate sobre Princípios Metodológicos – A matemática deve ser apropriada por todos. O fazer educativo: um processo contínuo de ação-reflexão-ação.

Teórica

8

21/09

A1 – Avaliação de Conhecimentos

Teórica/Prática

9

28/09

Desenvolvimento de conhecimentos sobre: as experiências informais de quantificação extraclasses e o processo de construção da linguagem: longo, lento e social.

Teórica

10

05/10

Desenvolver conhecimentos sobre a preparação de um planejamento, de uma aula e de uma prova.

Teórica

11

19/10

Exposição do professor sobre o conteúdo e sua aplicabilidade no dia-a-dia.

Prática:Apresentação de Aula sobre conteúdo programático de nível fundamental e médio.

Teórica/Prática

12

26/10

Exposição do professor sobre o conteúdo e sua aplicabilidade no dia-a-dia.

Prática:Apresentação de Aula sobre conteúdo programático de nível fundamental e médio.

Teórica/Prática

13

09/11

Exposição do professor sobre o conteúdo e sua aplicabilidade no dia-a-dia.

Prática:Apresentação de Aula sobre conteúdo programático de nível fundamental e médio.

Teórica/Prática

14

16/11

Exposição do professor sobre o conteúdo e sua aplicabilidade no dia-a-dia.

Prática:Apresentação de Aula sobre conteúdo programático de nível fundamental e médio.

Teórica/Prática

15

23/11

Avaliação coletiva dos conhecimentos desenvolvidos no semestre e levantamentos dos principais pontos.

Teórica

16

07/12

A2 – Aulas ministradas pelos alunos (40%) e Avaliação Geral (60%).

Apresentação do Ensaio construido a partir de um conteúdo programático da disciplina.

Teórica

17

14/12

Resultados Finais

Teórica

Termo de Compromisso do (a) Professor (a) do UNIDESC:

Eu, Marcelo Máximo Purificação, professor (a) do UNIDESC, comprometo-me a cumprir e divulgar aos discentes as atividades acadêmicas previstas neste planejamento, atender as normas gerais regulamentadas para o seu desenvolvimento, nos termos do UNIDESC, e enviar este documento, via eletrônica, para o e-mail academico@unidesc.edu.br.

Luziânia, ____de _____________ de _______.

Assinatura do Professor: _____________________________________________________________

Assinatura do Coordenador do Curso: ___________________________________________

Página 7 de 7

Comentários