Modelo Fichamento Bibliográfico

Modelo Fichamento Bibliográfico

Fichamento de Pesquisas Bibliográficas

Ao considerar que o material bibliográfico nem sempre pertence ao pesquisador, o fichamento do material selecionado permite resgatar as informações a qualquer momento. Ou seja, as fichas permitem:

  1. identificar as obras

  2. conhecer seu conteúdo

  3. fazer citações

  4. analisar o material

  5. elaborar críticas

A ficha, sendo de fácil manipulação, permite a ordenação do assunto e a seleção constante da documentação.

Modelo de estrutura:

Tipo: (livro, revista, jornal, manual, site etc)

Assunto / tema:

Referência bibliográfica: (conforme Norma ABNT)

Resumo / conteúdo de interesse:

Citações:

Página:

1

2

3

Considerações do pesquisador (aluno):

Indicação da obra: (indicar qual a finalidade ou o público que a obra se destina)

Local: (indicar o local onde a obra encontra-se disponível, caso haja necessidade de realizar nova consulta)

Exemplo:

Tipo: LIVRO

Assunto / tema: Ocupações Marginais no Nordeste Paulista

Referência bibliográfica: (conforme Norma ABNT)

MARCONI, Marina de Andrade. Garimpos e garimpeiros em Patrocínio Paulista. São Paulo: Copnselho Estadual de Artes e Ciências Humans, 1978, 152p.

Resumo / conteúdo de interesse:

Insere-se no campo da Antropologia Cultural. Utiliza documentação indireta de fontes secundárias e direta, colhidos os dados por meio de formulários.

Apresenta a caracterização física do Planalto Nodeste Paulista.

Analisa a organização econômica do planalto, descrevendo o aspecto legal do sistema de trabalho e das formas de contrato, assim como a atividade exercida e as ferramentas empregadas em cada fase do trabalho. Registra os tipos de equipamentops das habitações e examina o nível de vida das famílias.

Descreve o tipo de família, sua composição, os laços de parentesco e a educação dos filhos. Examina a escolaridade e a modalidade profissional entre gerações.

Discrina as formas de lazer, os hábitos alimentares, de higiene e de vestuário.

Conclui que o garimpeiro ainda conserva a cultura do campo, embora em processo de aculturação. Exerce o nomadismo. É solidário.

A obra apresenta gráficos, fotos, mapas e desenhos.

Esclarece aspectos econômicos e sócio-culturais da atividade de mineração de diamantes na região rural de maior número de garimpeiros no Nordeste Paulista.

Citações:

Página:

1 “ Entre os diversos tipos humanos característicos existentes no Brasil, o garimpeiro apresenta-se, desde os tempos coloniais, como um elemento pioneiro, desbravador e, sob certa forma, como agente de integração nacional.”

7

2 “Os trabalhos no garimpo são feitos, em geral, por homens, aparecendo a mulher muito raramente e apenas no serviço de lavação ou escolha do cascalho, por serem mais suaves do que o de desmonte.”

26

3 “A característica fundamental no comportamento do garimpeiro (...) é a liberdade.”

130

Considerações do pesquisador:

Os dados, obtidos por levantamento próprio, com o emprego do formulário e entrevistas, caracterizam sua originalidade.

É um trabalho detalhado, sobretudo nos aspectos sócio-culturais, porém não permitem uma generalização, por se ter restrito ao garimpo de diamantes em Patrocínio Paulista.

Indicação da obra:

Indicado para estudantes de Ciências Sociais e para as disciplinas de Antropologia Cultural e Social.

Local: Biblioteca Pública Municipal Mário de Andrade.

Atividade proposta:

Uma vez definido o tema do trabalho, solicitar aos alunos o fichamento das pesquisas bibliográficas.

Sugestão de exercício:

Acompanhe os alunos até a biblioteca da escola e peça a eles para realizarem o fichamento de uma ou duas obras (livros, revistas etc) com conteúdo relativo ao tema do trabalho.

CENTRO PAULA SOUZA

COORDENADORIA DE ENSINO MÉDIO E TÉCNICO – CETEC

2008

Comentários