cimentaçao de poços de petróleo

cimentaçao de poços de petróleo

http:/w.onacsolutions.com http:/w.onacsolutions.com

Preenchimento do espaço anular (paredes do poço –coluna de revestimento) com cimento com o objetivo de fixar a tubulação e evitar que haja migração de fluidos entre as diversas zonas permeáveis atravessadas pelo poço, por detrás do revestimento.

A cimentação do espaço anular é realizada, basicamente, mediante o bombeio de pasta de cimento e água, que é deslocada através da própria tubulação de revestimento.

Vídeo PETROBRAS -Cimentação http:/w.onacsolutions.com

A composição típica de um cimento Portland, é a seguinte:

–Cal (CaO)60 a 67%
)17 a 25%
)3 a 8%
)0,5 a 6%

A composição é alterada de acordo com as necessidades físico-químicas de cada zona perfurada e temperaturas e pressões envolvidas.

http:/w.onacsolutions.com

Considerando para efeito prático Cal = C,

Sílica = S, Alumina = A e Óxido de Ferro =

F, teremos compostos mais complexos originados da cura do cimento que têm grandes impactos no processo de cimentação:

Aluminato Tricálcio (C 3 A):Controla a pega inicial e o tempo de endurecimento da pasta. Responsável pela baixa resistência aos sulfatos (a não ser que o cimento tenha < 3% de C 3 A).

http:/w.onacsolutions.com

Ferro-aluminato Tetracálcio (C 4 AF):

Controla a resistência à corrosão química do cimento.

Silicato Tricálcio (C 3 S):Controla a resistência inicial do cimento (até 28 dias). É o composto mais abundante no cimento.

Silicato Dicálcio (C 2 S):Possui uma baixa resistência mecânica inicial, porém confere ao cimento um aumento da resistência no longo prazo.

http:/w.onacsolutions.com

Classificação API –9 classes. Mais Comuns: A, B, C, G, H (Brasil)

J -para 12000-16000 ft e HPHT.

http:/w.onacsolutions.com

Acelerador de pega –NaCle CaCl2 .

Retardador de Pega –Organometálicos.

Dispersantes - Lignossulfonatos

Controlador de Filtrado –Carboxi-Metil- Celulose.

Retrogressão – Sílica.

http:/w.onacsolutions.com http:/w.onacsolutions.com http:/w.onacsolutions.com

Realizada após a descida de cada coluna de revestimento no poço. A qualidade da cimentação primária geralmente é avaliada após a cura do cimento por perfis acústicos.

Como objetivo da cimentação primária temos posicionar uma pasta de cimento

(água, cimento e aditivos especiais) íntegrano espaço anular revestimento – formação.

http:/w.onacsolutions.com

A pasta de cimento é um fluido a ser bombeado até a sua posição final e, então, em repouso, adquirir resistência compressiva suficiente para:

–Restringir o movimento de fluidos entre as diferentes formações atravessadas (por exemplo, zonas de diferentes pressões, isolar aqüíferos, etc).

–Prover aderência entre o cimento e a formação.

–Prover suporte mecânico para o revestimento.

http:/w.onacsolutions.com CIMENTAÇÃO DE UM ESTÁGIO http:/w.onacsolutions.com

http:/w.onacsolutions.com http:/w.onacsolutions.com

A cimentação secundária é utilizada para se fazer correções na cimentação primária e operações de completação, como por exemplo:

–Recimentaçãode zonas que ficaram com falhas durante a cimentação primária.

–Reparar vazamentos encontrados no revestimento.

–Fechar (tamponar) zonas produtoras canhoneadas, a fim de eliminar a produção de fluidos indesejáveis.

–Tamponar o poço no caso de abandono do mesmo, no combate de perdas de circulação e desvio de fundo.

http:/w.onacsolutions.com

Superfície: Água + Acel. de pega + Cimento.

Produção / Intermediário:Água + Retar. de Pega + Dispersante + Control. de Filtrado + Cimento.

Zonas de Sal:Água + Sal + Retar. de Pega + Disper. + Control. de Filtrado + Cimento.

Zonas de Gás:Água + Dispersante + Látex + Control. de Filtrado + Retar. de Pega + Cimento.

HPHT:Água + Retar. de Pega + Dispersante + Control. de Pega + Sílica + Cimento.

http:/w.onacsolutions.com

SAPATA:Utilizada como um guia para a introdução do revestimento no poço. Muitas possuem um sistema que permite a passagem do fluido em um único sentido, para evitar o retorno do cimento após seu deslocamento

COLAR:Éposicionado acima da sapata, com função de reter os tampões de cimentação.

TAMPÕES:Feitos de borracha flexível (filme passado em sala de aula), normalmente são lançados em par (um tampão de fundo e um de topo).

http:/w.onacsolutions.com

O tampão de fundo, lançado primeiro, vai limpando o revestimento até chegar no fundo (zona de cimentação). Pelo aumento da pressão (compressão do cimento), a membrana existente neste tampão rompese dando passagem ao cimento.

O tampão de topo é rígido, usado para separar o colchão de cimento e o fluido de perfuração, usado para o deslocamento e posterior compressão do cimento.

http:/w.onacsolutions.com

COLAR DE ESTÁGIO:Aparece posicionado em algum ponto intermediário da coluna, permitindo que a cimentação seja realizada em mais de uma etapa, quando o trecho a cimentar é muito extenso ou quando existem zonas críticas muito acima da sapata.

CENTRALIZADORES:Colocados no lado externo da coluna, como se fossem

“aletas”, centralizam a coluna para uma boa distribuição do cimento.

http:/w.onacsolutions.com

ARRANHADOR:Utilizado para a remoção mecânica do reboco da parede do poço.

REVESTIMENTO (ECP):É instalado no lado externo da coluna, podendo ser inflável, para promover a vedação do espaço anular parede do poço -coluna de revestimento de uma seção de interesse.

Comentários