Lista de Exercícios - Soluções

Lista de Exercícios - Soluções

LISTA I – SOLUÇÕES

1) Sabendo-se que a solubilidade da sacarose é:

204 g de sacarose/ 100 g de H2O ( 20°C)

220 g de sacarose/ 100 g de H2O ( 30°C)

Responda:

250 g de sacarose são adicionados a 100 g de água a 20°C. Depois de agitar o sistema suficientemente, mantida a temperatura constante, podemos afirmar que:

(a) Toda a sacarose dissolve-se e a solução obtida é insaturada.

(b) Toda a sacarose dissolve-se e a solução obtida é saturada.

(c) 46 g de sacarose não se dissolvem, constituindo corpo de chão e a solução sobrenadante é saturada.

(d) 46 g de sacarose não se dissolvem, constituindo corpo de chão e a solução sobrenadante é insaturada.

Qual é a massa da sacarose que deve ser dissolvida em 50 g de água para se obter uma solução

saturada a 30°C?

As massa de sacarose e de água contidas em 640 g de solução saturada a 30°C são, respectivamente:

(a) 220 g e 420 g

(b) 440 g e 200 g

(c) 202 g e 438 g

(d) 404 g e 236 g

(e) 320 g e 320 g

Resfriando-se 160 g de uma solução saturada de sacarose, inicialmente a 30°C, até a temperatura atingir 20 °C, qual é a massa de sacarose que cristaliza, constituindo um corpo de fundo?

2) Tem-se no laboratório um frasco de solução cuja concentração é fixa. Se cada uma das operações abaixo for efetuada, o que acontece com a massa do soluto e com a concentração obtida no frasco, após cada uma das operações, em relação à solução do frasco original (aumenta; diminui; não se altera). Justifique cada resposta sem efetuar cálculos.

(a) Retiramos 25,00 mL da solução do frasco.

Massa: _________________________ Concentração: _______________________

(b) Dividimos o volume total do frasco em duas partes iguais.

Massa: _________________________ Concentração: _______________________

(c) Adicionamos água de modo a dobrar o volume de solução.

Massa: _________________________ Concentração: _______________________

(d) Sem que haja alteração de volume, acrescentamos mais soluto.

Massa: _________________________ Concentração: _______________________

3) Calcule a concentração em % m/v de uma solução obtida dissolvendo-se 20 g dicromato de potássio (K2Cr2O7) em água de modo a perfazer 500 mL de solução. Qual o valor dessa concentração se for expressa em g/L?

4) Calcule a massa de nitrato de bário necessária para preparar 150 mL de uma solução 35% m/v . Se, ao invés de usarmos nitrato de bário usássemos o nitrato de cálcio, a massa necessária para preparar esta solução seria diferente da calculada?

5) Calcular o volume de solução no qual devem ser dissolvidos 75,0 g de iodeto de potássio afim de que a solução seja 25 %m/v.

6) Uma solução foi preparada pesando-se 150 g de hidróxido de potássio e dissolvendo-o de modo a se obter 2,0 L de solução. Qual a concentração da solução em g/L? E em %m/v?

7) 17,1 g de sulfato de alumínio são dissolvidos em água suficiente para obtenção de 80,0 mL de solução.

Calcule a concentração da solução em mol/L.

8) Calcule a concentração em mol/L das soluções abaixo:

a) 25,0 g de hidróxido de sódio em 75,0 mL de solução

b) 100 g de carbonato de sódio em 1,50 L de solução

c) 2,45 g de ácido clorídrico em 50,0mL de solução

d) 1,00 g de cloreto de sódio em 20,0 mL de solução

9) Uma solução aquosa de dicromato de potássio (K2Cr2O7) tem concentração igual a 2,0 mol/L. Calcule a concentração dessa solução em g/L e %m/v.

10) Calcule a massa de permanganato de potássio necessária para se preparar 200 mL de solução 0,02 mol/L.

11) 100 g de NaOH dissolvidos em 400 mL de água forneceram 420 mL de solução. Calcule:

(a) A concentração em g/L

(b) A concentração em % m/v

(c) A concentração em mol/L

12) Como monitor do laboratório de Química Geral você deverá cumprir as seguintes tarefas:

a) preparar 400 mL de uma solução 3,75 %m/v de nitrato de prata.

b) preparar 750 mL de uma solução 30 g/L de hidróxido de sódio.

c) preparar 3,5 L de uma solução 0,01 mol/L de carbonato de sódio.

Descreva como proceder em cada um dos casos.

Obs.: Todas as substâncias são sólidas a temperatura ambiente

13) Calcule a massa, em gramas, presente nas seguintes soluções de ácido clorídrico:

a) 20,0 mL de solução 5,0 mol/L .

b) 150 mL de solução 5,0% m/v.

c) 75,0 mL de solução 5,0 g/L.

14) Calcule a massa, em gramas, presente em 200 mL nas seguintes soluções 0,1 mol/L:

a) ácido sulfúrico b) cloreto de sódio c) nitrato de prata d) hidróxido de sódio

15) Calcule a massa, em gramas, presente em 200 mL nas seguintes soluções 0,1 g/L:

a) ácido sulfúrico b) cloreto de sódio c) nitrato de prata d) hidróxido de sódio

16) Para adoçar um cafezinho, uma pessoa usou 3,42 g de sacarose. Sabendo que o volume do cafezinho é igual a 50,0 mL, calcule a concentração em mol/L e em % m/v.

Dada a massa molar da sacarose: 342g/mol.

17) Qual é o volume máximo de solução de iodeto de sódio de concentração 0,40 mol/L que pode ser obtido a partir de 300 g do respectivo sal?

18) A concentração de ácido acético num vinagre é igual a 0,50 mol/L. Calcule essa concentração em g/L e %m/v. Dada a massa molar do ácido acético = 60 g/mol.

19) Qual é o volume máximo de solução de hidróxido de sódio de concentração igual a 2,5 mol/L que pode ser obtido dissolvendo-se 20,0 kg de NaOH de 96% de pureza em água suficiente.

20) Qual é a massa de sulfato cúprico pentahidratado necessária para a obtenção de 1,50 L de solução de concentração igual a 0,25 mol/L?

21) 500 mL de uma solução aquosa de iodeto de potássio de concentração igual a 0,50 mol/L são submetidos à evaporação até o volume final se reduzir a 320 mL de solução. Qual é a concentração em mol/L da solução obtida?

22) Calcule a concentração (em g/L) da solução obtida quando se adicionam 300 mL de água a 200 mL de solução de glicose de concentração igual a 10,0 g/L.

23) Pipetaram-se 10,00 mL de uma solução aquosa de hidróxido de sódio de concentração 1,0 mol/L. Em seguida, adicionou-se aos 10,00 mL pipetados água suficiente para atingir o volume final de 500 mL. Qual a concentração da solução resultante, em mol/L?

24) Um aluno deseja preparar 1500 mL de solução 1,4 mol/L de ácido sulfúrico, diluindo uma solução 2,8 mol/L do mesmo ácido. Como ele deve proceder?

25) Um químico possui em seu estoque 500 mL de solução 1,0 mol/L de cloreto de sódio. Para que possa aproveitá-la na preparação de uma solução 2,0 mol/L deste mesmo sal ele deve:

a) adicionar 500 mL de água

b) evaporar 250 mL de água dessa solução

c) adicionar 0,5 mol de cloreto de sódio

d) preparar 600 mL de solução 3,0 mol/L de NaCl e juntar as duas soluções.

26) De acordo com a padronização internacional, a água potável não pode conter mais do que 5,0 · 10–4 mg de mercúrio (Hg) por grama de água. Expresse essa quantidade máxima permitida de Hg em ppm.

27) Em cada 100 mL (0,10 L) de suco gástrico produzido pelo estômago durante o processo de digestão existem 0,0010 mol de HCl. Calcule a molaridade dessa solução.

RESPOSTAS

1) (c) 46 g de sacarose não se dissolvem, constituindo corpo de chão e a solução sobrenadante é saturada.

110g de sacarose / (b) 440 g e 200 g / 8g de corpo de chão

2) (a) a massa diminui: foi retirada uma massa proporcional aos 25,00 mL; a concentração não se altera pois a proporção massa/volume permanece constante.

(b) a massa diminui: fica reduzida à metade; a concentração não se altera (idem item a). (c) a massa não se altera: a quantidade de soluto não sofre nenhuma alteração em relação ao frasco original; a concentração diminui: teremos uma mesma massa para um volume que é o dobro do original, logo, a concentração será a metade da do frasco original.

(d) a massa aumenta: se há acréscimo de soluto, há aumento de massa do mesmo; a conc. aumenta

pois teremos uma massa maior para um mesmo volume de solução.

3) 4,0% m/v e 40 g/L

4) 52,5 g. Independente da substância a ser utilizada, a massa necessária para preparar a solução em questão será de 35 g para cada 100 mL de solução.

5) 300 mL de solução

6) C = 75 g/L e 7,5% m/v

7) C = 0,626 mol/L

8) a) C = 8,3 mol/L

b) 6,28 x 10 - 1 mol/L

c) 1,34 mol/L

d) 8,55 x 10 - 1 mol/L

9) C = 588 g/L e 5,88%m/v

10) 0,632 g

11) a) 238 g/L

b) 23,8 %m/v

c) 5,95 mol/L

12) a) Pesar 15 g de AgNO3, dissolver em água suficiente, acrescentar água até completar 400 mL,

homogeneizando bem a solução. b) Pesar 22,5g g de NaOH, dissolver em água suficiente, acrescentar água até completar 750 mL, homogeneizando bem a solução.

c) Pesar 3,71 g de Na2CO3, dissolver em água suficiente, acrescentar água até completar 3,5 L,

homogeneizando bem a solução.

13) a) 3,65g

b) 7,5 g

c) 3,75 x 10 - 1 g

14) a) 1,96 g de H2SO4

b) 1,17 g de NaCl

c) 3,4 g AgNO3

d) 0,8 g de NaOH

15) 0,02 g em todos os itens.

16) C = 0,2mol/L e 6,84 % m/v

17) 5,0 litros

18) C = 30 g/L e 3,0 % m/v

19) 192 litros

20) 93,6 g deCuSO4. 5 H2O

21) 7,8 x 10 - 1 mol/L

22) 4,00 g/L

23) 2,0 x 10 - 2 mol/L

24) Deve misturar 750 mL da solução 2,8 mol/L

com 750 ml de água.

25) letra b e letra c

26) 0,5ppm

27) 0,01M

Comentários