Monte você mesmo sua chocadeira

Monte você mesmo sua chocadeira

(Parte 2 de 2)

Não. Pois a temperatura dentro da chocadeira fará com que os ovos estourem, sujando e infectando os outros ovos.

5- Depois de ligada a chocadeira e ajustada a temperatura como colocar os ovos?

Depois de estabilizada a temperatura da chocadeira vá colocando os ovos deitados em fileira na grelha deixando espaço para que os mesmos possam ser movidos.

6- Com quantos dias depois posso começar a mexer os ovos?

Depois de postos na chocadeira mexer cuidadosamente após 3 dias (ou 72 horas), sempre devagar e no mínimo 3 vezes ao dia.

7- Tem horário rígido para o meximento?

Não, porém lembre-se que são pelo menos 3 vezes ao dia, preferencialmente uma vez pela manhã, uma vez a tarde e outra à noite.

8- Como deve ser o meximento?

Nunca puxe a ponta da grelha que fica na gaveta em movimentos vai e vem. Você deve apenas puxá-la na primeira mexida, empurrá-la na Segunda e puxá-la novamente na próxima e assim por diante até faltar um dia para a data prevista do nascimento (ver tabela de eclosão no manual do usuário).

9- Posso abrir a(s) gaveta(s) para verificar os ovos?

Não recomendamos fazê-lo, pois dependendo das condições ambientais externas (que varia de cidade para cidade) podem haver perdas durante o nascimento. Entretanto aqueles que desejarem arriscar devem fazê-lo à noite, com a chocadeira desligada, após 1/3 do tempo de eclosão da ave (p.ex. galinha » 21x1/3 » 7dias) e com a maior brevidade possível. Os que não estiverem fecundados poderão ainda ser aproveitados em bolos, tortas etc.

10- Como saber se estão fecundados?

Os ovos devem ser examinados com o bico para baixo e sob um feixe lateral de luz. Os ovoscópios de luz monocromática (p. ex. a raios laser) são os melhores para visualizar detalhes do embrião, entretanto qualquer bom ovoscópio pode revelar o contraste que caracteriza a fecundação.

1- Retirados os ovos não fecundados posso colocar outros ovos no espaço daqueles retirados? Não recomendamos, pois geralmente altera as condições de temperatura, umidade e oxigenação naquele momento.

12- Perto do dia do nascimento o que devo fazer?

Na véspera do dia da eclosão evite mexer os ovos, pois os pintos já buscam a posição adequada para eles nascerem. Após o nascimento, deixe-os no mínimo duas horas dentro da chocadeira e no máximo 6 horas (eles podem atrapalhar o nascimento dos demais pintos, apesar de terem reserva nutritiva para até 48 horas sem comida). Aqueles que possuírem uma nascedeira devem utilizá-la para evitar a infecção da chocadeira com as fezes dos pintinhos.

13- Quanto tempo devo tirar os ovos da chocadeira?

Espere até dois dias após o período de eclosão estabelecido para a ave (ver tabela de eclosão no manual do usuário) para então realizar a limpeza na chocadeira.

14- Após a retirada dos ovos que não nasceram, posso colocar imediatamente novos ovos na chocadeira?

Não recomendamos. A chocadeira deve ser limpa com solução anti-séptica e em seguida permanecer de 8 a 12 horas sob ventilação (com as gavetas retiradas e a porta inferior aberta).

15- Depois de tirados da chocadeira quais os cuidados que devemos ter com os recém nascidos?

Se você não tem o pinteiro (ou criadeira) poderá improvisar um utilizando uma caixa de papelão ou madeira com piso abrasivo (para evitar o aleijamento das aves). Uma fonte de calor (lâmpada de 40W) e um ou mais bebedouro de passarinho são essenciais para evitar altos índices de mortalidade, bem como ração de crescimento de boa qualidade (rica em proteínas). A água do bebedouro tem que ser trocada diariamente, pois a higiene nos primeiros dias é muito importante.

16- A alimentação das aves-mãe influi na taxa de nascimento em chocadeiras?

Sim. Aves-mãe devem ter tratamento diferenciado em termos de ração (rica em proteínas e sais minerais) e suplementos alimentares (vitaminas e aminoácidos)

17- Como a consangüinidade pode afetar as aves recém-nascidas?

Depende da ave. Em codornas o incesto causa nascimento precoce (14 dias) e os pintos não se desenvolvem como seus pais (raquitismo). Em gansos os ovos podem nem sequer nascer. Em galinhas caipiras a consangüinidade é bem tolerada e seus efeitos podem levar anos para serem percebidos.

18- Quanto tempo pode faltar energia elétrica sem prejudicar a chocada?

Durante as primeiras 48 horas no máximo 15 minutos, após esse tempo, é tolerada até quatro horas a partir de então começam as perdas (que depende da ave).

19- Podemos anotar nos ovos a data que eles estão indo para a chocadeira?

Sim, mas somente com carvão vegetal ou lápis grafite. Nunca com tinta ou esmaltes, pois o ovo respira pela casca.

20- Existe uma proporção macho-fêmea ideal para otimizar a fecundação?

Depende da ave. Em codornas é de um macho para quatro fêmeas (1»4), em galinhas de raça aprox. 1» 5, em gansos é de aprox. 1»3 etc.

21- Posso chocar aves de diferentes espécies ao mesmo tempo na mesma chocadeira?

Sim. Desde que haja faixas de temperatura em comum. Por exemplo, em 37,5ºC (9,5ºF) pode-se chocar galinha, angola, codorna e pata. A taxa de nascimento não será máxima para todas as aves porque a temperatura não é a ótima para todas elas e também o período de eclosão por ser diferente altera as condições dentro da chocadeira.

Dicas

• A estocagem dos ovos não deve ser superior a sete (7) dias. • A temperatura para estocagem é de 12,7o C, e a umidade de 75%.

• Os ovos estocados devem ser girados no mínimo duas vezes por dia.

• Os ovos devem ser estocados com a ponta para baixo.

• O transporte dos ovos deve ser feito com bastante cuidado, evitando que não haja impactos, abafamento ou exposição sol.

• A coleta dos ovos deve ser feita pelo menos duas vezes por dia para evitar que as aves antecipem a incubação.

• O controle sanitário, a idade e a alimentação das matrizes devem ser rigorosos.

Vermifugar o plantel anualmente, usar água limpa e fresca e ração balanceada, são também imprescindíveis. • As regulagens de temperatura e umidade são muito importantes.

• Para chocadeiras que trabalham com cargas múltiplas, recomendamos o uso do nascedouro (eclodidor), para que não haja contaminação dos ovos durante o nascimento.

• Em chocadeiras que não dispõe do giro automático, os ovos deverão ser virados, no mínimo, três vezes ao dia.

• Recomendamos lavar os ovos de ganso, pato e marreco com bombril e água, antes de colocar para chocar.

• Evite ficar abrindo a chocadeira. Só abra quando necessário e no máximo três vezes ao dia.

• Havendo dúvida quanto a procedência dos ovos, recomendamos que se faça uma ovoscopia antes de colocá-los na chocadeira.

(Parte 2 de 2)

Comentários