Metais presentes no Chorume coletado no aterro

Metais presentes no Chorume coletado no aterro

Introdução

  • Atualmente, uma das grandes preocupações ambientais está relacionada aos resíduos sólidos gerados pela sociedade moderna e consumista.

  • Com a intensificação do processo industrial, o homem tem produzido quantidades significativas de lixo, que são constituídos por misturas muita complexas e de natureza diversa.

  • Os principais constituintes são:

  • papel, vidro, plástico e metais.

Em 2000, o lixo produzido no Brasil diariamente chegava a 125.281 toneladas.

  • Em 2000, o lixo produzido no Brasil diariamente chegava a 125.281 toneladas.

  • Considerando por município, 63,3% utilizavam lixões, 13,8% aterros sanitários, 18,4% aterros controlados e 5% não informaram para onde iam seus resíduos.

  • O percentual de municípios que dispunham o lixo adequadamente era 10,7%.

As áreas de despejo e de disposição dos resíduos sólidos não podem ser consideradas como ponto final para muitas substâncias contidas nos resíduos ali dispostos.

  • As áreas de despejo e de disposição dos resíduos sólidos não podem ser consideradas como ponto final para muitas substâncias contidas nos resíduos ali dispostos.

  • Quando a água, principalmente a da chuva, percola através desses resíduos, várias dessas substâncias orgânicas e inorgânicas são carreadas formando o “CHORUME” .

CHORUME é uma substância líquida resultante de putrefação (apodrecimento) de matérias orgânicas. Este líquido é muito encontrado em lixões e aterros sanitários. É Viscoso (preto) e possui um cheiro muito forte e desagradável (odor de coisa podre).

  • CHORUME é uma substância líquida resultante de putrefação (apodrecimento) de matérias orgânicas. Este líquido é muito encontrado em lixões e aterros sanitários. É Viscoso (preto) e possui um cheiro muito forte e desagradável (odor de coisa podre).

  • A composição físico-química do CHORUME é extremamente variável.

Esse líquido pode conter altas concentrações de metais pesados, sólidos e suspensos e compostos orgânicos originados da degradação de substâncias que são metabolizadas, como carboidratos, proteínas e gorduras.

  • Esse líquido pode conter altas concentrações de metais pesados, sólidos e suspensos e compostos orgânicos originados da degradação de substâncias que são metabolizadas, como carboidratos, proteínas e gorduras.

  • Por apresentar substâncias altamente solúveis, pode escorrer e alcançar o solo e atingir as águas subterrâneas.

O estudo dos Metais pesados no CHORUME vem sendo considerado prioritário nos programas de promoção da saúde em escala mundial,pois todas as formas de vida podem ser afetadas direta ou indiretamente pela presença de metais pesados.

  • O estudo dos Metais pesados no CHORUME vem sendo considerado prioritário nos programas de promoção da saúde em escala mundial,pois todas as formas de vida podem ser afetadas direta ou indiretamente pela presença de metais pesados.

  • Muitos metais são essenciais para o crescimento de todos os tipos de organismos, até o ser humano, mas eles são requeridos em baixas concentrações, pois em altas concentrações danificam os sistemas biológicos, por apresentarem características BIOACUMULATIVAS.

No Brasil, o Chorume coletado em tanques de captação dos aterros sanitários é re-circulado e/ou transportado para estações de tratamento de esgoto, onde é submetido a degradação microbiológica, é o caso de Ribeirão Preto/ São Paulo.

  • No Brasil, o Chorume coletado em tanques de captação dos aterros sanitários é re-circulado e/ou transportado para estações de tratamento de esgoto, onde é submetido a degradação microbiológica, é o caso de Ribeirão Preto/ São Paulo.

  • Nesse contexto, considera-se importante o monitoramento constante da qualidade do Chorume.

Em Ribeirão Preto, toda água que abastece a cidade vem das águas subterrâneas do AQUÍFERO GUARANI.

  • Em Ribeirão Preto, toda água que abastece a cidade vem das águas subterrâneas do AQUÍFERO GUARANI.

  • Esse reservatório se estende por 1,2 milhão de Km2 ,dos quais 70% esta no Brasil.

  • O Aquífero Guarani recarrega seu volume de água por meio de camadas de arenito, que funciona como esponjas, por onde as águas da chuva de infiltram.

Vale ressaltar que o Aterro Sanitário de Ribeirão Preto está localizado sobre a área de recarga do Aquífero Guarani. Por isso, está bastante vulnerável.

  • Vale ressaltar que o Aterro Sanitário de Ribeirão Preto está localizado sobre a área de recarga do Aquífero Guarani. Por isso, está bastante vulnerável.

  • Sendo assim, deve ser protegido, para evitar a contaminação das suas águas por METAIS PESADOS.

Este estudo teve como objetivo determinar os níveis de Cádimo (Cd), Chumbo (Pb), Cobre (Cu), Cromo (Cr), Mnganês (Mn), Mercúrio (Hg) e Zinco (Zn) no Chorume coletado nos dois tanques de captação do aterro Sanitário de Ribeirão Preto.

  • Este estudo teve como objetivo determinar os níveis de Cádimo (Cd), Chumbo (Pb), Cobre (Cu), Cromo (Cr), Mnganês (Mn), Mercúrio (Hg) e Zinco (Zn) no Chorume coletado nos dois tanques de captação do aterro Sanitário de Ribeirão Preto.

  • As concentrações de metais presentes no líquido coletado no aterro sanitário de Ribeirão Preto foram analisadas segundo a CONAMA, que definiu os valores máximos permitidos para concentrações de metais em efluentes líquidos.

  • Contaminação por metais pesados

Material e Métodos

  • No aterro sanitário do Ribeirão Preto são depositados 480 toneladas por dia de resíduos urbanos.

Aterro

  • Aterro

Localização do tanque de captação do chorume do aterro sanitário de Ribeirão Preto,SP.

Todos materiais são utilizados para a coleta e acondicionamento das amostras eram de polietileno, previamente submergidos em solução de HNO3.

  • Todos materiais são utilizados para a coleta e acondicionamento das amostras eram de polietileno, previamente submergidos em solução de HNO3.

  • Posteriormente, foram enxaguados com água Milli-Q.

  • Para a coleta de amostras de chorume, foram utilizadas garrafas de polietileno de 300ml, providas de tampa.

As amostras foram fixadas adicionando-se HNO3 de alta pureza, sendo mantidas a 18°C até o momento de preparação.

  • As amostras foram fixadas adicionando-se HNO3 de alta pureza, sendo mantidas a 18°C até o momento de preparação.

  • As amostras de Chorume foram

  • digeridas entre 80 e 110°C,

  • colocando-se 1ml de cada

  • amostra e 5ml de HNO3 em tubos

  • de vidro Kjeldahl.

Após completa digestão, o conteúdo foi transferido para um frasco volumétrico de 25ml.

  • Após completa digestão, o conteúdo foi transferido para um frasco volumétrico de 25ml.

  • Para as dosagens de metais, realizou- se o processo de evaporação, com a finalidade de minimizar a concentração de HNO3 nas amostras.

  • Esse processo consistiu na evaporação,em banho de areia, de 10ml de amostra digerida e na sua reconstituição com 10ml de água Milli-Q.

As dosagens de:

  • As dosagens de:

Principais tipos de Tratamento do Chorume:

  • Principais tipos de Tratamento do Chorume:

  • a) tratamento biológico:

  • - lodo ativado;

  • - lagoas de estabilização;

  • - lagoas de aeração;

  • - reatores anaeróbicos de fluxo

  • ascendente;

  • b) Tratamento físico-químico

Resultados e discussão

  • Resultados e discussão

  • O Chorume é um líquido escuro de composição físico-química e microbiológica variada. Que contém compostos orgânicos polares,apolares, além de metais pesados que podem contaminar o meio ambiente, principalmente se resíduos industriais fazem parte do lixo depositado em um aterro sanitário.

A matéria orgânica aparece como fonte principal dos metais Ni, Hg, Cu, Pb e Zn.

  • A matéria orgânica aparece como fonte principal dos metais Ni, Hg, Cu, Pb e Zn.

  • Os plásticos aparecem como principal fonte de Cd, Pb, Cu que se manifestam nos metais ferrosos.

  • O papel também é uma fonte importante de Pb.

  • O Mn é usado na produção de aço, baterias, palitos de fósforo e porcelana.

  • Os resultados obtidos no presente estudo sugerem que quantidades importantes de papéis, metais ferrosos, matéria orgânica, devem estar sendo depositados no aterro sanitário de Ribeirão Preto.

  • Em um estudo realizado em 2000, verificou-se que as concentrações de metais presentes no Chorume: Cd, Cu, Mn, Pb, e Zn; foram superiores às recomendadas pela resolução n° 357/2005 do CONAMA.

Art. 24. Os efluentes de qualquer fonte poluidora somente poderão ser lançados, direta ou indiretamente, nos corpos de água, após o devido tratamento e desde que obedeçam às condições, padrões e exigências dispostos nesta Resolução e em outras normas aplicáveis.

  • Art. 24. Os efluentes de qualquer fonte poluidora somente poderão ser lançados, direta ou indiretamente, nos corpos de água, após o devido tratamento e desde que obedeçam às condições, padrões e exigências dispostos nesta Resolução e em outras normas aplicáveis.

O processo de decomposição no aterro sanitário, se dá em 3 fases:

  • O processo de decomposição no aterro sanitário, se dá em 3 fases:

  • Fase 1 : Dura cerca de um mês, sendo responsável por consumir o oxigênio presente no meio e liberar grandes quantidades de CO2 e H2.

  • Fase 2 : Dura cerca de 5 anos. Microorganismos anaeróbicos hidrolisam e fermentam a celulose e outros materias putrescíveis, produzindo compostos simples e solúveis, como ác. voláteis e produtos nitrogenados.

  • Fase 3 : A decomposição é caracterizada pela ação de bactérias, onde se estabelece um equilíbrio; e o Chorume produzido na 2° fase torna-se fonte de nutrientes para essas bactérias.

  • Com base nos resultados, considerou-se que concentrações de metais superiores aos limites da resolução do CONAMA, quando despejados junto ao esgoto municipal para ser tratado na estação de tratamento de esgoto da cidade, sofrem um processo de diluição da concentração; de modo que o funcionamento da estação não seja afetado e que possa ser lançado de volta ao seu afluente corretamente.

Conclusão

  • O Chorume sem duvida nenhuma é o maior problema ambiental associado a operação e gerenciamento de aterros sanitários, por causa da considerável poluição que pode causar em contato com o solo, águas superficiais e subterrâneas.

  • Este líquido pode conter altas concentrações de metais pesados, sólidos suspensos e compostos orgânicos originados da degradação de substâncias que são metabolizadas, como carboidratos, proteínas e gorduras.

  • Por apresentar substâncias altamente solúveis, Esse líquido pode atingir os lençóis freáticos, de águas subterrâneas, poluindo esse recurso natural. A elevada carga orgânica presente no Chorume faz com que ele seja extremamente poluente e danoso às regiões por ele atingidas.

O monitoramento dos níveis de metais no Chorume constitui um importante instrumento de gestão ambiental. Visando à manutenção ou à melhoria da qualidade de vida da população.

  • O monitoramento dos níveis de metais no Chorume constitui um importante instrumento de gestão ambiental. Visando à manutenção ou à melhoria da qualidade de vida da população.

  • Agências ambientais de todo o mundo passaram a exigir que esse líquido seja mantido em níveis mínimos de produção.

É de fundamental importância que as pessoas se atenham para o fato do Chorume contaminar o solo e as águas próximas ao seu escoamento,para que, de maneira alguma consumam água de natureza duvidosa, próxima a esses reservatórios e/ou lixões para que assim não se contaminem.

  • É de fundamental importância que as pessoas se atenham para o fato do Chorume contaminar o solo e as águas próximas ao seu escoamento,para que, de maneira alguma consumam água de natureza duvidosa, próxima a esses reservatórios e/ou lixões para que assim não se contaminem.

Dúvidas? Obrigada pela Atenção.

Referências Bibliográficas:

  • Daerp-Departamento de Água e Esgoto.Disponível em: < http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/DAERP/I04LimpezaP.php> Acesso em: 21.Maio.2009.

  • www.mma.gov.br/conama.

  • Análise de Nitrogênio Amoniacal.Disponível em:< http://www.ufpa.br/ccen/quimica/nitrogenio.htm> Acesso em: 21.Maio.2009

  • www.sua pesquisa.com/o_que_e/chorume_html.

  • Departamento de Microbiologia da USP.Disponível em:<http://www.icb.usp.br/~bmm/bmm_dpto/index.php?option=com_content&task=view&id=73&Itemid=173> Acesso em: 21.Maio.2009.

  • QUIMLAB.Disponível em:<http://www.quimlab.com.br/publish/pub/analise_quimica.htm> Acesso em: 21.Maio.2009.

  • Características dos Efluentes Líquidos e Sistemas de Tratamento (Chorume).Disponível em:<http://www.universoambiental.com.br/Arquivos/Agua/CaracteristicasdosEfluentesLiquidosSistemasTratamento.ppt#256,1,Características dos Efluentes Líquidos e Sistemas de Tratamento (Chorume)>. Acesso em 21.Maio.2009.

  • www.química.ufpr.br/tecnotrat/chorume.html.

  • www.colegiiosaofrancisco.com.br/alfa/meio_ambiente_reciclagem/chorume.php.

Comentários