Dietas laxativa e obstipante

Dietas laxativa e obstipante

(Parte 1 de 2)

Profa. Claudia Regina Felicetti Disciplina: Dietoterapia Aplicada zDefinição:Tipo de carboidrato não- digeríveis, intrínsecos e inatos nas plantas.

zFibras solúveis

{Pectinas, gomas, FOS, inulinae mucilagens

{Retardam o esvaziamento gástrico e o tempo de trânsito intestinal

{Diminuem a absorção de glicose e colesterol zFibras Insolúveis

{Celulose, lignina e hemiceluloses {Aceleram o tempo de trânsito intestinal

FUNÇÕES DAS FIBRAS zFunção local zFunção mecânica zFunção metabólica

1. FUNÇÃO LOCAL A fermentação das fibras alimentares pelas bactérias

Ácidos graxos de cadeia curta

(AGCC) (ác.acético, butíricoe propiônico, na proporção: 60:25:15)

Gases (hidrogênio, metano e CO2 )

Energia

1. FUNÇÃO LOCAL zProdução de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC); zCrescimento das bifidobactériasbenéficas e protetoras do hospedeiro; zO ácido butíricoéo principal substrato do colonócito; zFundamental na absorção de água e cloreto de sódio (NaCl); zImportante na proliferação e diferenciação das células da mucosa (integridade da mucosa, produção de muco e redução do pH); zEfeito prebiótico z PREBIÓTICOS

{DEFINIÇÃO: oligossacarídeos não digeríveis que promovem o crescimento seletivo de bifidubactériase ácido lático no cólon.

zRetirada da amônia no cólon reduzindo a amônia plasmática; zProdução de vitamina B e aminoácidos; zAtividade imunomoduladora zRestauração da população microbiana.

2. FUNÇÃO MECÂNICA zAção nas alterações patológicas da mucosa intestinal

(cólon irritável, diverticulite, câncer colorretal, etc) que promovem diarréia e/ou constipação; zEfeitos: atrasos do esvaziamento intestinal, grau de hidratação das fezes e a remoção dos ácidos biliares secundários.

3. FUNÇÃO METABÓLICA zRedução da absorção dos lipídeos séricose do colesterol;

{Auxilia na redução da fração LDL-c; zImportante no controle glicêmico por retardar a absorção na glicose; z Adultos

{20 –35g / dia ou 10 a 13g de fibras para cada 1.0 kcal ingeridas zIdosos {10 a 13g de fibras para cada 1.0 kcal ingeridas zCrianças acima de 2 anos {Idade de criança + 5g/dia atéos 20 anos de idade z38g/dia para homens e 25g/dia para mulheres (American Dietetic Association – ADA, 1993)

(DRIsdos EUA, 2007) zPARA QUE AS FIBRAS zDEFINIÇÃO {Dieta rica em fibras, principalmente as insolúveis z OBJETIVO

{Promover o aumento da excreção fecal e redução da pressão intracolônica zObstipação intestinal, neoplasias intestinais, hemorróidas, doença diverticular

Alimentos fontes de fibras insolúveis

zFrutas

(principalmente as cascas e bagaços)

zHortaliças

zCereais integrais, farelos

(principalmente cruas )

zLeguminosas

(feijão, grão de bico, lentilha)

Pães, cereais, arroz e massas

Pão integral, macarrão e arroz integral, farelos, cereais matinais com fibras, centeio, aveia

Cereais refinados, pão branco

Hortaliças e leguminosas

Hortaliças folhosas, brócole, todas as leguminosas Nenhum

Frutas

Ameixa preta, laranja, mamão, mexerica, melão, manga, pêssego * ingerir com casca e bagaço quando houver

Frutas sem casca

Leite e derivadosTodosNenhum

Carnes, aves, peixes e ovos Todos Nenhum

Gorduras, óleos e a çúcares

Todos, sem excessonenhum

OBSTIPAÇÃO I NTESTINAL zSinônimo:Constipação intestinal zDefinição:

{Alteração do trânsito intestinal, mais especificamente do intestino grosso, caracterizada por redução do número de evacuações, com fezes endurecidas e esforço a defecação.

zSintomas:sensação de evacuação incompleta, fezes em sibilos, endurecidas e escuras, distensão abdominal, dor e esforço ao evacuar.

Causas comuns da Obstipação zDisfunção intestinal (diminuição da ação peristálica) zIngestão excessiva de alimentos refinados e fast foods zFalta de horários regulares para as refeições zUso de drogas zUso crônico de laxativos z Sedentarismo zFator Psicológico zDoenças do intestino grosso zPouca ingestão hídrica

Instrumento importante para descobrir as causas da obstipação intestinal é anamnese alimentar detalhada.

zOBJETIVO: diminuir o volume das fezes e prolongar o tempo de trânsito intestinal, auxiliar no alívio dos sintomas da diarréia e prevenir complicações como a desidratação e a perda de peso.

zINDICAÇÃO: diarréia aguda e crônica (tempo maior que duas semanas)

Recomendações Gerais para dieta obstipante zOferta de líquidos suficiente para repor e evitar desidratação; zEvitar alimentação que causem fermentação (fontes de lactose e sacarose; zEvitar o consumo de gordura e alimentos fontes de fibra insolúvel

Alimentos recomendados e evitados na dieta obstipante

Pães, cereais, arroz e massas

Pães brancos, biscoitos água e sal, cereais refinados cozidos, macarrão, arroz branco

(Parte 1 de 2)

Comentários