lavagem de mãos

lavagem de mãos

LAVAGEM DAS MÃOS:

Curso Técnico em Enfermagem

Fundamentos

Prof.: Pedro

Turma: T12

Introdução:

Deve-se diferenciar inicialmente, ANTI-SÉPTICO de DESINFETANTE, ambos possuem alvo semelhante que são microorganismos: bactérias, fungos, esporos etc.

Os anti-sépticos geralmente são agentes químicos incorporados ao sabão, aplicado sobre a pele, cuja ação é matar os microorganismos patogênicos ou inibir seu crescimento. Os desinfetantes, por sua vez, geralmente são substâncias químicas germicida, usados para limpeza de ambientes e desinfecção de instrumentos que não são possíveis de serem esterilizados, tornando-os isentos de microorganismos patogênicos.

Flora Residente:

É constituída por bactérias ( Staphilococus epidemidis e propionibacterium acnes) que habitam em suas maioria os sulcos da pele, folículos pilosos e em ductos sebáceos, variando quantitativamente e qualitativamente e em diversas partes do corpo. Por se situarem em locais da pele de difícil acesso, não são totalmente eliminados no processo de lavagem e escovação, podendo apenas serem diminuídos temporariamente.

Flora Transitória:

Adere à pele por contato e é constituída principalmente por ( Staphylococus aureus. E. Coli, Streptococus e Pseudômonas). Podem ser de origem hospitalar e resistentes a antibioticoterapia usual. Podem ser removidos e destruídos facilmente através do processo de lavagem e escovação por se encontrarem mais superficialmente e fracamente aderidos à pele.

A lavagem das mãos é, sem dúvida, a rotina mais simples, mais eficaz, e de maior importância na prevenção e controle da disseminação de infecções, devendo ser praticada por toda equipe, sempre ao iniciar e ao término de uma tarefa.

Quando lavar as mãos

-  No início e no fim do turno de trabalho.-  Antes de preparar medicação.-  Antes e após o uso de luvas.-  De utilizar o banheiro.-  Antes e depois de contato com pacientes.-  Depois de manusear material contaminado, mesmo quando as luvas tenham sido usadas. -  Antes e depois de manusear cateteres vasculares, sonda vesical, tubo orotraqueal e outros dispositivos-  Após o contato direto com secreções e matéria orgânica.-  Após o contato com superfícies e artigos contaminados.-  Entre os diversos procedimentos realizados no mesmo paciente.-  Quando as mãos forem contaminadas, em caso de acidente.-  Após coçar ou assoar nariz, pentear os cabelos, cobrir a boca para espirrar, manusear dinheiro-  Antes de comer, beber, manusear alimentos e fumar.-  Após manusear quaisquer resíduos.-  Ao término de cada tarefa.-  Ao término da jornada de trabalho.

Técnica de lavagem das mãos

- Retirar anéis, pulseiras e relógio;

- Ficar em posição confortável, sem tocar na pia;

- Abrir a torneira e molhar as mãos sem encostar na pia. - Colocar nas mãos aproximadamente 3 a 5 ml de sabão. O sabão deve ser, de preferência, líquido e hipoalergênico. - Ensaboar as mãos friccionando-as por aproximadamente 15 segundos.- Friccionar a palma, o dorso das mãos com movimentos circulares, espaços interdigitais, articulações, polegar e extremidades dos dedos (o uso de escovas deverá ser feito com atenção).

- Friccionar os espaços entre um dedo e outro

- Friccionar o dedo polegar direito e esquerdo

- Ensaboar as unhas, friccionando-as dentro da mão;

- Os antebraços devem ser lavados cuidadosamente, também por 15 segundos.- Enxaguar as mãos e antebraços em água corrente abundante, retirando totalmente o resíduo do sabão. - Enxugar as mãos com papel toalha.- Fechar a torneira acionando o pedal, com o cotovelo ou utilizar o papel toalha; ou ainda, sem nenhum toque, se a torneira for fotoelétrica. Nunca use as mãos.

Proteja-se:

-  Lave corretamente as mãos;-  Utilize corretamente os equipamentos de proteção individual - EPI.

Lembretes técnicos:

-  O uso de luvas não exclui a lavagem das mãos.-  Manter líquidos anti-sépticos para uso, caso não exista lavatório no local.-  Tem-se comprovado que a contagem de microrganismos sob as unhas e quando se está usando anéis, relógios e pulseiras é mais alta.-  Mantenha as unhas tão curtas quanto possível, e remova todas as jóias antes da lavagem das mãos.-  Realize o mesmo procedimento a cada paciente ou ensaio.-  A lavagem das mãos deve ser feita em uma pia distinta daquela usada para a lavagem do instrumental, vidrarias ou materiais de laboratório.-  Deve-se evitar lesionar as mãos. Caso as luvas sejam rasgadas ou puncionadas durante quaisquer procedimento, elas devem ser removidas imediatamente, e as mãos devem ser lavadas cuidadosamente.-  Profissionais com lesões nas mãos ou dermatites devem abster-se, até o desaparecimento dessas lesões, de cuidar de pacientes e de manipular instrumentos, aparelhos ou quaisquer materiais potencialmente contaminados.

No caso de dúvida "LAVE SUAS MÃOS"

Comentários