principio de pareto

principio de pareto

w.brasilacademico.com Prof. Alexandre Gomes

Poucas causas levam à maioria das perdas, ou seja,

“Poucas são vitais, a maioria é trivial.”

Juran – Engenheiro de Controle de Qualidade (N.)1904 -

Vilfredo Pareto 1848 - 1923 Economista

No fim do século XIX, o economista sociopolítico Vilfredo Pareto observou que havia uma distribuição desigual de riqueza e poder na população total. Ele calculou matematicamente que 80% da riqueza estava em mãos de 20% da população (Será que o Brasil ainda está no século 19 ?)

Diagrama de Pareto

O diagrama de Pareto é um recurso gráfico utilizado para estabelecer uma ordenação nas causas de perdas que devem ser sanadas. Sua origem decorre de estudos do economista italiano Pareto e do grande mestre da qualidade Juran.

O diagrama de Pareto torna visivelmente clara a relação ação/benefício, ou seja, prioriza a ação que trará o melhor resultado. Ele consiste num gráfico de barras que ordena as freqüências das ocorrências da maior para a menor e permite a localização de problemas vitais e a eliminação de perdas.

Como fazer o diagrama de Pareto? Alguns passos importantes:

1. determine o tipo de perda que você quer investigar. 2. especifique o aspecto de interesse do tipo de perda que você quer investigar. 3. organize uma folha de verificação com as categorias do aspecto que você decidiu investigar 4. preencha a folha de verificação 5. faça as contagens, organize as categorias por ordem decrescente de freqüência, agrupe aquelas que ocorrem com baixa freqüência sob denominação “outros” e calcule o total. 6. calcule as freqüências relativas, as freqüências acumuladas e as freqüências relativas acumuladas.

* Veja a animação mostrando um exemplo (slides de aula): http://www.brasilacademico.com/maxpt/links_goto.asp?id=1788 w.brasilacademico.com Prof. Alexandre Gomes

Tipo de defeito

Ex.: Distribuição das peças segundo o tipo de defeitos

Defeito

Frequência relativa Freq. Acum.

Total 1

Algumas recomendações:

O diagrama de Pareto estabelece prioridades, isto é, mostra em que ordem os problemas devem ser resolvidos. 1. verifique e teste diversas classificações, antes de fazer o diagrama definitivo 2. estude o problema medindo-o em várias escalas 3. quebre grandes problemas ou grandes causas em problemas ou causas específicas, estratificando ou subdividindo em aspectos mais específicos.

Exercícios

1. Uma pesquisa sobre satisfação do cliente com uma amostra de 210 indivíduos que tiveram alta de um grande hospital urbano durante o mês de junho levou à seguinte listagem de 384 reclamações:

Motivo de reclamação número

Aborrecimento com outros pacientes/visitantes 13 Atrasos para exames 34 Barulho 28 Falta de atendimento à campainha 71 Respostas inadequadas às perguntas 38 Serviço de alimentação precário 117 Tratamento ríspido por parte do corpo de funcionários 62 Todos os outros 21

Total 384 • Construa um diagrama de Pareto w.brasilacademico.com Prof. Alexandre Gomes

• Faça um resumo dos resultados que encontrou e sugira melhorias.

2. Os dados a seguir representam o consumo diário de água por domicílio em um subúrbio, num verão recente:

Fontes de consumo de água Galões por dia

Banho e ducha 9 Beber e cozinhar 1 Lavagem de louça 13 Lavagem de roupa 3 Regar o jardim 150 Toalete 8 Diversos 20

Analise os dados acima visando a seguinte ação: uma vez que a prefeitura da cidade está preocupada com o desabastecimento de água, escreva uma carta com base nos resultados encontrados em sua análise, destacando áreas problemáticas e propondo leis que visem economizar água pela modificação de hábitos da população.

3. Na tabela apresentada em seguida são dados a freqüência e o custo da recuperação de livros com defeitos, segundo o tipo de defeito, em 45 de 2.0 livros produzidos por uma gráfica. Utilize o diagrama de Pareto para tentar detectar as principais fontes de problemas.

Tipos de defeitos Freqüência Custo

Páginas em branco 5 0,05 Páginas rasgadas 2 0,05 Má plastificação 8 2,0 Mau refilamento 10 1,0 Amarrotado 20 4,50

Total 45 w.brasilacademico.com Prof. Alexandre Gomes

Diagrama de causa e efeito

O que é e para que serve ?

Kaoru Ishikawa (1915-1989) Professor e autor de livros sobre qualidade.

O Diagrama de Causa e Efeito é também conhecido como diagrama espinha de peixe ou de Ishikawa. Kaoru Ishikawa foi um dos pioneiros nas atividades de controle de qualidade no Japão. Em 1943 criou este diagrama que consiste de uma técnica visual que interliga os resultados (efeitos) com os fatores (causas).

O diagrama de Causa e Efeito é a representação gráfica das causas de um fenômeno. É um instrumento muito usado para estudar:

• Os fatores que determinam resultados que desejamos obter (processo, desempenho, oportunidade);

• As causas de problemas que precisamos evitar (defeitos, falhas, variabilidade).

Exemplos de diagramas de causa e efeito Os dois exemplos a seguir ilustram os dois tipos de diagrama de causa e efeito.

O primeiro diagrama (Causa e Efeito: Desempenho Desejado) refere-se a algo que desejamos, isto é, um bom restaurante. Os fatores que determinam um bom restaurante são: instalações, comida, localização e atendimento. Para que a comida seja boa, precisamos ter higiene, bom paladar e variedade. A higiene, por sua vez, depende dos ingredientes (saudáveis, bem conservados) e do preparo (receita, cuidado, etc). O diagrama é detalhado colocando as causas do efeito desejado, depois adicionando as causas destas e assim por diante até que fique bem claro como obter o objetivo visado.

w.brasilacademico.com w.brasilacademico.com

Prof. Alexandre Gomes

w.brasilacademico.com

O segundo diagrama (Diagrama Causa e Efeito: Problema consumo excessivo de combustível por um automóvel.

Como fazer o diagrama de causa e efeito

1. Defina o problema a ser estudado e o que se deseja obter (o que deve acontecer ou o que deve ser evitado). 2. Procure conhecer e entender o processo: observe, documente, fale com pessoas envolvidas, leia. 3. Reuna um grupo para discutir o problema, apresente o pessoas a dar suas opiniões, faça um brainstorming. 4. Organize as informações obtidas, estabeleça as causas principais, secundárias, terciárias, etc. (hierarquia das causas), elimine informações irrelevantes, monte o diagram discuta com os envolvidos. 5. Assinale os fatores mais importantes para obtenção do objetivo visado (fatores chave, fatores de desempenho, fatores críticos).

Para organizar o diagrama de causa e efeito, você pode usar as seguintes classificaçõe

Os 7 M’s: 1. Mão de obra

2. Método 3. Material 4. Máquina 5. Meio ambiente 6. Medição 7. "Management" (gestão)

* Veja a animação mostrando um exemplo (slides de aula): http://www.brasilacademico.com/maxpt/links_goto.asp?id=1788 w.brasilacademico.com

Diagrama Causa e Efeito: Problema) refere consumo excessivo de combustível por um automóvel.

Como fazer o diagrama de causa e efeito

Defina o problema a ser estudado e o que se deseja obter (o que deve acontecer ou o que deve ser evitado). Procure conhecer e entender o processo: observe, documente, fale com pessoas envolvidas, leia. Reuna um grupo para discutir o problema, apresente o pessoas a dar suas opiniões, faça um brainstorming. Organize as informações obtidas, estabeleça as causas principais, secundárias, terciárias, etc. (hierarquia das causas), elimine informações irrelevantes, monte o diagram discuta com os envolvidos. Assinale os fatores mais importantes para obtenção do objetivo visado (fatores chave, fatores de desempenho, fatores críticos).

Para organizar o diagrama de causa e efeito, você pode usar as seguintes classificaçõe

Os 4 P’s: Mão de obra

Meio ambiente "Management" (gestão)

1. Políticas

2. Procedimentos 3. Pessoal 4. Planta

* Veja a animação mostrando um exemplo (slides de aula): http://www.brasilacademico.com/maxpt/links_goto.asp?id=1788

Prof. Alexandre Gomes

) refere-se a um efeito indesejado, o

Defina o problema a ser estudado e o que se deseja obter (o que deve acontecer ou o que Procure conhecer e entender o processo: observe, documente, fale com pessoas Reuna um grupo para discutir o problema, apresente os fatos conhecidos, incentive as

Organize as informações obtidas, estabeleça as causas principais, secundárias, terciárias, etc. (hierarquia das causas), elimine informações irrelevantes, monte o diagrama, confira,

Assinale os fatores mais importantes para obtenção do objetivo visado (fatores chave,

Para organizar o diagrama de causa e efeito, você pode usar as seguintes classificações de causas:

Políticas Procedimentos Pessoal Planta http://www.brasilacademico.com/maxpt/links_goto.asp?id=1788 6 s de causas:

w.brasilacademico.com Prof. Alexandre Gomes

Exercícios

1. Aquisição de uma boa filmadora: crie um diagrama de causa e efeito com os fatores principais que levam a aquisição de uma filmadora para gravar casamentos e outros eventos. 2. Sucesso na carreira profissional: prepare um diagrama de causa e efeito descrevendo os fatores que levam uma pessoa a ter sucesso em sua carreira profissional. 3. Prepare um diagrama de causa e efeito sobre os fatores que levam os alunos a chegarem atrasados nas aulas. 4. Perda de registros de um Banco de Dados: desenhar um diagrama de causa e efeito que mostre os fatores que levaram a Blonde Fashion a perder dados de trabalho no servidor.

Algumas regras básicas:

1. Defina o problema que você pretende investigar de forma precisa, isto é, evite termos abstratos e idéias muito genéricas. 2. Identifique as causas do problema sob investigação em reuniões ou em sessões de brainstorm. Convide para a reunião todas as pessoas envolvidas no processo. 3. Resuma sugestões em poucas palavras 4. Concentre-se nas causas passíveis de serem sanadas. Afinal, se as causas de um problema não podem ser removidas, o diagrama de causa e efeito será simples exercício intelectual, sem qualquer aplicação prática.

O 5W1H

O 3Q1POC ou 5W1H é um tipo de lista de verificação utilizada para informar e assegurar o cumprimento de um conjunto de planos de ação, diagnosticar um problema e planejar soluções. Esta técnica consiste em equacionar o problema, descrevendo-o por escrito, da forma como é sentido naquele momento particular: como afeta o processo, as pessoas, que situação desagradável o problema causa. Com a mudança do final da pergunta podemos utiliza-los também como um plano de ação para implementação das soluções escolhidas. O quadro abaixo resume estas perguntas e suas variações para aplicá-las no levantamento dos problemas ou em sua solução. Observação:Ultimamente tem se incluido o “Quanto Custa” (How Much) nas questões. Talvez sendo mais adequado denominarmos a técnica de 5W2H.

Perguntas Problemas Soluções

O quê / What é o problema? vai ser feito? Qual a ação? Por quê / Why ocorre ? foi definida esta solução? Quando / When (desde quando) ele ocorre? será feito? Onde / Where ele se encontra? será implantada? Quem / Who está envolvido? será o responsável? Como / How surgiu o problema? vai ser implementada? Quanto Custa / How Much ter este problema? esta solução?

A Gomes Home Page agora é

Comunidade Brasil Acadêmico

Venha fazer parte acessando w.BrasilAcademico.com. Ajude a tornar o Brasil mais acadêmico. Contribua indicando links, participando dos fóruns, chats, criticando, debatendo, sugerindo, tirando suas dúvidas etc.

Comentários