Abordagem Cognitivista

Abordagem Cognitivista

Abordagem Cognitivista → Estudar cientificamente a aprendizagem.

  • Abordagem Cognitivista → Estudar cientificamente a aprendizagem.

  •  

  • Esta é uma abordagem predominantemente interacionista.

  • Seus principais representantes são o suíço Jean Piaget e o norte-americano Jerome Bruner.

  •  

  • Em particular, daremos especial atenção aos estudos de PIAGET, devido a grande difusão de seus trabalhos em disciplinas de formação pedagógica dos cursos de Licenciatura.

PIAGET (1896-1980) estudou inicialmente BIOLOGIA, na Suíça, e posteriormente se dedicou à área de PSICOLOGIA, EPISTEMOLOGIA e EDUCAÇÃO.

  • PIAGET (1896-1980) estudou inicialmente BIOLOGIA, na Suíça, e posteriormente se dedicou à área de PSICOLOGIA, EPISTEMOLOGIA e EDUCAÇÃO.

  • Em função desse “pluralismo” científico e de sua experiência de vida, PIAGET foi considerado por muitos autores como o “EINSTEIN DA PSICOLOGIA”.

  •  

  • A TEORIA COGNITIVA foi criada por PIAGET para explicar o Desenvolvimento cognitivo humano. De acordo com essa teoria, o desenvolvimento cognitivo humano é dividido em 4 fases: (1) SENSÓRIO MOTOR; (2) PRÉ-OPERACIONAL; (3) OPERATÓRIO CONCRETO E (4) OPERATÓRIO FORMAL.

Pelo fato da TEORIA COGNITIVISTA ser tratada numa perspectiva interacionista → HOMEM e MUNDO são analisados conjuntamente.

  • Pelo fato da TEORIA COGNITIVISTA ser tratada numa perspectiva interacionista → HOMEM e MUNDO são analisados conjuntamente.

  • Noção de DESENVOLVIMENTO do ser humano por fases, onde estas estão INTER-RELACIONADAS.

  • Dada a importância dessas fases, vamos conhecer algumas de suas características: 

  • Cada estágio envolve um PERÍODO DE FORMAÇÃO e um de REALIZAÇÃO.

Cada estrutura constitui a REALIZAÇÃO DE UM ESTÁGIO e o COMEÇO DO ESTÁGIO SEGUINTE, simultaneamente, conduzindo a formação de um novo processo evolucionário.

  • Cada estrutura constitui a REALIZAÇÃO DE UM ESTÁGIO e o COMEÇO DO ESTÁGIO SEGUINTE, simultaneamente, conduzindo a formação de um novo processo evolucionário.

  • A ordem de sucessão dos estágios é constante.

  • As estruturas precedentes tornam-se parte das estruturas posteriores.

  • O processo de DESENVOLVIMENTO se dá considerando ASSIMILAÇÃO versus ACOMODAÇÃO

Genericamente falando, o DESELVOLVIMENTO do ser humano consiste em se alcançar o MÁXIMO DE OPERACIONALIDADE em suas atividades, sejam elas de natureza motoras, verbais ou mentais.

  • Genericamente falando, o DESELVOLVIMENTO do ser humano consiste em se alcançar o MÁXIMO DE OPERACIONALIDADE em suas atividades, sejam elas de natureza motoras, verbais ou mentais.

  •  

  • O ser humano progride de estágios mais primitivos em direção ao pensamento HIPOTÉTICO-DEDUTIVO.

  • A criança, por exemplo, relaciona um sistema simbólico, (idealizado por ela) à atividade real.

  • Estas atividades irão conferir à criança, e eventualmente ao homem de um modo geral, o DESENVOLVIMENTO de 2 variáveis, INTER-DEPENDENTES entre si: a INTELIGÊNCIA e a AFETIVIDADE.

O desenvolvimento social deve caminhar no sentido da democracia

  • O desenvolvimento social deve caminhar no sentido da democracia

  • Os fatores sociológicos variam de grupo para grupo

  • No desenvolvimento ontogênico, verifica-se fases caracterizadas por anomia, passando pela heteronomia até atingir, possível mas não necessariamente, a autonomia

  • Ao nível individual, a personalidade consistirá numa forma de consciência intelectual caracterizada pela autonomia

A moral é uma construção gradual

  • A moral é uma construção gradual

  • A deliberação coletiva, evita que interesses egocêntricos predominem nas decisões

  • O egocentrismo é caracterizado por imaturidade intelectual e afetiva

  • A democracia é uma conquista gradual e deve ser praticada desde a infância, até a superação do egocentrismo básico do homem

Os mecanismos básicos imprescindíveis para que haja uma democracia, são: deliberação coletiva e discussão

  • Os mecanismos básicos imprescindíveis para que haja uma democracia, são: deliberação coletiva e discussão

  • Para Piaget, a democracia consistirá em superação da teocracia e da gerontocracia

  • Não se tem um modelo de sociedade ideal como produto final da evolução humana

O objetivo da educação não consisti na transmissão de informações, demonstrações, modelos etc., mas sim em que o aluno aprenda, por si próprio, a conquistar esses conhecimentos

  • O objetivo da educação não consisti na transmissão de informações, demonstrações, modelos etc., mas sim em que o aluno aprenda, por si próprio, a conquistar esses conhecimentos

  • A educação deve visar que cada aluno chegue a uma autonomia intelectual

  • A educação pode ser considerada igualmente como um processo de socialização

O sistema escolar deveria implementar e incentivar a atividade em grupo

  • O sistema escolar deveria implementar e incentivar a atividade em grupo

  • A primeira tarefa da educação deveria consistir em formar o raciocínio

  • Segundo Piaget: “todo ser humano tem o direito de ser colocado, durante a sua formação, em um meio escolar de tal ordem que lhe seja possível chegar ao ponto de elaboração, até à conclusão, dos instrumentos indispensáveis de adaptação que são as operações da lógica”

O respeito mútuo entre professor-aluno irá substituir a heteronomia, por uma autonomia

  • O respeito mútuo entre professor-aluno irá substituir a heteronomia, por uma autonomia

  • A melhor ensino é aquele que estimula o aluno, constantemente, a buscar novas soluções, criar situações que exijam o máximo de exploração por parte deles e que estimule novas estratégias de compreensão da realidade.

  • Conhecimento é considerado como uma construção contínua. A passagem de um estado de desenvolvimento para o seguinte é sempre caracterizada por formação de novas estruturas que não existiam anteriormente no individuo.

  • Conhecimento não procede nem de um sujeito consciente de se si mesmo, nem de objetos já constituídos.

A epistemologia genética objetiva conhecer não o sujeito em si, mas unicamente as etapas de sua formação e nem de objetos em si, porém os objetos sucessivos que são reconhecidos pelo sujeito no curso de diferentes etapas.

  • A epistemologia genética objetiva conhecer não o sujeito em si, mas unicamente as etapas de sua formação e nem de objetos em si, porém os objetos sucessivos que são reconhecidos pelo sujeito no curso de diferentes etapas.

  • O conhecimento humano é essencialmente ativo.

  • Fases de aquisição do conhecimento segundo Piaget:

  • Fase exógena: Fase da constatação, da cópia, da repetição.

Fase endógena: fase da compreensão das relações, das combinações

  • Fase endógena: fase da compreensão das relações, das combinações

  • A aprendizagem pode parar na primeira etapa, porém o verdadeiro conhecimento implica no aspecto endógeno, pois pressupõe abstração.

  • As estruturas mentais ou as estruturas orgânicas que constituem a inteligência não são, para Piaget, nem inatas nem determinadas pelo meio, mas são o produto de uma construção, devida às perturbações do meio e à capacidade do organismo de ser perturbado e de responder a essa perturbação.

Para Piaget não há um começo absoluto: O que é assimilado o é para um esquema anterior, de forma que, na realidade, não se aprende nada de realmente novo.

  • Para Piaget não há um começo absoluto: O que é assimilado o é para um esquema anterior, de forma que, na realidade, não se aprende nada de realmente novo.

  • Construir na teoria piagetiana implica tornar as estruturas do comportamento , mais complexas, mais móveis e mais estáveis.

O desenvolvimento humano é determinado:

  • O desenvolvimento humano é determinado:

  • Pelas maturações internas do organismo, complexificação biológica ligada a maturação dos sistema nervoso.

  • Pelas aquisições vinculadas à experiências:

  • a) devidas ao exercício, resultando na consolidação e coordenação de reflexos hereditários.

  • b) Devidas á experiências físicas, que comporta ações diferenciadas em função dos objetos.

Pela estimulação ou imposição do meio externo social relativos a:

  • Pela estimulação ou imposição do meio externo social relativos a:

  • a) imposição dos níveis operatórios das regras, valores, signos da sociedade em que o individuo se desenvolve;

  • b) interações realizadas entre o individuo que compôe o grupo social;

  • 4. Pelas equilibrações processadas nas reestruturações internas, ao longo da construção seqüencial dos estágios.

- A criança deve começar aprendendo a observar, ação real e material, ao invés de começar com a linguagem.

  • - A criança deve começar aprendendo a observar, ação real e material, ao invés de começar com a linguagem.

  • - Deve-se dar ao aluno a possibilidade de aprender por si próprio, possibilidade de investigação individual, tentativas, tateios, ensaios.

  • - Possibilidades de ação motora,

  • verbal e mental para intervir no

  • processo sócio-cultural e inovar

  • a sociedade.

- É preciso livre cooperação dos alunos entre si, não só entre alunos e professores, para o desenvolvimento intelectual.

  • - É preciso livre cooperação dos alunos entre si, não só entre alunos e professores, para o desenvolvimento intelectual.

  • - Incentivo ao trabalho em grupo.

  • - Liberdade de ação em um trabalho com conceitos.

  • - As diretrizes que definem a escola piagetiana são: trabalho em grupo, operação de conceitos que envolve a reequilibração, ou seja, aquisição de um conceito antes não dominado.

  • - Furth Wachs (1979) – Escola para o pensamento – inspirada na Psicologia genética – visa estruturar o ambiente para desafiar a inteligência da criança, com jogos, leituras, visitas, discussão, arte, exercício físico.

- Priorizar as atividades do sujeito, considerando a situação social.

  • - Priorizar as atividades do sujeito, considerando a situação social.

  • - Aprender implica assimilar o objeto a esquemas mentais.

  • - Categorias de aprendizagem segundo Piaget:

  • a) ações enquanto conteúdos

  • b) ações enquanto formas

  • c) sucessões físicas

  • d) formas aplicadas ás sucessões físicas

  • (indução enquanto dedução aplicada à experimentação).

- O ensino compatível com a teoria piagetiana tem de ser baseado no ensaio e no erro, na pesquisa, investigação, solução de problemas pelo aluno, e não em fórmulas, nomenclaturas, definições.

  • - O ensino compatível com a teoria piagetiana tem de ser baseado no ensaio e no erro, na pesquisa, investigação, solução de problemas pelo aluno, e não em fórmulas, nomenclaturas, definições.

  • - O ponto fundamental do ensino, portanto, consiste em processos e não em produtos de aprendizagem.

  • - A aprendizagem depende do estágio de desenvolvimento.

  • - Ocorre verdadeiramente quando o aluno elabora seu conhecimento.

- A inteligência, mecanismo de fazer

  • - A inteligência, mecanismo de fazer

  • relações e combinações, é o instrumento de aprendizagem mais necessário

  • - O ensino consiste na organização de dados da experiência. O ensino de fatos deve ser substituído pelo de relações. E deve basear-se em proposição de problemas.

  • - Aprender a aprender... “as crianças não aprendem a pensar, as crianças pensam. Quando pensam desenvolvem mecanismos de pensamento mais avançado.” Furth e Wachs, 1979, p.p. 321-2.

Professor atua como um transmissor.

  • Professor atua como um transmissor.

  • Cabe ao Professor:

  • Criar situações onde se possa estabelecer troca

  • intelectual e cooperação ao mesmo tempo moral e racional;

  • Evitar rotinas e fixações de respostas;

  • Promover problemas sem ensinar-lhes as soluções;

Orientar o aluno ao autocontrole e autonomia;

  • Orientar o aluno ao autocontrole e autonomia;

  • Levar o aluno a trabalhar o mais independentemente possível; e como?

  • Conviver com alunos para que possa auxiliar sua aprendizagem

  • e desenvolvimento;

  • Promover desequilíbrios, fazer desafios;

Tratar o aluno de acordo com as características estruturais próprias de sua face evolutiva e o ensino precisa, conseqüentemente, ser adaptado ao desenvolvimento mental e social;

  • Tratar o aluno de acordo com as características estruturais próprias de sua face evolutiva e o ensino precisa, conseqüentemente, ser adaptado ao desenvolvimento mental e social;

  • E por fim cabe ao professor conhecer e dominar o conteúdo de sua disciplina.

O aluno é um receptor e cabe a ele:

  • O aluno é um receptor e cabe a ele:

  • Um papel essencialmente ativo e suas atividades básicas como:

  • Observar

  • Experimentar

  • Comparar

  • Relacionar

  • Analisar

  • Levantar hipóteses

  • Argumentar

“Ora, é obvio que o educador continua indispensável, a titulo de animador, para criar as situações e construir os dispositivos de partida suscetíveis de apresentar problemas úteis a criança e, em seguida, organizar contra-exemplos que forçam a reflexão e obrigam o controle de soluções mais precoces: o que se deseja é que o mestre deixe de ser apenas um conferencista e estimule a pesquisa e esforço, em lugar de contentar-se em transmitir os problemas já solucionados.” ( Piaget, 1974,h,p.18)

  • “Ora, é obvio que o educador continua indispensável, a titulo de animador, para criar as situações e construir os dispositivos de partida suscetíveis de apresentar problemas úteis a criança e, em seguida, organizar contra-exemplos que forçam a reflexão e obrigam o controle de soluções mais precoces: o que se deseja é que o mestre deixe de ser apenas um conferencista e estimule a pesquisa e esforço, em lugar de contentar-se em transmitir os problemas já solucionados.” ( Piaget, 1974,h,p.18)

Para Piaget o trabalho com os outros indivíduos é decisivo no desenvolvimento intelectual do ser humano. O ambiente no qual o aluno está inserido precisa ser desafiador, promovendo sempre desequilíbrios.

  • Para Piaget o trabalho com os outros indivíduos é decisivo no desenvolvimento intelectual do ser humano. O ambiente no qual o aluno está inserido precisa ser desafiador, promovendo sempre desequilíbrios.

  • A motivação precisa ser desafiadora, promovendo sempre desequilíbrios. A motivação é caracterizada por desequilíbrios, necessidades, contradição, etc.

  • “É uma questão de apresentar situações que apresentem novos problemas, problemas que desencadeiem outros. É preciso uma mistura de direcionamento e liberdade”

Ele atribui papel primordial à pesquisa por parte do aluno, pois é assim que serão formadas as novas noções e operações.

  • Ele atribui papel primordial à pesquisa por parte do aluno, pois é assim que serão formadas as novas noções e operações.

  • As experiências não devem ser feitas na frente do aluno, devem ser feitas pelo aluno.

  • O ensino deve procurar estabelecer as relações entre os diferentes ramos do saber e não reduzir formalmente o conhecimento as matérias de ensino.

Piaget: O conhecimento começa a partir do momento em que ele é comunicável e controlável

  • Piaget: O conhecimento começa a partir do momento em que ele é comunicável e controlável

  • Bringüier: É mensurável ?

  • Piaget: Não mesmo! Não mesmo! Há conhecimentos qualitativos. E Psicologia, em Lógica, nada é mensurável.

  • Mas o conhecimento começa quando se chega a conciliar os controles mútuos e as verificações em aproximações sucessivas. ( Bringüier, 1978, p. 25)

- Pouca relação com avaliação tradicional (provas, exames, notas)

  • - Pouca relação com avaliação tradicional (provas, exames, notas)

  • - Avaliação é feita a partir de parâmetros extraídos da própria teoria e implicará

  • verificar se o aluno já adquiriu noções, conservações, realizou operações.

  • Verificar se houve aprendizagem → através de reproduções livres

  • - Expressões próprias;

  • -Explicações práticas;

  • -Explicações casuais;

  • - Controle desse aproveitamento deve ser feito através da assimilação e aplicação em situações variadas.

  • - Professor deve avaliar os conceitos errados dos alunos considerando a interpretação do mundo, dos fatos, e é realizada de forma qualitativamente diferente nos diferentes estágios de desenvolvimento, quer do ser, quer da espécie.

COGNITIVISMO versus COMPORTAMENTALISMO

  • COGNITIVISMO versus COMPORTAMENTALISMO

  • Enfim, nós como futuros professores, devemos refletir no fato de que é necessária uma TEORIA DE INSTRUÇÃO COM FUNDAMENTAÇÃO PSICOGENÉTICA mais ampla e sistemática, uma vez que sendo assim, teremos ferramentas para atuar em diferentes níveis de ensino e em diferentes áreas do conhecimento com considerável flexibilidade.

Comentários