Teoria Sistêmica

Teoria Sistêmica

3

ABORDAGEM SISTÊMICA DA ADMINISTRAÇÃO

ORIGEM DA TEORIA GERAL DOS SISTEMAS

Surge a partir dos trabalhos de Ludwig von Bertalanfy publicados em 1950 e 1968.

Tem por finalidade a identificação das propriedades, princípios e leis característicos dos sistemas em geral, independentemente do tipo de cada um, da natureza de seus elementos componentes e das relações entre eles. Procura entender como os sistemas funcionam.

CONCEITO DE SISTEMA

  • Um todo organizado ou complexo; um conjunto ou combinação de coisas ou partes, formando um todo complexo ou unitário.

  • “Um complexo de elementos em interação de natureza ordenada e não fortuita.”

  • “Um conjunto objetos ou entidades que se inter-relacionam mutuamente para formar um todo único.” (PARK, Kil H;DE BONIS, Daniel F.; ABUD, Marcelo R., 1997)

  • Um conjunto de elementos, dinamicamente relacionados, formando uma atividade para atingir um objetivo, operando sobre dados/energia/matéria. Para fornecer informação/ energia/ matéria. (CHIAVENATO, 1983)

Idéias básicas:

  • Os todos são formados de partes interdependentes.

  • A natureza dos sistemas é definida pelo observador.

  • Para enfrentar a complexidade é preciso ter a capacidade de enxergá-la.

  • Quem utiliza o enfoque sistêmico aprende a “enxergar sistemas” e a sua complexidade.

(MAXIMIANO, Antonio Cesar A., 2000)

Complexidade esta palavra refere-se ao grande número de problemas e variáveis que as organizações devem enfrentar. O nível de complexidade está relacionado a quantidade de problemas e variáveis existentes.

O enfoque sistêmico é uma ferramenta que possibilita a compreensão da multiplicidade e interdependência das causas e variáveis dos sistemas complexos e a organização das soluções complexas para os problemas complexos.

ELEMENTOS COMPONENTES DE UM SISTEMA:

  • ENTRADA

  • PROCESSAMENTO, caixa preta

  • SAIDA OU PRODUTO

  • FEEDBACK ou RETROAÇÃO

  • AMBIENTE

AS ORGANIZAÇÕES COMO SISTEMAS

A ORGANIZAÇÃO COMO UM SISTEMA SÓCIO-TÉCNICO:

Características obrigatórias dos sistemas sociais:

Funcionalismo  cada elemento de um subsistema tem um papel ou função a desempenhar num sistema mais amplo.

Holismo  o sistema só pode ser explicado como uma globalidade e não é uma simples soma das partes. O holismo opõe-se ao elementarismo, que encara o total como a soma das partes individuais.

CONCEITOS RELATIVOS A TEORIA DOS SISTEMAS:

  • HIERARQUIA DOS SISTEMAS

  • TIPOS DE SISTEMAS ( FECHADOS E ABERTOS)

  • CONCEITO DE ENTROPIA E ENTROPIA NEGATIVA

  • CONCEITO DE EQÜIFINALIDADE

  • LIMITES OU FRONTEIRAS

  • DIFERENCIAÇÃO

  • CONCEITO DE HOMEOSTASE

HOMEM FUNCIONAL  o indivíduo comporta-se em um papel dentro das organizações, inter-relacionando-se com os outros, como um sistema aberto.

Comentários