Embriologia

Conceitos básicos:

  • Ovócito: célula germinativa feminina ou célula sexual produzida nos ovários.

    • Ovócito Primário.

    • Ovócito secundário (maduro): é liberado na ovocitação para se fertilizado.

  • Ovocitação: expulsão do ovócito secundário no período fértil.

  • Espermatozóide: Célula germinativa masculina ou sexual produzida nos testículos.

  • Ovulo: o ovócito se torna ovulo depois que o espermatozóide fertiliza ele.

  • Ovo ou Zigoto: união de um ovócito secundário (gameta feminino) e um espermatozóide (gameta masculino) com o pareamento dos cromossomos de ambos.

    • São 23 cromossomos.

    • A divisão ocorre por mitose.

    • Após o pareamento ficam 46 cromossomos.

  • Clivagem: a divisão celular mitótica ou clivagem do zigoto forma células embrionárias denominadas blastômeros.

  • Mórula: são um conjunto de células chamadas blastômeros resultantes da divisão do zigoto através de mitose.

  • Embrião: este termo refere-se ao seu humano em desenvolvimento durante seus estágios iniciais. O período embrionário estende-se até o final da oitava semana.

  • Concepto: este termo refere-se a todos os produtos da concepção, da fertilização em diante (o embrião ou feto) e suas membranas (por exemplo, a placenta).

  • Primórdio: refere-se ao inicio, ou ao primeiro indicio identificável de um órgão ou estrutura.

  • Feto: após o período embrionário (oito semanas), o ser humano em desenvolvimento é chamado de feto.

  • Desenvolvimento embrionário: ate a oitava semana do desenvolvimento, onde o embrião começa a formar os órgãos.

  • Desenvolvimento fetal: a partir da nona semana do desenvolvimento, onde o feto já estar pronto e passa a crescer e os órgãos vão adquiri a função.

  • Aborto: refere-se à expulsão do útero de um embrião ou feto antes de ser tornar viável.

  • Menopausa: interrupção do ciclo menstrual.

  • Menarca: primeira menstruação.

Gameta Feminino e masculino:

  • Túbulos seminíferos (testículos): local onde ocorre a produção de espermatozóides.

  • Ducto deferente: conduz os espermatozóides ate o epidídimo.

  • Epidídimo: local onde ocorre a maturação dos espermatozóides.

  • Sêmen: conjunto de secreções mais o espermatozóide. Secreções produzidas pela: glândula seminal (transparente e viscoso), próstata (branca) e glândula bulbo-uretral.

  • Obs.: em cada ejaculação o homem libera cerca de 150 – 450 mil espermatozóides. Contundo cerca de 100 – 250 espermatozóides e que chegam ao ovócito.

  • Teca: junção da zona pelúcida com a corona radiata.

  • Gametogênese: é o processo pelo qual as células germinativas especializadas são formadas.

  • Espermatogênese: as espermatogônias são transformadas em espermatozóides.

  • Ovogênese: as ovogônias são transformadas em ovócitos.

  • O liquido folicular estimula a liberação do ovócito.

  • Duração da espera dos espermatozóides: 72hs.

  • Duração da espera do ovócito: 24hs.

X Y X X

Homem Mulher

  • Ovócito:

Membrana Teca(junção da Z.P + C.R) Zona Pelúcida

Plasmática Corona Radiata

  • Espermatozóide: Flagelo (cauda); região intermediaria e cabeça (núcleo, acrossomo e tec.)

  • A região intermediaria permite a movimentação da cauda, através de movimentos no sentido de chicote e ou circulo.

  • Acrossomo: e uma região que possui enzimas (hialuronidase, esterases, acrosina e neuraminidase) que irão degradar a parte do ovócito para que ele consiga entrar.

  • Núcleo: onde estão os cromossomos.

  • Obs.: o homem começa a produzir espermatozóide quando chega à puberdade e vai produzir pelo resto da vida. Já a mulher nasce com a quantidade de óvulos definida e começa a liberar os mesmo com a menarca e para a liberação com a chegada da menopausa.

  • A ovocitação ocorre no meio do ciclo menstrual.

Fertilização/ fecundação – primeira semana

  • Conceito de fertilização/fecundação: é a penetração do espermatozóide no ovócito.

  • Ampola uterina: local onde o ovócito fica a espera do espermatozóide e onde ocorre a fertilização.

  • Na fertilização o espermatozóide libera as enzimas que irão degradar a corona radiata e a Zola pelúcida, consequentemente se fundido a membrana plasmática, e só vai entrar no ovócito o conteúdo de dentro da cabeça e da cauda do espermatozóide, formando o Pronucleo masculino, deixa de ser ovócito e passa a ser ovulo.

  • Com a entrada do espermatozóide o ovócito termina de realizar sua divisão celular – que ate aquele momento estava incompleto (anáfase)- em telófase, formando o Pronucleo feminino.

  • Pronucleo masculino: núcleo do espermatozóide (cromossomos) dentro do zigoto.

  • Dentro do ovulo se encontram o Pronucleo masculino e o Pronucleo feminino, a Carioteca de ambos os Pronucleos é degradada liberando os cromossomos no citoplasma, em seguida os cromossomos vão se parear (1/1, 2/2 e etc.), agora deixa de ser ovulo e se torna ovo ou zigoto.

  • Os cromossomos se paream de acordo com o tamanho/similaridades (1 é o maior e 23 é o menor).

  • Ovo ou zigoto começa a se dividir por mitose (cromossomo duplica e depois se dividi), ou seja, ocorre à clivagem do zigoto, formando uma massa de célula onde cada célula é chamada de blastômero, e a massa de célula é chamada de mórula.

  • Obs.: se a fertilização na acontecer na ampola da tuba uterina, chega a acontecer no útero o mesmo não vai “vingar” por que não houve o tempo necessário para o útero se preparar para a chegada do embrião.

  • A parede da tuba uterina vai contrair empurrando (com o auxilio de cílios) a mórula em direção a útero.

  • Da fertilização ate a chegada do blastocisto no útero demora 4 dias.

  • Chegando ao útero demora 2 dias para que a mórula se torne blastocisto.

  • A mórula se transforma em blastocisto quando o liquido que existe na cavidade uterina vai entrar nos espaços entre uma célula (blastômeros) e outra e consequentemente vai abrir uma cavidade que vai ser preenchida pelo fluido da cavidade uterina e receberá o nome de cavidade blastocística , se tornando um blastocisto.

  • Blastocisto é formado por células do sinciciotrofoblasto, do embrioblasto e do citotrofoblasto.

  • As células que formam o trofoblasto são as células do sinciciotrofoblasto e do citotrofoblasto (contribui para formação da placenta).

Vermelhas: Sinciciotrofoblasto.

Cinzas: citotrofoblasto.

Pretas: embrioblasto (vão originar o embrião)

Segunda semana

  • Implantação do blastocisto na parede do útero, para estabelecer um contato com o sangue da mãe para que as células dele recebam oxigênio, nutrientes para poder continuar com a proliferação.

  • O Útero é composto por três camadas: Endométrio, miométrio e o perímetro (membrana de tecido conjuntivo que envolve o útero).

  • A implantação só vai ate a camada do endométrio.

  • O endométrio é formado por três camadas:

    • Camada basal (mais próxima do miométrio).

    • Camada compacta.

    • Camada esponjosa (mais internamente).

  • O blastocisto se implanta primeiro na esponjosa e depois na compacta e não chega à basal.

  • As células do Sinciciotrofoblasto vão liberar enzimas que vão degradar as células para abrir caminho e ele entrar, as células mortas vão servir de nutrição para as células do Sinciciotrofoblasto.

  • O embrioblasto ele vai se formado por duas camadas de células: o epiblasto (acima) e o hipoblasto (abaixo).

  • As células do epiblasto vão proliferar e envolvendo as células do Sinciciotrofoblasto gerando uma cavidade entre elas, a cavidade amniótica. As células formadas a partir das células do epiblasto vão ser chamadas de células do âmnio que são as células que vão produzir o liquido amniótico que vai preencher a cavidade amniótica.

  • As células do hipoblasto também vão proliferar e vão envolver a cavidade que antes era cavidade blastocistica e agora se chama cavidade exocelômica.

  • As células que envolveram as células do Sinciciotrofoblasto e formaram a cavidade exocelômica vão se despregar e vão ir em direção ao centro passando a se chamar agora de saco vitelino primitivo.

  • O saco vitelino primitivo começa a se unir no meio formando dois sacos vitelinos o primário (vai desaparece) e o secundário (vai da origem ao intestino).

  • O espaço deixado com o desprendimento do saco vitelino primitivo vai ser chamado de mesoderma extra-embrionário.

  • Obs.: o intestino do bebê é formado fora da cavidade abdominal.

  • No final da segunda semana o blastocisto estar completamente implantado e todos os eventos já descritos já aconteceram.

Terceira semana

  • O inicio dela é marcado com a Gastrulação.

  • Gastrulação: é a formação dos três folhetos embrionários a partir do epiblasto. Que vão ser o: ectoderma (em cima do epiblasto), endoderma (abaixo do hipoblasto) e mesoderma (entre o epiblasto e o hipoblasto) que vão da origem aos tipos de tecidos.

    • Obs.: os tecidos vão formar os órgãos, os órgãos vão formar os sistemas, os sistemas vão formar o organismo.

    • Obs.’:

      • As células do ectoderma vão originar as células do tecido: nervoso.

      • As células do mesoderma vão originar as células do tecido: muscular e os vasos sangüíneos (geralmente).

      • As células do endoderma vão originar as células do tecido: outros.

  • Em cima do epiblasto na parte caudal (região cloacal) as células do meio vão começar a proliferar em linha reta e formar uma cavidade em forma de U chamada de linha primitiva ate chegar num ponto onde ela para, esse ponto é chamado de no primitivo e a partir do no primitivo as células continuam a proliferar e formar outro segmento chamado de notocorda (que vai formar a coluna vertebral) que vai seguir ate chegar perto da membrana Bucofaringea na placa pré-cordal.

  • As células da linha primitiva vão proliferar para cima e formar um tubo cuja duas extremidades vão estar abertas (extremidade rostral e extremidade caudal), chamado de tubo neural onde vai desenvolver a medula espinal.

  • Houve a formação da placenta. Os nutrientes chegam às células do embrião por difusão.

  • O final é marcado pela formação das vilosidades coriônicas: as células que estão em volta do sinciciotrofoblasto (por fora) que vão formar a placenta em alguns pontos elas vão proliferar, cada proliferação vai se chamar vilosidades coriônicas possuindo espaços intervilômicos (entre as vilosidades), tudo se chama córion viloso (de onde vai partir o cordão umbilical), quando o bebe cresce uma parte encosta no útero então essa parte não mantém as vilosidades passando a se chamar córion liso.

Estudo dirigido

  1. Conceitue zigoto, mórula, blastocisto, concepto, menopausa e menarca.

R.: Zigoto: é o resultado da fertilização do ovócito pelo espermatozóide após o pareamento dos cromossomos.

Mórula: são um conjunto de células chamadas blastômeros resultantes da divisão do zigoto através de mitose.

Blastocisto: é uma transformação da mórula no útero quando à formação da cavidade blastocistica.

Concepto: é o conjunto de membranas que envolvem o embrião ou feto mais o mesmo.

Menopausa (45-55 anos): interrupção do clico menstrual.

Menarca (puberdade): primeira menstruação; inicio do clico menstrual.

  1. Explique o processo de ovocitação e diga onde é e quanto tempo o ovócito fica a espera do espermatozóide.

R.: a ovocitação ocorre exatamente na metade do clico menstrual quando folículos ovarianos recebem o estimulo do FSH (hormônio folículo estimulante) ocorre à maturação do folículo e a produção do liquido folicular gerando uma pressão no interior do folículo fazendo com que o ovócito seja empurrado para a superfície, na seqüencia vem o LH (hormônio luteinizante) a membrana se rompe e o ovócito é arremessado e capturado pelas fimbrias e trazido ate a ampola da tuba uterina onde ficara esperando por 24 h na ampola da tuba uterina pelo espermatozóide.

  1. Descreva a fertilização ate a formação do zigoto.

R.: vai acontecer no período chamado fértil quando o espermatozóide chega ao ovócito e vão liberar do Acrossomo a enzimas (hialuronidase, esterases, acrosina e neuraminidase) que vão degradar a parede do ovócito, primeiramente a corona radiata e depois a zona pelúcida, então o espermatozóide se funde a membrana e lança no interior do ovócito só o seu conteúdo, ocorrendo então à formação do Pronucleo masculino, terminando a segunda divisão meiótica formando o Pronucleo feminino, se tornando Ovulo, e na seqüencia ocorre o pareamento dos cromossomos formando o Ovo ou Zigoto, esse processo ocorre na ampola da tuba uterina.

  1. Esquematize o clico menstrual e descreva suas fases.

R.:

FSH LH Estrógeno e Progesterona.

1º 14º 28º

  • Fase menstrual: ocorre a menstruação.

  • Fase Lútea ou proliferativa: o primeiro a ser liberado pela hipófise no início do clico menstrual é o FSH, preparando o folículo para a liberação do ovócito, fazendo o mesmo produz liquido empurrando o ovócito para a superfície, quando o ovócito estiver preste a ser romper o LH começa a atura fazendo com que o mesmo seja liberado rompendo a membrana sendo capturado pelas fimbrias e levado para a ampola da tuba uterina. O Impacto deixado pelo ovócito vai ser preenchido pelo corpo lúteo ou corpo amarelo no lugar deixado pelo ovócito. O corpo lúteo vai produzir estrógeno e progesterona que irão preparar o útero para Recber o possível blastocisto. Quando chega no 28º na implantou ninguém as taxas de estrógeno e progesterona cai, fazendo com que os vasos sanguíneos do útero façam vaso constrição reduzindo muito o fluxo de sangue para o endométrio, fazendo com que as células do mesmo morram e acabem por descamar ocorrendo à menstruação.

  • Fase menstrual: ocorre a menstruação.

  1. Explique como é formado o blastocisto e diga como este consegue implantar na parede do útero.

R.: ele é formado quando a mórula no útero sofre a formação da cavidade blastocistica o blastocisto, é formado pelo sinciciotrofoblasto, embrioblasto (vai se dividi em camadas celulares epiblasto e hipoblasto) e citotrofoblasto.

O blastocisto vai implantar a partir das células do sinciciotrofoblasto que vão liberar enzimas que vão degradar a parede do endométrio (as camadas esponjosa e compacta) com isso o blastocisto vai abrindo caminho e adentrando o endométrio e quando estiver completamente envolvido pelo endométrio forma-se um tampão na região chamada decídua, esse processo demorou uma semana.

  1. Descreva como se dá a formação da cavidade amniótica e do saco vitelino e diga quando isso ocorre.

R.: a cavidade amniótica é formada a partir do epiblasto vão surgir às células do âmnio que acima do epiblasto elas vão formar um envoltório aonde no interior será armazenado o liquido amniótico produzido pelas células do âmnio formando a cavidade amniótica.

O saco vitelino ele é formado a partir das células do hipoblasto vão proliferar e revestir a cavidade blastocistica formando a cavidade exocelômica, então a cavidade exocelômica se desprende do citotrofoblasto formando o saco vitelino primitivo e seqüencialmente tornando-se saco vitelino primário que ira desaparecer e saco vitelino secundário que ira participar da formação do intestino.

Esse processo ocorre na segunda semana.

  1. Explique como o útero é mantido em condições viáveis para o desenvolvimento embrionário.

R.: ocorre quando as células do sinciciotrofoblasto assumem o papel de produção de progesterona que ira manter as artérias espiraladas da parede do endométrio dilatadas com irrigação suficiente para promover as trocas gasosas, captação de nutrientes e a eliminação de resíduos produzidos pelo embrião e feto posteriormente.

  1. Fale sobre placenta previa e aborto espontâneo.

R.: Placenta Previa: ocorre quando o blastocisto ira implantar na parede do útero, o normal é que a implantação ocorra do meio do útero para cima (fundo do útero), se o blastocisto implantar perto/próximo do colo do útero e ocorre o risco da placenta descolar aumentando o risco de aborto.

Aborto espontâneo: quando as células do citotrofoblasto se desprendem do endométrio não permitindo que ocorram trocas gasosas e de nutrientes fazendo com assim o feto/embrião morra.

  1. Cite os eventos que ocorrem durante a terceira semana do desenvolvimento humano e explique.

R.: as células do epiblasto vão proliferar dando origem às células do âmnio que vão formar a cavidade amniótica que será preenchida pelo fluido amniótico produzido pelas células do âmnio, as células do hipoblasto proliferam e revestem a cavidade blastocistica formando a cavidade exocelômica, a membrana da cavidade blastocistica se desprende do citotrofoblasto formando o saco vitelino primitivo e seqüencialmente tornando-se saco vitelino primário que ira desaparecer e saco vitelino secundário que ira participar da formação do intestino, vai ocorrer a Gastrulação (formação dos três folhetos embrionários) que a partir do epiblasto vai se formado o ectoderma, entre o epiblasto e o hipoblasto vai se formado o mesoderma e abaixo do hipoblasto o endoderma esse folhetos que darão origem aos diversos tipos de tecidos e órgãos que formarão o individuo, ocorrera à formação das vilosidades coriônicas, ou seja, as células que estão em volta do sinciciotrofoblasto (por fora) que vão formar a placenta em alguns pontos elas vão proliferar, cada proliferação vai se chamar vilosidades coriônicas possuindo espaços intervilômicos (entre as vilosidades), tudo se chama córion viloso (de onde vai partir o cordão umbilical), quando o bebe cresce uma parte encosta no útero então essa parte não mantém as vilosidades passando a se chamar córion liso.

  1. Explique como calcular a data provável do parto.

R.: Existe três formas de calcular:

1º dia da ultima menstruação menos um ano e três meses mais sete dias.

1º dia da ultima menstruação mais 266 dias.

1º dia da ultima menstruação menos três meses mais um ano e sete dias.

Comentários