Curso instalaçao de som automotivo

Curso instalaçao de som automotivo

(Parte 5 de 7)

Mas se ela é medida em ohms como num resistor, porque não dizemos "resistência" ao invés de "impedância"? Será que é apenas um termo técnico ou um fator de complicação para o instalador de som? Alguns instaladores sentem muitas dificuldades para entender este processo e fazer o áudio funcionar corretamente.

A resistência à corrente contínua não é idêntica à resistência à corrente alternada, que embora sendo medida na mesma unidade (ohms), é chamada "impedância" e tem como uma de suas características aumentar com a freqüência da corrente, dependendo, porém das características da bobina móvel e do alto-falante.

A impedância é importante para a adaptação do alto-falante à saída do amplificador, sendo que a impedância de ambos devem ser iguais para evitar perder a eficiência ou danificar o próprio aparelho. Assim, foi criado o termo "casar a impedância" dos equipamentos, ou seja, igualar a impedância de saída do aparelho com a impedância da bobina do alto-falante. Veja nos exemplos a seguir o que ocorre nos diferentes valores de impedância.

a) Casamento de impedância - correto, apresentando o rendimento ideal do sistema de som.

b) Impedância do equipamento inferior ao do alto-falante - apresenta rendimento insuficiente ou perda de potência.

Copyright. - 2005 - DJ BELEX - Todos os Direitos Reservados djbelex@hotmail.com 25 c) Impedância do equipamento superior ao do alto-falante - apresenta rendimento acima do normal, podendo danificar os equipamentos.

Mas, e se eu tiver um aparelho com impedância de saída de 4 ohms e dois altofalantes de 8 ohms? O que fazer?

Neste caso entram as associações dos alto-falantes. Ligando-se dois falantes de 8 ohms em paralelo, teremos uma impedância final de 4 ohms, casando-o com o equipamento. Esse assunto iremos explicar numa próxima oportunidade.

Qual a potência dissipada em um kit de MidBass, MidRange e Tweeter

Vamos supor que você tenha um amplificador que forneça 100W RMS em 4 Ohms e que os falantes são todos de 4 Ohms. Se você instalasse o MidBass, MidRange e Tweeter simplesmente em paralelo, você teria 1,3 Ohms de impedância final, o que poderia queimar seu amplificador e toda a música estaria sendo mandada igualmente para todos os falantes e você teria (100W / 3) = 3 W RMS em cada falante . Agora se você ligar um crossover passivo de 3 vias e 4 Ohms, o amplificador vai "enxergar" 4 Ohms. A freqüência será dividida de acordo como o crossover mandar e cada faixa de freqüência estará sendo mandada para um falante específico e de modo geral cada falante vai reproduzir 100W RMS em cada faixa de freqüência, 100W para o midbass em 20Hz a 100Hz , 100W para o midrange em 100Hz a 5KHz e 100W para o tweeter em 5KHz a 20KHz, totalizando 100W RMS em 20Hz a 20000Hz.

Decibél, o que é isso?

O Decibél surgiu da necessidade de representar números muito grandes ou muito pequenos sem a necessidade de colocar muitos "zeros". O Decibél em homenagem ao pesquisador Graham Bell não é uma unidade como o "metro", o "segundo", pois um valor em dB deve sempre ser medido tendo um valor arbitrário como referência, isto é, um número dividido por outro. Portanto 20dB podem significar 55dB em outro referencial. Esse valor significa o quanto maior ou menor é um número quando comparamos com um valor de referência. O cálculo pode ser feito da seguinte forma:

dB = 10.log (valor / valor de referência)

Para o uso do Decibél na medição de pressão sonora o valor de referência é 0,00005.

Assim 150dB = 20.0.0.0 e 153dB = 39.905.246.299 aproximadamente

Copyright. - 2005 - DJ BELEX - Todos os Direitos Reservados djbelex@hotmail.com 26

40.0.0.0 , o dobro de pressão sonora. Portanto, uma leitura de 3dB a mais significa o dobro do valor!!!.

Como escolher o SubWoofer?

falantesCaso você utilize um SubWoofer que suporte muita potência, você estará
Sub que suporte menor potência haverá a chance de queimá-loVerifique a
sonora. ( 90dB é o dobro de pressão que 87dB )Verifique também a impedância. A

O SubWoofer é fabricado para trabalhar em Sub-freqüências ( 20 a 100 Hz ), em baixas impedâncias, em caixas geralmente com baixo volume acústico, possui borda emborrachada para permitir maior excursão consequentemente possuindo uma bobina de maior altura. Primeiramente ele deve "casar" com a potência fornecida pelo amplificador. Ex: Se o amplificador fornece 120W RMS na ligação bridge, utilize um SubWoofer que suporte entre 150W a 200W RMS. Se for utilizar dois subwoofer, utilize dois de 75W totalizando 150W ou 2 de 100W totalizando 200W suportados pela associação dos perdendo sensibilidade no Sob, pois o amplificador não terá muita "força" para "empurrar" o SubWoofer e você terá batidas mais duras e mais curtas. Se utilizar um sensibilidade do mesmo. Os mais sensíveis possuem 90dB/m. Lembrando que quanto maior esse número, mais sensível é o falante e que 3 dB significam o dobro de pressão maioria dos amplificadores aceitam em sua ligação bridge um mínimo de 4 Ohms. Caso vá utilizar somente um SubWoofer tenha preferência por aquele de 4 Ohms. Se for utilizar dois ou mais subwoofer deve-se fazer a associação dos mesmos para que cheguem a uma impedância final em torno de 4 Ohms. Mas como que é esse tipo de associação?

Na ligação em série, somasse as impedâncias.

Nas ligações em paralelo divide-se por dois a impedância de um deles (somente para falantes com mesmas impedâncias). Caso sejam diferentes, deve-se utilizar as fórmulas acima.

Copyright. - 2005 - DJ BELEX - Todos os Direitos Reservados djbelex@hotmail.com 27

Associação de Subwoofer

Impedância vs. Resistência

A resistência é a dificuldade que uma corrente elétrica contínua tem ao passar por um componente e a Impedância é a resistência à corrente variável em freqüência portanto a impedância varia com a freqüência também.

Associação de Subwoofers Bobina simples.

Podemos associar dois subwoofers em paralelo ou em série. Associação em série.

Consiste em ligar um terminal de um sub no pólo oposto do outro, isto é, o pólo positivo(vermelho) de um, no polo negativo(preto) do outro (ou vice-versa), a fim de termos um polo positivo e outro negativo sobrando como mostra a figura abaixo:

(ligação série de 2 subwoofers)

Se você ligar polo positivo com polo positivo e utilizar os polos negativos (ou viceversa), os cones de cada subwoofer se deslocarão em sentidos opostos causando o cancelamento de ondas sonoras, pois um força o ar para frente enquanto que o outro força o ar para trás resultando em deslocamento zero (supondo os subwoofer virados para um mesmo lado).

(cancelamento sonoro por deslocamento oposto)

A impedância equivalente medida nos 2 terminais, será a soma das impedâncias. A regra de soma vale para mais de 2 subwoofers ligados em série.

Copyright. - 2005 - DJ BELEX - Todos os Direitos Reservados djbelex@hotmail.com 28

(ligação de subwoofers em série)

Associação em paralelo.

Consiste em ligar polo positivo(vermelho) no polo positivo(vermelho) de outro subwoofer e o polo negativo(preto) do primeiro no polo negativo do segundo como mostra a figura abaixo:

(ligação em paralelo de 2 subwoofers)

Supondo que os dois subwoofers possuam a mesma impedância, o equivalente do conjunto será a metade da impedância dos subs. No nosso exemplo, os 2 subwoofers são de 4 Ohms e a impedância equivalente é de 2 Ohms.

Mas a regra geral para mais de um subwoofer é: R = (R1*R2)/(R1+R2) ou para mais subwoofers: R = (R1*R2*R3*R4*...)/(R1+R2+R3+R4+...)

Associação de Subwoofers bobina dupla

Observando um subwoofer de bobina dupla, notamos que ele possui 4 terminais (2 positivos(vermelho) e 2 negativos(preto)), internamente ele é composto por 2 bobinas independentes montadas em um suporte em comum. Podemos aproximar o subwoofer B.D. (bobina dupla) a 2 resistores.

Portanto podemos ligar um subwoofer B.D. em paralelo ou em série com ele mesmo ou em conjunto com outro subwoofer B.D. sempre levando em conta a polaridade. Ligando as bobinas de um subwoofer B.D. em série. Liga-se polo positivo no polo negativo da outra bobina, sobrando o polo negativo da primeira bobina e o polo positivo da segunda bobina:

Copyright. - 2005 - DJ BELEX - Todos os Direitos Reservados djbelex@hotmail.com 29

(ligação série de um subwoofer bobina dupla)

O resultado é um subwoofer com impedância igual a soma das impedâncias das bobinas e potência total igual à soma das potências suportadas por cada bobina.

Se você ligar polo positivo de uma bobina com polo negativo da outra bobina e também o polo negativo de um com o polo positivo do outro (como na figura abaixo), as bobinas se deslocarão em sentidos opostos causando o descolamento das mesmas sobre o suporte cilíndrico, travando o cone do subwoofer por dano, possivelmente por descolamento do fio da bobina.

(deslocamento contra por ligação errada)

Ligando as bobinas de um subwoofer B.D. em paralelo.

Basta ligar polo positivo de uma bobina com o polo positivo da outra bobina e polo negativo de uma bobina com o polo negativo da outra bobina, o resultado é um sub com impedância equivalente à metade da impedância de uma das bobinas (quando iguais) e potência equivalente ao dobro da potência suportada por cada bobina.

(ligação em paralelo de um subwoofer bobina dupla)

A ligação de um polo positivo no polo negativo e polo negativo no polo positivo da outra bobina também causará o deslocamento inverso das bobinas no interior do sub, danificando-o.

(Parte 5 de 7)

Comentários