Normatização de referências bibliográficas - ABNT

Normatização de referências bibliográficas - ABNT

(Parte 1 de 6)

Uma Adaptação do Estilo de Normalizar de Acordo com as Normas da ABNT

(Associação Brasileira de Normas Técnicas - 2002)

NBR 6023 – Informação e Documentação: Referência – Elaboração

Dúvidas e Sugestões: bibip@edu.usp.br ÍNDICE

1- Definição 2 - Elementos da referência 3 - Regras gerais de apresentação 4 Transcrição dos elementos 4.1 - Autoria 4.1.1 - Um autor 4.1.2 - Dois ou três autores 4.1.3 - Mais de três autores 4.1.4 - Responsabilidade intelectual diferente de autor 4.1.5 - Autoria desconhecida 4.1.6 - Outros tipos de responsabilidade 4.1.7 - Autoria cooperativa

4.1.8 - Entidade com denominação genérica 4.1.9 - Pseudônimo 4.2 - Título e subtítulo 4.3 – Edição 4.3.1 – Emendas e acréscimos 4.4 - Local da publicação 4.5 - Editora 4.6 - Data da publicação 4.7 - Descrição física 4.7.1- Documento em um único volume 4.7.2 - Documento em mais de um volume 4.7.3 - Partes de publicações 4.8 - Séries e coleções 4.9 – Notas 5 Modelos de referências 5.1 - Monografia no todo 5.1.1 - Livro 5.1.2 - Dissertação ou Tese 5.1.3 - Dicionário 5.1.4 - Folheto 5.1.5 Manual 5.2 - Parte de monografia 5.2.1 - Capítulo de livro 5.3 - Periódicos 5.3.1 - Artigo e/ou matéria de periódico 5.3.1.1 - Artigo de periódico 5.3.2 - Artigo de periódico com data original

5.3.3 - Artigo de jornal 5.3.4 - Artigo em vias de publicação (No prelo) 5.3.5 - Resenha 5.3.6 - Entrevista/Depoimento 5.3.7 - Editorial publicado em revista 5.4 - Documento de evento 5.4.1- Evento como um todo 5.4.2 - Anais no todo 5.4.3 - Resumo publicado 5.4.4 - Trabalho publicado em anais, resumos, e outras publicações de eventos 5.4.5 - Resumo de trabalho publicado 5.4.6 - Trabalho publicado em Anais de Congresso 5.5 - Documentos em meio eletrônico 5.5.1 - Trabalho publicado em CD 5.5.2 - Artigo publicado em periódico eletrônico 5.5.3 - Verbete de enciclopédia eletrônica 5.5.4 - Documento publicado na Internet 5.5.5 – Documento legislativo disponível na Internet 5.6 – Fitas de vídeo/DVD 5.7 – Documentos legislativos 5.8 - Correspondência (cartas, telegramas)

1 Definição

Referência: conjunto padronizado de elementos descritivos, retirados de um documento, que permite sua identificação individual (Associação Brasileira de Normas Técnicas, NBR 6023, 2002).

2 Elementos da referência

A referência é constituída de elementos essenciais e quando necessário, acrescidos de elementos complementares.

2.1 Elementos essenciais: informações indispensáveis à identificação do documento. Estão estritamente vinculados ao suporte documental e variam, portanto, conforme o tipo.

2.1 Elementos complementares: informações que, acrescentadas aos elementos essenciais, permitem melhor caracterizar o documento.

3 Regras gerais de apresentação

3.1 Os elementos essenciais e complementares da referência devem ser apresentados em seqüência padronizada.

3.2 As referências são alinhadas somente à margem esquerda e de forma a se identificar individualmente cada documento, em espaço simples e separados entre si por espaço duplo.

3.3 O recurso tipográfico (negrito, itálico ou grifo) é utilizado para destacar o elemento título da publicação, e deve ser uniforme em todas as referências de um mesmo documento.

3.4 As abreviaturas devem seguir a NBR 10522.

3.5 As referências podem ser ordenadas conforme o sistema utilizado para citação no texto, alfabética, cronológica e sistemática (por assunto). Nos trabalhos técnicos e científicos as ordenações mais utilizadas são: alfabético (sistema autor-data) e numérica (ordem de citação no texto).

3.6 As referências devem ser listadas no final do trabalho.

4 Transcrição dos elementos

4.1 Autoria

Pessoa(s) física(s) responsávei(s) pela criação do conteúdo intelectual ou artístico de um documento.

4.1.1 Um autor

Indica((m))--se o((s)) aauuttorr((ees)) ppeello úúllttiimo sobbrreennomee,, eem lleettrraas maaiiúúsccuullaas,, segguuiiddo((s)) ddo((s)) prenome((s)) e outro((s)) soobbrrennoomme((s)),, aabbrrevviiaaddoos ou não..

Exemplo QUEIRÓZ, E. O crime do Padre Amaro. 25. ed. Rio de Janeiro: Ediouro, 2000. 277 p.

4.1.2 Dois ou três autores

Quando houver dois ou três autores, os nomes devem ser separados por ponto-e-vírgula, seguido de espaço.

Exemplos

ADES, L.; KERBAUY, R. R. Obesidade: realidade e indignações. Psicologia USP, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 197-216, 2002.

SILVEIRA, L. F.; CORTE, S.; DUARTE, G. Relaciones y estructura en un grupo de babuínos (papio hamadryas) en cativeiro. Revista de Etologia, São Paulo, v. 3, n. 2, p. 95- 104, 2001.

4.1.3 Mais de três autores

Quando existirem mais de três autores, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão latina et al.

Exemplo

PETERSON, L. et al. Improvement in quantity and quality of prevention measurement of toddler injuries and parental interventions. Behavior Therapy, New York, v. 3, n. 2, p. 271-297, 2002.

4.1.4 Responsabilidade intelectual diferente de autor

Quando houver indicação explícita de responsabilidade pelo conjunto da obra, em coletâneas de vários autores, a entrada deve ser feita pelo nome do responsável, seguida pela abreviatura singular do mesmo, (organizador, coordenador, editor etc.), entre parênteses.

Exemplos

BARTUCCI, G. (Org.). Psicanálise, literatura e estéticas de subjetivação. Rio de Janeiro: Imago, 2001. 408 p.

OLIVEIRA, V. B.; BOSSA, N. A. (Org.). Avaliação psicopedagógica da criança de sete a onze anos. Petrópolis: Vozes, 1996. 182 p.

4.1.5 Autoria desconhecida

Em caso de autoria desconhecida, a entrada é feita pelo título.

Exemplo

CONSULTORIO del amor: edicación sexual, creatividad y promoción de salud. La Habana: Academia, 1994. 137 p.

4.1.6 Outros tipos de responsabilidade

Quando necessário, acrescentam-se outros tipos de responsabilidade logo após o título, conforme aparecem no documento.

Exemplo

DAVIS, F. A comunicação não-verbal. Tradução de Antonio Dimas. São Paulo: Summus, 1979. 196 p.

4.1.7 Autoria cooperativa

As obras de responsabilidade de entidades coletivas (órgão governamentais, empresas, associações, congressos, seminários etc.) têm entrada pelo seu próprio nome, por extenso em caixa alta considerando a subordinação hierárquica quando houver.

(Parte 1 de 6)

Comentários