Desenvolvimento Mineiro

Desenvolvimento Mineiro

(Parte 4 de 10)

· Tipo específico do equipamento;

· Especificações dos equipamentos ( desempenho, manutenção)

· Seleção dos fabricantes ou fornecedores

Requerimento Geral

Para se chegar a conclusão da 1ª etapa na seleção de equipamentos de lavra, um grande número de informações sobre a jazida, o esboço do pit e operações devem ser conhecidas. Com relação ao corpo do minério e usina de tratamento, faz-se necessário conhecer o tipo de processo utilizado, a massa de minério a ser tratada por dia, por hora, o grau de controle de qualidade requerido para a alimentação da usina.

Os fatores que dizem respeito ao minério e precisam ser conhecidos são:

· A taxa alimentação de minério, requerida e permitida, pela usina, por carregamento individual, por hora, por turno, por dia etc.;

· A blendagem requerida para controle do teor do minério ou balanço dos constituintes do mesmo;

· Tipo de segregação requerida para evitar misturas indesejáveis;

· A rota e a distância percorrida pelo minério;

· A diferença de cota entre o ponto de carregamento e o ponto de descarga do minério;

No caso do estéril o problema é de certo modo mais simples, entretanto deve-se saber:

· A relação estéril/minério;

· A forma como o estéril ocorre no jazimento, se externo ou sobre o corpo, se intercalado etc.

Deve-se conhecer, ainda, a natureza física do minério e estéril, tais como, densidade in situ e empolada, compactibilidade, umidade, dureza, abrasividade, grau de fragmentação, resistência à compressão etc.

Em geral os equipamentos de lavra estarão envolvidos nas atividades de desmonte, carregamento e transporte do minério e estéril da mina.

Tamanho e/ou número de equipamentos

Duas questões são primordiais

1 - Qual o número ideal de cada tipo de equipamento ?

Como exemplo, o seguinte pode ser sugerido como considerações preliminares no esforço de minimizar a quantidade de equipamentos:

· Uma perfuratriz para cada escavadeira;

· Uma escavadeira para cada tipo de material, isto é, uma para minério e outra para estéril;

· Três ou quatro caminhões para cada escavadeira.

Entretanto, existem numerosos fatores a serem considerados em cada caso, como por exemplo :

· É possível reduzir o número de perfuratrizes se um máquina de capacidade suficientemente alta e de alta mobilidade é adotada;

· Mais carregadeiras podem ser necessárias, se é exigido blendagem ou segregação;

· O número de caminhões é usualmente ditado pela distância de transporte, e, idealmente, nem deve um caminhão esperar para ser carregado, nem deve uma escavadeira esperar por um caminhão vazio.

2 - Qual o tamanho ideal do equipamento ?

Seguindo a premissa de que os custos operacionais são altos e que continuarão a subir e que equipamentos para uma adequada operação são escassos e serão mais ainda no futuro, todo o esforço deve ser feito para maximizar o tamanho do equipamento. É significante observar que embora haja uma grande diferença no investimento inicial, os trabalhos de operação e manutenção requeridos, são aproximadamente os mesmos para diferentes tamanhos de um mesmo equipamento, como por exemplo :

escavadeiras de 4 1/2 jc e 15 jc

caminhões de 25 e 100 t

Tipo Específico de Equipamento

Nesta fase de seleção de equipamentos de lavra , a experiência é de suma importância, sob todos os aspectos. Especificações de fabricantes serão de muita utilidade , mas devem ser usadas prudentemente. Por outro lado, certos detalhes técnicos e dados de desempenho dos equipamentos somente serão encontrados nos impressos dos fabricantes.

Descrição Detalhada das Especificações dos Equipamentos

O objetivo da descrição detalhada das especificações é assegurar:

· Que o equipamento cotado corresponderá àquele necessário e desempenhará a função desejada;

· Que as proposições e especificações fornecidas pelos fornecedores ou fabricantes permitirão significativas comparações de custos e méritos dos vários equipamentos específicos

Geralmente estas especificações devem ser descritas em duas partes para melhor atingir o resultado desejado. A primeira deve descrever todos os requerimentos, com respeito ao desempenho, capacidade, força, peso, tamanho etc. A segunda parte deve descrever separadamente todos os ítens desejáveis de um equipamento ideal, que permita melhor, segura e econômica operação, fácil manutenção e reduzidos custos de reparos. Esta parte deve incluir também alternativas para o equipamento especificado, tais como pneus ou esteiras, diferentes motores etc.

Estas etapas devem permitir uma fácil comparação quando no levantamento de custos das várias máquinas e ainda uma avaliação de vários ítens como investimento inicial, desempenho e custos operacionais das várias unidades, que precisam então ser relacionadas a todos os fatores econômicos da operação.

Seleção do Fabricante

Um cuidadoso estudo comparativo das diversas propostas recebidas dos fabricantes permitirá uma análise com relação a custos e adaptabilidade técnica e, ainda, um estudo da relativa facilidade ou dificuldade de manutenção e reparos.

Deverá também, ser feita uma avaliação da reputação e tomada de opinião sobre os vários fabricantes e fornecedores em relação aos serviços técnicos prestados, disponibilidade e custos de peças e garantias.

Seleção com Relação ao Valor Atual

Um dos critérios de seleção consiste em se determinar os valores atuais das séries de desembolsos ocorrentes durante a vida da mina, para cada uma das alternativas tecnicamente viáveis, a uma determinada taxa anual de desconto e escolher a alternativa que apresentar menor valor atual.

Sendo um estudo comparativo, é necessário que as grandezas a serem comparadas sejam equivalentes. Esta equivalência é obtida considerando-se, para cada alternativa os investimentos e custos operacionais ocorrentes durante a vida da mina e referentes a produção de uma quantidade constante de minério bruto, colocado à boca do britador primário. os investimentos e custos operacionais a partir deste ponto são constantes, pois o processo de beneficiamento independe da alternativa em análise, não afetando o estudo comparativo. Também, os equipamentos de apoio às diversas alternativas não devem ser considerados, pois seu peso se fará sentir igualmente em cada uma delas.

Deste modo, após dimensionamento dos equipamentos, calcula-se o custo operacional correspondente a cada alternativa. Tais custos referem-se ao minério à entrada do britador primário, neles incluídos os relativos à remoção de estéril. Assim são determinados:

· Custos operacionais anuais para cada alternativa;

· Investimentos a serem realizados ao longo da vida da mina, resultantes da reposição de equipamentos retirados de operação por terem atingido os limites de sua vidas úteis;

· Datas de reposição da cada equipamento, para as dadas alternativas

Torna-se, então possível montar um cronograma financeiro, onde aparecem os desembolsos a serem realizados durante a vida da mina, ano por ano. Estes desembolsos são constituídos pelo investimento inicial, das reposições e eventuais ampliações do número de equipamentos, das perdas de equipamentos, aos quais se dá um valor residual e que aparece como entrada de caixa e dos custos operacional que podem ser crescentes com a vida da mina, no caso em que as distâncias de transporte tornam-se maiores, exigindo um maior número de equipamentos de transporte.

Com base no cronogramas financeiros de casa alternativa, determinam-se os respectivos valores atuais, uma determinada taxa de desconto. A alternativa que apresentar um menor valor atual será a escolhida.

A solução final tomando-se em conta todos os fatores econômicos será baseada então no balanço dos seguintes fatores:

· investimentos;

· adaptabilidade técnica;

· considerações de manutenção e reparos;

· aprovação dos fabricantes ou fornecedores;

· valor atual

Equipamentos de Perfuração, Carregamento e Transporte

Equipamentos de Perfuração

O procedimento para a seleção de um equipamento de perfuração em particular para um mineração a céu aberto, geralmente, envolve os seguintes itens:

· determinação e especificação das condições dentro das quais o equipamento será usado, tais como tipos de serviços, horas de trabalho, local, condições climáticas etc.;

· estabelecimento dos objetivos para os ciclos de produção de desmonte, considerando restrições de escavação e carregamento, capacidade do britador, cota de produção, geometria do pit, fragmentação, lançamento etc.;

· Baseado nos requerimentos de desmonte, determinação do tipo de broca, tamanho, profundidade e inclinação do furo, carregamento etc.;

· determinação dos fatores de perfurabilidade das rochas e seleção do método de perfuração que parece exequível;

· especificação e comparação dos parâmetros de performance incluindo custos. Os itens de maior custo são os bits, depreciação do equipamento, manutenção, energia e fluidos;

· seleção dos sistemas de perfuração que melhor satisfaça todos os requerimentos e que tenha o menor custo total.

Carregamento

Diversos equipamentos desempenham esta função. Abaixo são listados alguns equipamentos bem como os critérios ou fatores que influem na escolha de um em relação aos outros.

Escavadeiras

Os fatores que devem ser considerados na seleção de escavadeiras em relação a outros tipos de equipamentos de carregamento são:

· A escavadeira é de certo modo inflexível na sua operação, ou seja, é um equipamento básico de carregamento e/ou escavação;

(Parte 4 de 10)

Comentários