(Parte 1 de 2)

Método analítico baseado na propriedade que têm muitas espécies de absorver radiações ultravioleta e visível.

Quando a luz é absorvida por uma amostra, a energia radiante do feixe de luz diminui. A energia radiante, P, é a energia por segundo por unidade de área do feixe de luz.

Seletor de comprimento de onda

(monocromador)

Amostra Detetor de Luz

Po P

Transmitância (T): é definida como a fração da luz original que passa pela amostra:

Portanto, T está entre 0 e 1. A transmitância percentual é simplesmente 100T e fica entre 0 e 100%.

Absorvância (A):TAP Po loglog

Se nenhuma luz é absorvida, P = Po e A = 0. Se 90% da luz são absorvidos, 10% são transmitidos e A= 1.

Relação entre transmitância e absorvância:

caminho ótico b

Po P

Espécie absorvente de concentração “c”

Lei de Beer: A= abc

Lei de Beer: A= abc

- A absorvância é diretamente proporcional à concentração, c, de espécies absorventes de luz na amostra.

- A absorvância é adimencional.

- A grandeza a é chamada de absortividade e é característica de cada substância que nos indica a quantidade de luz absorvida num determinado comprimento de onda.

- Quando a concentração, c, da espécie é dada em mol/l, e o caminho ótico, b, é dado em cm, a grandeza a é chamada absortividade molar e é representada por (épsilon).

ESPECTROFOTOMETRIA -LEI DE BEER Lei de Beer: A= abc

A bs or vâ nc i a concentração

Curva Analítica

ESPECTROFOTOMETRIA -LEI DE BEER Lei de Beer: A= abc

Padrões de Fe(fenantrolina)3 2+ para análise espectrofotométrica. Os balões volumétricos contém Fe na faixa entre 1 mg/L até 10 mg/L.

A bsor nc i a concentração

Curva Analítica

-Uma linha reta passando pela origem denota a obediência estrita a lei de Beer.

-Quando a absorvância varia de maneira não linear com respeito à concentração, há um desvio da lei de Beer.

-Desvios Reais: limitações da lei de Beer.

-Desvios Aparentes: Químicos

Instrumentais ou

Desvios Reais

- Interação entre os centros absorventes: interações alteram a distribuição de carga das espécies, fazendo variar a energia necessária para a excitação.

- Variação do Índice de refração com a concentração:

para baixas concentrações, n é praticamente constante, entretanto para concentrações mais altas, o índice de refração pode variar sensivelmente.

Desvios Químicos

- Associação, dissociação ou reação da espécie absorvente.

- Equilíbrio químico facilmente afetado por diluição, variação de concentração de um componente etc.

- Baseia-se na medida da absorvância e a a relação desta medida com a concentração da espécie de interesse.

- Deve-se fixar a faixa espectral mais apropriada para a medida da absorvância.

- Normalmente a medida de absorvância é realizado em um correspondente a um máximo de absorção: a variação da absorvância por unidade de concentração é maior neste ponto

(maior sensibilidade); melhor obediência à lei de Beer; medidas de absorvância menos sensíveis à incerteza no ajuste do instrumento ao .

A b s o r v â n c i a

comprimento de onda (nm) Espectro do complexo Cr(I)-EDTA

- Cada centro atua de modo independente sobre a radiação.

- A lei de Beer pode ser estendida a mistura de vários componentes.

- Cada espécie possui absortividade diferente e as absorvâncias se adicionam.

- Para uma mistura de dois componentes I e I em certo :

I bcabcaA

(Parte 1 de 2)

Comentários