tempo de reação humana

tempo de reação humana

Tempo de reação humana sob condição de estresse

O tempo de reação ou reflexo de um indivíduo tem início com uma mensagem enviada ao cérebro e termina quando o corpo executa uma resposta ou reação física. Por exemplo, quando o motorista avista um obstáculo (a mensagem), isso é registrado no cérebro e resulta numa reação ao perigo: numa freada, desvio do obstáculo ou outra manobra apropriada. Para que o cérebro receba a mensagem e diga ao corpo para executar uma ação leva tempo, o tempo de reação.

Em condições de estresse o tempo de reação de um indivíduo pode aumentar muito, pois os reflexos ficam bem mais lentos até mesmo a acuidade visual pode diminuir. Mais de 90% de nossas reações são controladas pelos olhos. Contudo ela tem as suas limitações e necessita de proteção e de cuidados. A boa visão depende: da intensidade de luz adequada ao tipo de trabalho do tamanho visível do objeto focalizado da cor e contraste do objeto e o fundo da estabilidade do objeto focalizado e da claridade e nitidez do objeto.

Fatores Fisiológicos

Nosso corpo tem certas características e limitações de ordem fisiológica. Algumas delas são: tono muscular e força; eficiência metabólica (quanto de alimento é usado para fazê-lo funcionar); sua resistência a certas doenças; e as horas de sono e de descanso que são exigidos pelo seu corpo.

Limitações fisiológicas como essas são comparáveis ao desempenho de uma máquina: quanto de combustível ela consome; a temperatura de operação; as ligações do sistema elétrico; etc. Estas limitações variam muito entre as diferentes pessoas e podem variar, na mesma pessoa, de dia para dia.

Os limites fisiológicos são afetados por:fadiga, drogas, álcool e fumo, produtos químicos (agrotóxicos),doenças e condições ambientais como:

temperatura, umidade, vibração, ruído, poeira, muitas horas de trabalho ou estudos, etc.

Poderíamos ainda nessa prática abordar a condição psicológica do indivíduo, mas como não usaremos este argumento, vamos abandona-lo por hora.

O ser humano é relativamente lento para desencadear certas ações. Assim, entre o instante real em que um corpo é abandonado e o instante que outro individuo tenta segura-lo um bom intervalo de tempo já se passou. Esse intervalo de tempo desperdiçado é o seu tempo de reação. Um modo de se medir esse tempo de reação é a técnica da régua em queda livre.

À distância que a régua cai, até ser aprisionada, depende do tempo de reação. Como sabemos, se negligenciarmos o atrito com o ar, um corpo que cai livremente, partindo do repouso, percorre uma distância vertical.

Objetivos

O seguinte trabalho teve como objetivos mostrar, como o tempo de reação de um indivíduo pode ficar seriamente comprometido sob condições de estresse e exposto á ambiente mal iluminado e muito ruidoso.

Descrição da prática

Como o objetivo da prática foi mostrar que o tempo de reação humana varia em função do estresse, foram realizadas duas medições de TRH, sendo uma pela manhã com o indivíduo relaxado e outra à noite com o indivíduo sob condição de estresse, em ambiente com pouca iluminação, muitos ruídos devidos a aparelhos sonoros ( Tv e rádio e pessoas conversando).

No primeiro procedimento pela manhã às 9:00h, com indivíduo relaxado, tomou-se uma régua em acrílico de 30cm onde o experimentador segurou-a pela extremidade superior, deixando a extremidade inferior entre os dedos abertos da pessoa que teve o TRH medido, levando em consideração, que o ambiente estava calmo, sem ruídos e bem iluminado.

Sem ter sido avisado o experimentador soltou a régua e o indivíduo que a esperava a segurou. Esse mesmo procedimento foi realizado por dez vezes anotando-se os valores obtidos que seguem em tabela abaixo.

Na segunda etapa do experimento onde o indivíduo já havia trabalhado oito horas e estudado por mais três horas, novamente se realizou os procedimentos supracitados, levando-se em consideração que o ambiente dessa vez estava com pouca iluminação, com ruídos sonoros como tv, rádio e pessoas falando.

No decorrer dessa etapa já se observou maior dificuldade do indivíduo de pegar a régua. Novamente mediu-se o TRH por dez vezes e anotou-se os valores que seguem em tabela abaixo.

Medição feita com indivíduo em estado físico mental em equilíbrio (sem estresse), às 9h00.

N

Xi

1

18,9

2

18,8

3

17,4

4

18,3

5

17,6

6

19,4

7

18,9

8

17,6

9

20,2

10

18,7

Medição feita com indivíduo sob condição de estresse, às 23h16.

N

Xi

1

21,4

2

20,9

3

22,1

4

21,8

5

21,7

6

21,8

7

22,3

8

22,4

9

22,5

10

21,9

As fórmulas que serão usadas para cálculo dessas tabelas serão:

V0=0

Y0=0

2

t2=

Resultados e discussão

Analisando os resultados obtidos entre as tabelas um e dois podemos afirmar categoricamente que o estresse e as condições do ambiente influenciam negativamente no tempo de reação de um indivíduo.

Observa-se que, quanto mais cansaço e menos acuidade visual o indivíduo torna-se mais lento em suas reações. Já o indivíduo que encontrava-se relaxado e não havia realizado nenhuma atividade comum a se dia-a-dia obteve melhores resultados como mostra os seguintes valores:

Indivíduo relaxado (019 + 0,01)

Indivíduo sob estresse (0,47 + 0,15)

Diferença obtida (0,28 + 0,14)

Seria ainda interessante, que no futuro o mesmo experimento fosse aplicado em vários indivíduos de diferentes grupos étnicos e faixa etária diferenciada.

Conclusão

Conclui-se que a prática obteve sucesso provando matematicamente que os resultados obtidos estavam de acordo com os resultados esperados, mostrando que o estresse e as condições do ambiente como falta de iluminação e muitos ruídos agem negativamente no tempo de reação de um indivíduo.

Referências bibliográficas

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-86922007000200003&script=sci_arttext&tlng=e

Tempo de reação simples auditivo e visual em surfistas com diferentes níveis de habilidade …

CAO Vaghetti, H Roesler, A Andrade - Rev Bras Med Esporte, 2007-SciELO Brasil

www.efdeportes.com/efd86/tenis.htm

Atividade física e saúde mental

www.usp.br/aun/_reeng/materia.php?cod

Cérebro humano leva tempo-padrão para prever sequências

www.periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/.../7343

A FÍSICA DO PROCESSO VISUAL

www.boletimef.org/forum/viewtopic.php?f=9

Otempo de reaçãotípico de um serhumano

Comentários