sustentabilidade ambiental na indústria de cosméticos

sustentabilidade ambiental na indústria de cosméticos

Termo criado em 1980 por Lester Brown, que definiu a sociedade sustentável como aquela que é capaz de satisfazer sua necessidades sem comprometer as chances de sobrevivência de gerações futuras.

  • Termo criado em 1980 por Lester Brown, que definiu a sociedade sustentável como aquela que é capaz de satisfazer sua necessidades sem comprometer as chances de sobrevivência de gerações futuras.

O conceito desenvolvimento sustentável

  • O conceito desenvolvimento sustentável

  • começou em 1960, em meio aos movimentos

  • hippies e estudantis, chamando a atenção para

  • as conseqüências devastadoras que um

  • desenvolvimento sem limites estava

  • provocando.

De acordo com a NBR ISO 14001, o Sistema de

  • De acordo com a NBR ISO 14001, o Sistema de

  • Gestão Ambiental é a parte de um sistema da

  • gestão da organização voltada para desenvolver

  • e implementar sua Política Ambiental e

  • gerenciar seus aspectos ambientais, esse

  • sistema deve ter o comprometimento de todos

  • os níveis e funções da organização.

As organizações estão cada vez mais preocupadas em ter um bom desempenho ambiental, estão sendo cobradas para que alinhem seus objetivos organizacionais com objetivos ambientais, seja pela legislação, por suas partes interessadas e principalmente pelo mercado.

  • As organizações estão cada vez mais preocupadas em ter um bom desempenho ambiental, estão sendo cobradas para que alinhem seus objetivos organizacionais com objetivos ambientais, seja pela legislação, por suas partes interessadas e principalmente pelo mercado.

De uns tempos para cá não se fala em outra coisa, uma "onda verde" tomou conta do mundo, e palavras como sustentabilidade passaram a integrar o vocabulário recorrente de várias áreas. O mercado de beleza não fugiu à regra, e é cada vez mais comum encontrar produtos autodenominados como "verdes", que propagam inúmeras vantagens frente aos cosméticos tradicionais.

  • De uns tempos para cá não se fala em outra coisa, uma "onda verde" tomou conta do mundo, e palavras como sustentabilidade passaram a integrar o vocabulário recorrente de várias áreas. O mercado de beleza não fugiu à regra, e é cada vez mais comum encontrar produtos autodenominados como "verdes", que propagam inúmeras vantagens frente aos cosméticos tradicionais.

Uso de insumos:

  • Uso de insumos:

  • Água

  • Energia

  • Matérias primas e produtos auxiliares:

  • Água, detergente,emulsificantes, ésteres de ácidos graxos;

  • Polímeros, sair quaternários de amônio

  • Álcalis( soda e potassa), conservantes e peróxido de hidrogênio.

  • Óleos essenciais e outros.

Efluentes líquidos:

  • Efluentes líquidos:

  • Óleos e graxas;

  • Sulfetos;

  • Despejos amoniacais;

  • Tensoativos;

  • Fosfatos e polifosfatos

  • Resíduos

  • Embalagens

  • Lodo e resíduos do tratamento de efluentes.

  • Solventes Orgânicos – Tolueno, álcoois, Acetatos de etila.

  • Emissões Atmosféricas – material particulado e substancias odoríferas.

Categorias:

  • Categorias:

  • Cosméticos Orgânicos

  • Feito com ingredientes ou matéria prima orgânica

  • Natural

O Brasil não possui atualmente uma legislação regulamentadora desse tipo de cosmético diferenciado. Com o crescimento do mercado, surgiram empresas certificadoras que assumiram o papel. No Brasil, as mais conhecidas são o Instituto Biodinâmico – IBD, a Ecocert Brasil e a Abihpec (Associação Brasileira da Industria de Higiene e Cosméticos).

  • O Brasil não possui atualmente uma legislação regulamentadora desse tipo de cosmético diferenciado. Com o crescimento do mercado, surgiram empresas certificadoras que assumiram o papel. No Brasil, as mais conhecidas são o Instituto Biodinâmico – IBD, a Ecocert Brasil e a Abihpec (Associação Brasileira da Industria de Higiene e Cosméticos).

A Natura é uma das pioneiras no quesito sustentabilidade, em muitos dos seus produtos tem como matéria prima recursos naturais, ela também assume a responsabilidade de estar sempre gerenciando o impacto de seus processos no meio ambiente, identificando riscos, capacitando seus colaboradores,realizando auditoria e implantando projetos em comunidades que ficam em áreas exploradas pela empresa.

  • A Natura é uma das pioneiras no quesito sustentabilidade, em muitos dos seus produtos tem como matéria prima recursos naturais, ela também assume a responsabilidade de estar sempre gerenciando o impacto de seus processos no meio ambiente, identificando riscos, capacitando seus colaboradores,realizando auditoria e implantando projetos em comunidades que ficam em áreas exploradas pela empresa.

Itens básicos na Política Ambiental:

  • Itens básicos na Política Ambiental:

  • Filosofia: identificar impactos ao meio ambiente, minimizar os negativos e amplificar os positivos.

  • Comprometimento corporativo: a gestão ambiental esta na sua estrutura organizacional e á inclui no planejamento estratégico.

  • Melhoria continua: promover a melhoria continua dos processos em toda cadeia produtiva.

  • Comunicação com as partes interessadas.

  • Monitoramento

Sociais

  • Sociais

  • Ouvidoria Natura;

  • Educação e treinamento para colaboradores;

  • Sistema a vácuo;

  • Consumo de energia;

  • Projeto Coleta Seletiva;

  • Projeto Crer para Ver- EJA;

  • Parcerias com comunidades na extração de matéria- prima;

Políticas do O Boticário

  • Políticas do O Boticário

  • Integração em 3 dimensões: social, econômica e ambiental;

  • Atender a legislação e superar requisitos legais ou normativos;

  • Minimizar riscos e impactos em todo o ciclo dos processos;

  • Conscientizar e educar colaboradores para que a política seja implantada e assimilada atingido também fornecedores e franqueados;

  • Comunicação e divulgação de projetos;

  • Constante analise critica e adequação de recursos para o comprimentos das metas;

Ambientais

  • Ambientais

  • Não realiza testes em animais;

  • Central de triagem de resíduos;

  • Estação de tratamento de efluentes;

  • Indicadores de desempenho ambiental;

  • Campanhas coleta seletiva;

  • 3 R’S – Reduzir/ Reutilizar/Reutilizar;

  • Kaizen Eco- rentável;

  • Bio-consciência;

Sociais

  • Sociais

  • Fundação O Boticário de proteção a natureza;

  • Metas do Milênio;

  • Colaboração com a Fundação Abrinq;

  • Participação no Pacto Global;

  • Instituto O Boticário;

Assim como em todo setor industrial, observou-se que na indústria de cosméticos as empresas mantêm esforços no sentido de equilibrar os três vetores do desenvolvimento sustentável, observando e gerenciando seus negócios através de tal posicionamento e acreditando que o equilíbrio econômico, social e ecológico de um país beneficia a quem nele vive.

  • Assim como em todo setor industrial, observou-se que na indústria de cosméticos as empresas mantêm esforços no sentido de equilibrar os três vetores do desenvolvimento sustentável, observando e gerenciando seus negócios através de tal posicionamento e acreditando que o equilíbrio econômico, social e ecológico de um país beneficia a quem nele vive.

Comentários