Universidade do Estado do Pará

Cetro de Ciências Sociais e Educação – CCSE

Licenciatura Plena em Ciências Naturais

Bruno Louzada; Roger Leomar.

Prática Docente I

Universidade do Estado do Pará

Cetro de Ciências Sociais e Educação – CCSE

Licenciatura Plena em Ciências Naturais

Bruno Louzada; Roger Leomar.

Artigo: Análise de conteúdos do livro didático.

Artigo entregue com requisito total da 2° avaliação da disciplina Prática Docente I, Orientado e Ministrado pela professora Inês Trevisan.

Análise de conteúdos do livro didático.

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar um livro ciências, Ciências Naturais no Dia-a-dia, com base teórica em César Coll, conteúdos na reforma, e que passamos a conhecer melhor o livro e analisar como este aborda os conteúdos, toma como base teórica acentuamdo-se as atividades que aprofundam o conteúdo; se este procedimento intermediam o ensino e a efetividade da aprendizagem. Tem-se também o proposto de avaliar se há relação dos temas com o dia-a-dia do aluno, e as propostas dos autores e a consecução delas observado no livro de ciências, procurando levantar alguns aspectos determinantes e relevantes.

interesse e objetivo prioritário

Os temas procedimentais são os temas importantes e primordiais para uma boa análise quantitativa e qualitativa do livro, seja ela em qualquer lugar do país que visa um desenvolvimento integrado e total dos seus cidadãos. Pois todo país que pretende progredir deve tratar a educação como um grande

Palavras-Chave: Ensino, di-a-dia, procedimentos de ensino.

Introdução

O livro Ciências Naturais no di-a-dia (anexo1), formulado por: Jenner

Procópia, José Luiz, Moacir Assis, Wellington, tendo como consultores Marta Boussiou (Biologia), Eliane Ferreira (Física), Alberto Dias e Murilo Cruz Leal (Química). Voltado para o público do ensino fundamental, dando como base alguns assuntos para o ensino médio, focado em especial a 8°série, contendo 184 páginas de conteúdo das disciplinas de Química (2 Capítulos), Física (1 Capítulo) e Biologia (1 Capítulo), sendo que não podemos distinguir tais, pois o livro tem como principal objetivo fazer uma interdisciplinaridade, sempre convergindo com o dia –a- dia.

Este livro tem como prioridade deteriorar aquela idéia que o livro é só para decorar, trás consigo um “poder” de colocar a ciência no seu dia-a-dia, com experimentos de materiais de fácil acesso e de baixo custo (anexo I), ajudando o professor a repassar o conhecimento, despertando curiosidades com temas (anexos I, IV e V): “para saber mais”, “pesquisando sobre o assunto”, “aprofundando nossos conhecimentos”, “você sabia”, “atenção”, “pensando sobre o assunto”.

Aporte Teórico

Como todo bom livro trás aspectos normativos como (anexo I): “para pensar”, “atividade de compreensão”, “pesquise e responda”, “pense e responda”, “atividade de fixação”, e auxilia o aluno com palavras especificas sugerindo que ele “construa um dicionário”, “Glossário” e incentiva a pesquisa sugerindo referencias bibliográficas e temas atitudinais como aplicando conhecimento, procedimentais como algumas atividades de práticas e factuais e conceituais como “aprofundando nossos conhecimentos”, “críticas e ações”.

Um livro com termo simples, a linguagem do aluno, interessante com bastantes figuras, aplicações das ciências no dia-a-dia, manchetes de jornais e interpretações, um visual totalmente dinâmico de fácil entendimento e colorido (meramente ilustrativo).

Nesta proposta curricular entende-se por conteúdo escolar tanto os que habitualmente foram considerados conteúdos, os de tipo conceitual, como outros que estiveram mais ausentes dos planos de estudo e que nem por isso são menos importantes: conteúdos relativos a procedimentais, e a normas, valores e atitudes. Na escola, os alunos aprendem de fato estes três tipos de conteúdos.( DCB, 1998 p.41. apud .COLL, César, p 75)

Todas essas qualidades citadas anteriormente podemos reunir em apenas um capitulo, 4, que trata sobre “O Fenômeno da Vida”. Este já começa com temas factuais, “pensando sobre o assunto” (anexo IV), instiga o aluno a falar que ele sabe sobre elementos químicos mais presentes na terra, de onde os seres vivos retiram elementos que os consistem, faz um resgate sobre tudo que ele já ouviu fala, e iremos converge o que disse com o mais coerente na ciência tirando a idéia que ele tem de errado, confusa ou incoerente.

As crianças, ao longo do seu desenvolvimento cognitivo, devem adquirir a maior parte das categorias e conceitos que nós usamos, sem nos darmos conta, para compreender e dar sentido a tudo que nos cerca (COLL, et AL, 1998, p.21)

Neste capitulo começamos a fala sobre a constituição dos seres vivos, do que eles são formados?, Como se organizam, e etc.

O acaso dando certo pode se tornar uma constante no Universo, como acontece com os seres vivos, segundo a teoria evolucionista (BOUSSI, 2000, p.102. apud . Do livro: O Enigma da vida.)

Como podemos perceber (consta na p.108) temos o uso do glossário, o citado no início (anexo I), e podemos citar como conteúdo conceitual “Pense e responda” (anexo I), aqui o aluno irá atribuir características e conceitos as categorias que podem atribuir às células.

Os conceitos e as categorias permitem-nos reconhecer classe e objetos (cachorro, tesoura, cadeiras ou climas) aos quais podemos atribuir características semelhantes além de certas alterações aparentes (algumas cadeiras são de madeiras e outras não, umas tem encosto arredondado e outras alongadas) (COLL, et al, 1998, p.21)

O capítulo tem como temas: “células”, “material genético” (consta na p.114), dentro deste podemos perceber os temas atitudinais, ”Aprofundando nossos conhecimentos” (Anexo V) que baseado em todos nossos conhecimentos os alunos irão investigar, em grupo a importância de citologia.

Apresenta-se primeiro o conceito de socialização que se define como um processo de aprendizagem ou aquisição de atitudes e comportamentos em contexto interativos. (COLL, et al, 1998, p.138).

A aprendizagem procedimental ( consta na p.116), o qual usa a atividade prática vamos observar as células da cebola (anexo I) e temos no final uma discussão em grupo.

Pode-se fala em procedimentais mais ou menos gerais em função do número de ações ou passos envolvidos na sua realização, da estabilidade na ordem desses passos e do tipo de meta a que são dirigidas. (DCB, p.42 apud COLL, et al, 1998 p. 79)

Quase todos os capítulos possuem esses procedimentos, por exemplo, no capitulo 5, não demonstra procedimentos atitudinais. Os autores tiveram uma grande preocupação em reter a atenção do aluno e ajudar o professor no seu ensino tratando sempre a ciência com o dia-a-dia, sempre colocando os temas ao seu cotidiano e que tudo aquilo que ele aprendeu pode ser posto em sua casa, no supermercado, na rua etc.

Para experessa-lo em termos positivos, defende uma interpretação radicalmente construtivista do ensino e da aprendizagem e sustenta, ao mesmo tempos, que os conteúdos desempenham um papel decisivo na educação escolar. (COLL, et al, 1998, p.1)

Metodologia

Em se considerando o livro Ciências Naturas no dia-a-dia; 8°série, examina-se sua abordagem metodologia e procedimental, seguindo um modelo de César Coll (1998), bem como designer, abordagem, procedimentos, focalizando os procedimentos utilizados por Jenner Procópio (2000).

Far-se-á um levantamento dos procedimentos empregados no livro, estabelecendo-se algumas considerações a partir dos resultados obtidos.

assunto, em virtude da importância da pesquisa do material didático

É promissor dizer que esta análise esgotou o tema, por ser um trabalho simples, de pesquisa quantitativa. Caberia um aprofundamento maior do Conclusão

Têm-se como principal abordagem neste artigo, uma pesquisa qualitativa do livro Ciências Naturais no Dia-a-dia, que pode ser usado apenas como exemplo de avaliação. Cabe a cada professor saber escolher seu livro didático (partindo deste exemplo), pois é um recurso de extrema importância para o aluno, e uma ferramenta para o professor, se escolhermos errado o ensino não será de modo eficiente, pois devemos priorizar o ensino em nosso país.

Nossa avaliação e educação parte do nosso livro didático, uma má escolha resultará num mal andamento em sala de aula, pois o livro tem que haver contexto procedimentais, e converger cada assunto com o dia-a-dia do aluno e ensiná-lo a aplicar este estudo no seu cotidiano.

Referências

PROCÓPIO, Jenner et al. Ciência Natural no dia –a- dia, 1° edição, 8°série. Belo Horizonte: Dimensão, 2000.

(Artmed),1998.

COLL, César et al. Os conteúdos na reforma: ensino e aprendizagem de conceitos, procedimentos e atitudes, Porto Alegre: Artes Médicas

Como elaborar um artigo, fundação Getulio Vargas; departamento de administração geral e recursos gerais: disponível em : http://www.inf.unisinos.br/~sellitto/metod/metatart.pdf acessado em 23 de novembro de 2008.

Anexos Anexos

Anexo I Anexo I

Anexo I Anexo I

Anexo I Anexo I

Anexo IV Anexo IV

Anexo V Anexo V

Comentários