Icterícia ppt

Icterícia ppt

ICTERÍCIA

  • Acadêmica Lucymara Ohana

  • Manaus-AM

  • Nov-2009

ICTERÍCIA

  • É uma descoloração amarela da pele ou da esclerótica.

  • A icterícia ocorre quando a concentração de bilirrubina sérico for maior que 2mg/dL.

CATABOLISMO DO HEME

Hemoglobina Heme Proteína Fe Porforina Globina

BILIRRUBINA

  • Pertence a classe química dos tetrapirróis;

  • É insolúvel em água;

  • Fórmula química C33H36N4O6;

  • Peso molecular 584,65 daltons.

METABOLIZAÇÃO DA BILIRRUBINA NO FÍGADO

  • Ocorre em três etapas:

  • 1- Captação da bilirrubina pelas células hepáticas;

  • 2- Conjugação da bilirrubina no retículo endoplasmático liso;

  • 3- Secreção da bilirrubina conjugada através da bile.

Captação da bilirrubina pelo fígado

  • Ligação da bilirrubina à albumina;

  • Captada pela superfície sinusoidal dos hepatócitos pelo sistema de transporte facilitado;

  • Ao entrar na célula hepática se liga as proteínas Y e Z, sendo o complexo levado ao retículo endoplasmático.

Conjugação da bilirrubina

  • Adição de moléculas de

  • ácido glicurônico;

Secreção da bilirrubina

  • A bilirrubina conjugada é excretada do hepatócito para a bile por um transportador ATP-dependente.

  • Passo limitante de velocidade.

  • A bilirrubina não conjugada normalmente não é excretada.

UROBILINOGÊNIO

  • É um composto tetrapirrólico incolor;

  • Remoção dos glicuronídeos por enzimas bacterianas específicas;

  • Local: porção terminal do íleo e intestino grosso;

  • Enzima: β- glicuronidase;

  • A maior parte do urobilinogênio produzido é oxidado por bactérias intestinais a ESTERCOBILINA.

UROBILINOGÊNIO

  • A menor parte é absorvido e vai para o:

  • FÍGADO RIM

  • Ciclo entero-hepático UROBILINA

  • do urobilinogênio

Bilirrubinas diretas e indiretas

  • Classificação das hiperbilirrubinemias:

  • 1- De retenção

  • Causa: Superprodução de bilirrubinas

  • Tipo: bilirrubinas indireta

  • Efeito: Kernicterus

  • 2- De regurgitação

  • Causa: Obstrução biliar

  • Tipo: bilirrubina direta

  • Efeito: Icterícia colúrica

PATOLOGIAS QUE LEVAM À ICTERÍCIA

Bilirrubina não conjugada elevada

  • ANEMIA HEMOLÍTICA

  • Hiperbirrubinemia discreta

  • (<4mg/dL)

  • Causa: hiperdegradação

  • das hemácias.

Bilirrubina não conjugada elevada

  • “ICTERÍCIA FISIOLÓGICA” NEONATAL

  • É a causa mais comum;

  • Causa: hemólise acelerada

  • e de um sistema hepático

  • imaturo;

  • Redução da UDP-glicuronil-

  • transferase e do ác. UDP-

  • glicurônico;

  • Kernicterus (20-25mg/dL)

Bilirrubina não conjugada elevada

  • SÍNDROME DE CRIGLER-NAJJAR TIPO I

  • Distúrbio recessivo autossômico raro;

  • Causa: ausência da atividade da bilirrubina-UDP-glicuronosiltransferase.

  • Doença fatal durante os primeiros 15 meses de vida.

  • A bilirrubina sérica chega a atingir 20mg/dL.

Bilirrubina não conjugada elevada

  • SÍNDROME CRIGLER-NAJJAR TIPO II

  • Anomalia mais leve;

  • Bilirrubina sérica < 20mg/dL

  • Causa: distúrbio genético na UDP-glicuronosiltranferase

Bilirrubina não conjugada elevada

  • DOENÇA DE GILBERT

  • Causa: defeito na captação da bilirrubina pelas células hepáticas.

  • HIPERBILIRRUBINEMIA TÓXICA

  • Causa: lesão de células hepáticas + obstrução da árvore biliar

Bilirrubina conjugada elevada

  • OBSTRUÇÃO DA ÁRVORE BILIAR

  • Causa: impossibilidade da excreção dos digliconídeos

  • SÍNDROME DE DUBIN-JOHSON

  • Distúrbio recessivo autossômico;

  • Causa: defeito na excreção hepática de bilirrubina

Bilirrubina conjugada elevada

  • SÍNDROME DE ROTOR

  • Condição rara;

  • Histologia hepática normal

  • Não se sabe a causa precisa.

Referências Bibliográficas

  • Harper

  • Bioquímica clínica

  • Baynes

Comentários