Resumo Boniteza de um sonho

Resumo Boniteza de um sonho

ARGUMENTO PÓS GRADUAÇÃO DISCIPLINA- Didática e Novas Tecnologias PROFESSORA- Camila Santana DISCENTE- Norma Ires Almeida

GADOTTI, MBoniteza de um sonho: ensinar e aprender com sentido. São Paulo:

Resumo Boniteza de um sonho Por Norma Almeia

Gadotti,introduz o texto Boniteza de um Sonho explicando sua inspiração em Paulo Freire e no seu livro Pedagogia da Autonomia.“Inspirei-me em Paulo Freire para escrever esse livro. Paulo Freire nos fala em sua Pedagogia da autonomia da

“boniteza de ser gente” sua razão para analisar o professor a partir dessa obra, nos faz refletir sobe algumas questões nas quais discorremos abaixo. Ser professor hoje, não é nem mais difícil nem mais fácil do que era há algumas décadas atrás como assim afirma o autor. É apenas diferente, diante das mudanças que vem ocorrendo no mundo. Fala-se muito em uma educação de qualidade com aparatos tecnológicos, mas precisamos também pensar em professores capacitados para acompanhar esse ensino de qualidade. Ser professor hoje é ter consciência do seu papel e o que ele representa diante de seus alunos. O professor sabe, não pode ficar indiferente ao que acontece hoje na educação. Ele tem que ser comprometido, engajado e ético e ter consciência que a educação é algo profundo e dinâmico. O professor que esta surgindo com essa nova identidade, está apenas acompanhando a evolução e adequando as mudanças necessárias para que possamos de fato exercer nossas atividades com qualidade, sendo um profissional capaz de criar conhecimento e acompanhar as mudanças históricas de nossa época que acontecem de forma muito veloz.. Não esquecendo que é de suma importância a formação continuada do professor que deve estar centrada na escola sem ser unicamente escolar, sobre as práticas escolares dos professores, desenvolverem na prática um paradigma colaborativo e cooperativo entre os profissionais da educação. A nova formação do professor deve basear-se no diálogo e visar à redefinição de suas funções e papéis, à redefinição do sistema de ensino e à construção continuada do projeto político-pedagógica da escola. Como educadores devemos constantemente re - encantar a educação. Torna-se preciso questionar como o aluno apreende? Boas condições e métodos são importantes, mas depende principalmente do entusiasmo do professor, em sua alegria de ensinar. O texto Introduz com a afirmação de que no momento em que um educador para de aprender automaticamente para de ensinar, pois quem não aprende não tem nada a oferecer. Paulo Freire, afirma “O professor aprende ao ensinar e o aluno ensina ao apreender”. Também chama a importância para a necessidade de pesquisar, afirmando que um aluno aprende através da pesquisa, e obviamente, o professor também, como aprendiz, precisamos necessariamente pesquisar. Considerando que os espaços de aprendizagem se multiplicaram, de forma que o estudante apreende na televisão, na Internet, no radio, na rua, no futebol, sendo inviável querem reproduzir modelos de educadores do início do século. É preciso considerar essa nova realidade. Torna-se importante para o professor apreender a ser, não como crédito, mas com ética, testemunhar se ofício.

Comentários