Central de material de esterilização

Central de material de esterilização

      A Central de Material e Esterilização (CME) é a área responsável pela limpeza e processamento de artigos e instrumentais médico-hospitalares . É na CME que se realiza o controle, o preparo, a esterilização e a distribuição dos materiais hospitalares .

  •       A Central de Material e Esterilização (CME) é a área responsável pela limpeza e processamento de artigos e instrumentais médico-hospitalares . É na CME que se realiza o controle, o preparo, a esterilização e a distribuição dos materiais hospitalares .

descentralizada : utilizada até o final da década de 40, neste tipo de central cada unidade ou conjunto delas é responsável por preparar e esterilizar os materiais que utiliza;

  • descentralizada : utilizada até o final da década de 40, neste tipo de central cada unidade ou conjunto delas é responsável por preparar e esterilizar os materiais que utiliza;

  • semi-centralizada : teve início na década de 50,  cada unidade prepara seus   materiais, mas os encaminha para serem esterilizados em um único local;

  • centralizada: utilizada atualmente, os materiais do hospital são processados no mesmo local, ou seja, os materiais são preparados, esterilizados, distribuídos e controlados quantitativa e qualitativamente na CME.

  •      A CME centralizada apresenta inúmeras vantagens, das quais podem-se destacar: a eficiência, a economia e a maior segurança para a equipe e para os clientes.

Área suja:

  • Área suja:

    • Recepção de artigos =>limpeza => lavagem =>separação.
    • Área limpa:
    • Área de preparo: análise e separação dos instrumentais, montagem de caixas, pacotes, materiais especiais, etc...;
    • Recepção de roupa limpa, separação e dobradura;
    • Área de esterilização: método de esterilização, montagem da carga, acompanhamento do processo e desempenho do equipamento;
    • Área de armazenamento: identificação dos artigos, data de preparo e validade;
    • Distribuição: definir horários.

Montagem de carros para cirurgia

  • Montagem de carros para cirurgia

  • Setor responsável por separar os materiais a serem utilizados em uma cirurgia.

Distribuição de materiais esterilizados

  • Distribuição de materiais esterilizados

  • Setor responsável por distribuir materiais esterilizados para as Unidades de Internação e Ambulatórios.

Artigos críticos são aqueles que penetram através da pele e mucosas, atingindo os tecidos sub-epiteliais, sistema vascular, bem como todos os que estejam diretamente conectados com este sistema. Ex:equipo de soro, bisturi,agulhas, pinças de biopsia....

  • Artigos críticos são aqueles que penetram através da pele e mucosas, atingindo os tecidos sub-epiteliais, sistema vascular, bem como todos os que estejam diretamente conectados com este sistema. Ex:equipo de soro, bisturi,agulhas, pinças de biopsia....

  • Artigos semi - críticossão todos aqueles que entram em contato com a pele não íntegra ou com mucosas íntegras. Ex: especulo vaginal e otoscopio, alicate (pode ser critico), termômetro.....

  • Artigos não críticos - são todos aqueles que entram em contato com a pele íntegra do paciente Ex: escovas,lixas, estetoscópio, termômetro,......

O serviço de Enfermagem em Central de Material acredita na segurança da Esterilização como garantia de bom atendimento aos pacientes. O enfermeiro possui papel fundamental no gerenciamento do setor e coordenação das atividades, pois é o profissional que detém o conhecimento de todas as técnicas e princípios de Enfermagem, atuando na conscientização da equipe no desenvolvimento das normas e rotinas, e alertando quanto à importância na execução das técnicas corretas em todas as atividades, à assistência prestada ao cliente.

  • O serviço de Enfermagem em Central de Material acredita na segurança da Esterilização como garantia de bom atendimento aos pacientes. O enfermeiro possui papel fundamental no gerenciamento do setor e coordenação das atividades, pois é o profissional que detém o conhecimento de todas as técnicas e princípios de Enfermagem, atuando na conscientização da equipe no desenvolvimento das normas e rotinas, e alertando quanto à importância na execução das técnicas corretas em todas as atividades, à assistência prestada ao cliente.

Fornecer o material esterilizado a todo hospital;

  • Fornecer o material esterilizado a todo hospital;

  • Promover a interação entre as áreas: expurgo, preparo e montagem de instrumental

  • Adequar as condições ambientais às necessidades do trabalho na área; 

  • Planejar e implementar programas de treinamento e reciclagem que atendam às necessidades da área junto à Educação Continuada;

  • Promover o envolvimento e compromisso de toda a equipe com os objetivos e finalidades do serviço;

  • Favorecer o bom relacionamento interpessoal;

  • Prover materiais e equipamentos que atendam às necessidades do trabalho na área.

  •   Expurgo

  •   Preparo de Materiais

  •   Preparo de Instrumentais Cirúrgicos

  •   Esterilização

  •   Montagem de carros para cirurgia

  •   Distribuição de materiais esterilizados

Setor responsável por receber, conferir , lavar e secar os materiais provenientes do Centro Cirúrgico e Unidades de Internação. Os funcionários desta área utilizam EPIs (Equipamentos de proteção individual) para se protegerem de se contaminarem com sangue e fluidos corpóreos, quando lavam os instrumentais. As lavadoras ultrassônicas auxiliam na lavagem dos instrumentais através da vibração do som adicionado com solução desincrostante, promovendo uma limpeza mais eficaz e maior segurança para o funcionário.

  • Setor responsável por receber, conferir , lavar e secar os materiais provenientes do Centro Cirúrgico e Unidades de Internação. Os funcionários desta área utilizam EPIs (Equipamentos de proteção individual) para se protegerem de se contaminarem com sangue e fluidos corpóreos, quando lavam os instrumentais. As lavadoras ultrassônicas auxiliam na lavagem dos instrumentais através da vibração do som adicionado com solução desincrostante, promovendo uma limpeza mais eficaz e maior segurança para o funcionário.

Setor responsável por preparar e acondicionar os materiais. São utilizados invólucros especiais que permitam a passagem do agente esterilizante e impeçam a passagem dos microorganismos.

  • Setor responsável por preparar e acondicionar os materiais. São utilizados invólucros especiais que permitam a passagem do agente esterilizante e impeçam a passagem dos microorganismos.

Setor responsável por conferir, preparar e acondicionar caixas para as diversas especialidades cirúrgicas.

  • Setor responsável por conferir, preparar e acondicionar caixas para as diversas especialidades cirúrgicas.

DEFINIÇÃO

  • DEFINIÇÃO

  • Esterilização é a destruição  de todas as formas de vida microbiana (vírus, bactérias, esporos, fungos, protozoários e helmintos) por um processo que utiliza agentes químicos ou físicos;

  • A prática da esterilização visa a incapacidade de reprodução de todos os organismos presentes no material a ser esterilizado, causando a morte microbiana até que a probabilidade de sobrevivência do agente contaminante seja menor que 1:1.000.000, quando um objeto pode então ser considerado estéril ;

  • O esporo bacteriano  (forma mais resistente aos agentes esterilizantes) é o parâmetro utilizado para o estudo microbiológico da esterilização, ou seja, para se assegurar a esterilização de um artigo todos os esporos devem ser destruídos.

  • Vapor saturado sob pressão (Autoclaves)

  • O processo de esterilização pelo vapor saturado sob pressão é o método mais utilizado e o que maior segurança oferece ao meio hospitalar.

Estufa

  • Estufa

  • É pouco utilizado em hospitais, porém é mais utilizado em consultórios médicos e odontológicos.

  • Prazo de validade: Estéril por 10 dias.

ESTERILIZAÇÃO POR RADIAÇÃO:

  • ESTERILIZAÇÃO POR RADIAÇÃO:

  • SUA ACÇÃO ESTERILIZANTE PROCESSA-SE ATRAVÉS DA ALTERAÇÃO DA COMPOSIÇÃO MOLECULAR DAS CÉLULAS, AS QUAIS SOFREM PERDA OU ADIÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS (IONIZAÇÃO), FICANDO CARREGADAS NEGATIVA OU POSITIVAMENTE.

  • A esterilização por irradiação é obtida através dos Raios Gama Cobalto à 60°C. É um método eficaz e oferece como vantagens ser altamente penetrante, atravessando o invólucro dos materiais embalados em não tecido ou papel grau cirúrgico e não danifica o material submetido ao processo, por ser frio.

  • Ex: Peças cromadas e artigos termossensíveis.

Plasma de água oxigenada (H2O2) 4º estado da matéria: sólido, líquido, gás, plasma). O plasma gerado a partir do peróxido de hidrogênio apresenta-se constituído de radicais livres e de mais formas químicas altamente relativas interagindo com as membranas celulares, com ação bactericida, esporicida, fungicida e virucida. Tempo de exposição para esterilização: 75 minutos à temperatura de 40°C à 55°C.

  • Plasma de água oxigenada (H2O2) 4º estado da matéria: sólido, líquido, gás, plasma). O plasma gerado a partir do peróxido de hidrogênio apresenta-se constituído de radicais livres e de mais formas químicas altamente relativas interagindo com as membranas celulares, com ação bactericida, esporicida, fungicida e virucida. Tempo de exposição para esterilização: 75 minutos à temperatura de 40°C à 55°C.

  • Utilizado para materiais e artigos termossensíveis, aparelhos elétricos, endoscópios, serras e instrumentais. Atóxico, altamente eficaz e alta penetrabilidade.

  • Invólucro: cestos aramados envolvidos em manta de polipropileno (tecido não tecido).

  • Validade da esterilização:

  • 1 mês (embalagem : manta)

  • 2 anos (embalagem tyvek / mylar)

ÁCIDO PERACÉTICO (STÉRIS):

  • ÁCIDO PERACÉTICO (STÉRIS):

  • SUA AÇÃO ESTERILIZANTE SE DÁ PELA AÇÃO OXIDANTE E ATUA NA PAREDE CELULAR E NO INTERIOR DA CÉLULA, DANIFICANDO O SISTEMA ENZIMÁTICO, DESTRUINDO O MICROORGANISMO.

  • Agente esterilizante: ÁCIDO ACÉTICO. Método totalmente automático. Tempo de exposição para esterilização 30 a 45 minutos à temperatura de 50°C a 55°C. Atóxico e alto custo.

  • ABITÓX:

  • O agente esterilizante é a mistura do Peróxido de Hidrogênio com o Ácido Peracético. Método totalmente automático. Tempo de exposição para esterilização 30 a 45 minutos à temperatura de 50°C a 55°C. Atóxico e alto custo.

A esterilização de produtos químicos para a desinfecção e ou esterilização de materiais é indicada para artigos sensíveis ao calor e quando não se dispõe de Autoclave à Gás de Óxido de Etileno. Esses produtos são também utilizados para desinfetar objetos contaminados antes de serem preparados para esterilização.

  • A esterilização de produtos químicos para a desinfecção e ou esterilização de materiais é indicada para artigos sensíveis ao calor e quando não se dispõe de Autoclave à Gás de Óxido de Etileno. Esses produtos são também utilizados para desinfetar objetos contaminados antes de serem preparados para esterilização.

Mais comumente conhecido como pastilhas de formalina, são derivados do Metanol, que é um gás de cheiro forte, irritante e hidrossolúvel. As pastilhas de formalina esterilizam o material, quando aquecidas em estufas à 50°C., com o tempo de exposição de 2 horas e numa quantidade de 5grs. para cada 100cm cúbicos de área do recipiente que contém o material. Ex: PONTAS, LÂMINAS OU PINÇAS DO BISTURÍ ELETRICO, BISTURI À LASER, PEÇAS CROMADAS E INSTRUMENTOS ÓPTICOS (fibra óptica).

  • Mais comumente conhecido como pastilhas de formalina, são derivados do Metanol, que é um gás de cheiro forte, irritante e hidrossolúvel. As pastilhas de formalina esterilizam o material, quando aquecidas em estufas à 50°C., com o tempo de exposição de 2 horas e numa quantidade de 5grs. para cada 100cm cúbicos de área do recipiente que contém o material. Ex: PONTAS, LÂMINAS OU PINÇAS DO BISTURÍ ELETRICO, BISTURI À LASER, PEÇAS CROMADAS E INSTRUMENTOS ÓPTICOS (fibra óptica).

  • Este processo não é recomendado por não garantir a sua esterilidade, e em alguns casos agredir a integridade do instrumento.

FORMALDEÍDO À 2%:

  • FORMALDEÍDO À 2%:

  • Método totalmente automático. Tempo de exposição para esterilização 180 minutos à temperatura de 50°C a 60°C.

  • ÓXIDO DE ETILENO:

  • É um gás tóxico, incolor, inflamável e obtido pela reação de cloridrina de glicol com potassa cáustica concentrada, sendo inflamável quando puro. Poderão ser esterilizados os materiais a termo sensíveis (peças cromadas). Em um tempo de exposição dependendo da concentração do gás, podendo ser em geral de 2 à 7 horas de exposição, numa temperatura de 50°C à 60°C. Conta-se 20 minutos à 240 minutos para arejamento mecânico + 24 a 72 horas para arejamento ambiental.

  • Prazo de validade: 3 meses a 5 anos. Ex: PONTAS, LÂMINAS OU PINÇAS DO BISTURÍ ELÉTRICO, PEÇAS CROMADAS E INSTRUMENTOS ÓPTICOS.

  • Excelente penetração, alto custo operacional, altamente tóxico para quem manipula e meio ambiente.

ALDEÍDOS: GLUTACID, CIDEX, GLUTA-LABOR, etc.

  • ALDEÍDOS: GLUTACID, CIDEX, GLUTA-LABOR, etc.

  • Tempo mínimo de exposição do instrumental é de 30 minutos para desinfecção e 10 horas para esterilização. Altamente corrosivo.

  • ÁCIDO PERACÉTICO:

  • Muito utilizado como desinfetante nas indústrias de alimentos, bebidas e sucos. Unidade de tratamento de esgotos e utilizado em unidade de Hemodiálise - Tempo de exposição do instrumental é de 5 à 10 minutos para esterilização - Altamente corrosivo.

  • FORMALDEÍDO:

  • Tempo de exposição do material: 30 minutos para desinfecção e 10 horas para esterilização.

HIPOCLORITO DE SÓDIO:

  • HIPOCLORITO DE SÓDIO:

  • Utilizado em unidade de Hemodiálise + Banco de sangue - Tempo de exposição do instrumental para desinfecção é de 30 minutos. Altamente corrosivo.

  • FENOL SINTÉTICO:

  • Tempo de exposição do instrumental para desinfecção é de 30 minutos.

  • QUATERNÁRIO DE AMÔNIA:

  • Tempo de exposição do instrumental para desinfecção é de 30 minutos.

  • BROMETO DE LAURIL: (GERDEX)

  • Tempo de exposição do material: 30 minutos para desinfecção e 4 horas para esterilização.

  • “Todo material processado deve possuir local adequado para armazenagem de forma que não haja risco de recontaminação e que facilite a distribuição.”

  • “O prazo de validade de esterilização está diretamente relacionado à qualidade da embalagem e condições de armazenagem.”

  • O local adjacente à área de esterilização, distantes de fonte de água, janelas abertas, portas, tubulações expostas e drenos

  • Trânsito limitado de pessoas, manipulação mínima e cuidadosa

Houve algum evento que agrediu a embalagem? Caiu no chão?

  • Houve algum evento que agrediu a embalagem? Caiu no chão?

  • Foi “apalpado”?

  • Foi aberto e fechado novamente?

  • Foi carregado debaixo dos braços?

  • Foi colocado elásticos, barbante?

  • Foi “amassado” colocando pesos ou

  • guardados em gavetas apertadas?

  • Indefinido tempo de esterilização?

“Existem dois jeitos de viver: acomodar-se ou ousar. Quando lutamos por idéias nas quais acreditamos nasce daí um sentimento de dignidade de ser alguém que faz a diferença”.

  • “Existem dois jeitos de viver: acomodar-se ou ousar. Quando lutamos por idéias nas quais acreditamos nasce daí um sentimento de dignidade de ser alguém que faz a diferença”.

Comentários