Aspectos conceituais:

A palavra sistema denota um conjunto de elementos interdependentes e interagentes ou um grupo de unidades combinadas que formam um todo organizado. Sistema é um conjunto de coisas ou combinações de coisas ou partes, formando um todo complexo ou unitário. (Chiavenato, 2000, p. 545)

O Sistema é um conjunto de partes interagentes e interdependentes que, conjuntamente, formam um todo unitário com determinado objetivo e efetuam determinada função (Oliveira, 2002, p. 35).

Sistema pode ser definido como um conjunto de elementos interdependentes que interagem com objetivos comuns formando um todo, e onde cada um dos elementos componentes comporta-se, por sua vez, como um sistema cujo resultado é maior do que o resultado que as unidades poderiam ter se funcionassem independentemente. Qualquer conjunto de partes unidas entre si pode ser considerado um sistema, desde que as relações entre as partes e o comportamento do todo sejam o foco de atenção (Alvarez, 1990, p. 17).

Origens da teoria sistêmica:

De acordo com Chiavenato (2000) a TGS surgiu com trabalhos de biólogo alemão Ludwig Von Bertalanffy. A TGS não busca solucionar problemas ou tentar soluções praticas, mas produzir teorias e formulações conceituais para aplicações na realidade empírica.

Tipos de sistemas:

Podem ser classificados quanto a sua constituição, podem ser físicos ou abstratos.

Físicos: São compostos de equipamentos, de maquinaria e de coisas reais. Abstratos: São compostos de conceitos, filosofias, planos, hipóteses e idéias. Há uma complementaridade entre sistemas físicos e sistemas abstratos: os sistemas físicos precisam de um sistema abstrato para poder funcionar e desempenhar suas funções. A recíproca também é verdadeira. Também podem ser classificados quanto a sua natureza, os sistemas podem ser fechados ou abertos.

Fechados: São sistemas que não apresentam intercambio com o meio ambiente que os circunda, pois são herméticos a qualquer influencia ambiental. Sendo assim os sistemas fechados não recebem influencia do ambiente e também não influenciam o ambiente. Abertos: São sistemas que apresentam relações de intercambio com o ambiente, através de entradas e saídas. Os sistemas abertos trocam matéria e energia regularmente com o meio ambiente.

Características dos sistemas:

O aspecto mais importante do conceito de sistema é a idéia de um conjunto de elementos interligados para formar um todo. O todo apresenta propriedades e características próprias que não são encontradas em nenhum dos elementos isolados. É o que chamamos de emergente sistêmico: uma propriedade ou característica que existe em seus elementos em particular. Todo sistema tem um ou alguns propósitos ou objetivos. As unidades ou elementos, bem como os relacionamentos, definem um arranjo que visa sempre um objetivo ou finalidade de alcançar. Todo sistema tem uma natureza orgânica, pela qual uma ação que produza mudanças em todas as suas outras unidades. Em outros termos, qualquer estimulação em qualquer unidade do sistema afetara todas as unidades devido ao relacionamento existente entre elas. O sistema sempre reagira globalmente a qualquer estimulo produzido em qualquer parte ou unidade.

Parâmetros do sistema:

Entrada ou insumos é a força ou impulso de arranque ou de partida do sistema que fornece o material ou energia ou informação para operação do sistema. Saída ou produto ou resultado ou transformador é o fenômeno que produz mudanças, ou seja, é o mecanismo de conversão de entradas e saídas. O processador caracteriza a ação dos sistemas e define-se pela totalidade dos elementos empenhados na produção de um resultado. Retroação, retroalimentação, retroinformação ou alimentação de retorno é a função de sistema que compara a saída com um critério ou padrão previamente estabelecido. A retroação tem por objetivo o controle, ou seja, o estado de um sistema sujeito a um monitor. Ambiente é o meio que envolve externamente o sistema. O sistema aberto recebe entradas do ambiente, processa-as e efetua saídas ao ambiente, de tal forma que existe entre ambos – sistemas e ambiente – uma constante interação.

A organização como sistema aberto:

O conceito de sistema aberto é perfeitamente aplicável à organização empresarial. A organização é um sistema criado pelo homem e mantém uma dinâmica com seu meio ambiente, sejam clientes, fornecedores, concorrentes entidades sindicais, órgãos governamentais e outros agentes externos. O sistema aberto “pode ser compreendido como um conjunto de partes em constante interação e interdependência, constituindo um todo sinérgico, orientado para determinados propósitos e em permanente relação de interdependência com o ambiente. A organização como um sistema aberto apresenta as seguintes características: Importação Transformação

Exportação São ciclos de eventos que se repetem

Modelos de organização conforme Katz e Kahn:

Katz e Kahn desenvolveram um modelo de organização através da aplicação da Teoria dos Sistemas à teoria administrativa. No modelo proposto, a organização apresenta as características típicas de um sistema aberto.

Característica do Homem:

A TS utiliza o conceito do “homem funcional”. O individuo comporta-se em um papel dentro das organizações inter-relacionando-se com os demais indivíduos como um sistema aberto. As organizações são sistemas de papeis, nas quais os indivíduos agem desempenhando papeis.

Comentários