Aminoacidos, Proteinas e Enzimas

Aminoacidos, Proteinas e Enzimas

AMINOÁCIDOS

Formação da ligação peptídica

FUNÇÃO DAS PROTEÍNAS

  • ANABÓLICA

  • blocos formadores para todo material celular

  • CATABÓLICA

  • combustível energético em certas condições

        • proteínas musculares e hepáticas

A organização tridimensional das proteínas desde a seqüência de aminoácidos, passando pelo enovelamento da cadeia polipeptídica até a associação de várias cadeias, pode ser descrita em níveis estruturais de complexidade crescente:

  • A organização tridimensional das proteínas desde a seqüência de aminoácidos, passando pelo enovelamento da cadeia polipeptídica até a associação de várias cadeias, pode ser descrita em níveis estruturais de complexidade crescente:

Estrutura Primária

  • É a seqüência de aminoácidos existentes na molécula de uma proteína.

  • É o nível de estrutura mais simples a partir do qual todos os outros derivam.

Estrutura Secundária

  • É a disposição espacial que adquire a espinha dorsal da cadeia polipeptídica.

Estrutura Terciária

  • Resulta de dobras na estrutura da proteína estabilizadas por interações entre os radicais dos aminoácidos.

Estrutura Quaternária

  • Refere-se ao modo pelo qual duas ou mais cadeias polipeptídicas interagem.

  • Cada uma das cadeias apresenta os três níveis estruturais citados.

  • É mantida principalmente por ligações iônicas, pontes de hidrogênio e por interações do tipo hidrofóbico

CLASSIFICAÇÃO DAS PROTEÍNAS

  • PROTEÍNAS COMPLETAS: possuem todos os aminoácidos essenciais em quantidades suficientes para manter a vida e promover o crescimento e desenvolvimento. Ex: proteína do ovo, leite e carnes.

  • PROTEÍNAS PARCIALMENTE COMPLETAS: possuem todos os aminoácidos essenciais , porém alguns em quantidades insuficientes. Mantém a vida sem promover o crescimento e desenvolvimento. Ex: proteína das leguminosas (metionina limitante) e cereais(lisina limitante).

  • PROTEÍNAS INCOMPLETAS: falta um ou mais aminoácidos essenciais. Não mantém a vida, nem promove o crescimento e desenvolvimento. Ex: gelatina (proteína derivada do tecido conjuntivo animal – triptofano em falta).

INGESTÃO RECOMENDADA

  •  15% das calorias totais

  • QDR: 0,83 g por kg de peso

  • QDR : latentes, crescimento, gravidez, lesões e treinamento

DIGESTÃO E ABSORÇÃO

  • PROTEÍNA POLIPEPTÍDEOS

Desnaturação Protéica

Agentes Desnaturantes

  • Físicos

Alterações das propriedades de uma proteína desnaturada

  • Redução da solubilidade

  • Aumento da digestibilidade

  • Perda da atividade biológica (enzimas, hormônios, anticorpos, etc...)

Comentários