interação medicamentosa

interação medicamentosa

Interação Medicamentosa

  • GILSON FERREIRA DE JESUS

Conceito

  • São tipos especiais de respostas farmacológicas, em que os efeitos de um ou mais medicamentos são alterados pela administração simultânea de outros, ou administração concorrente com alimentos

Principio Utilização Drogas

  • Principio 1: Nenhuma droga exerce apenas uma ação

  • Principio 2: Nenhuma droga é totalmente desprovida de toxicidade

  • Principio 3: A possível toxicidade de uma droga está nas mãos do usuário

Classificação das Interações

  • Farmacocinéticas

  • Na absorção: pH gástrico

  • Na distribuição: ligação proteínas

  • Na biotransformação: indução ou inibição enzimática

  • Na Excreção: pH urinário

Classificação das Interações

  • Farmacodinâmicas

  • competição local ação

  • De efeito

  • 2 fármacos ação similares(álcool/hipnóticos – sedação)

  • Farmacêutica - precipitação

Grupo de Risco

  • Idosos

  • Portadores doenças crônicas (cardiopatas, hepatopatas)

  • Terapias imunossupressores

  • Usuários cateter central e sonda enteral

  • Pacientes UTI

Acido Acetilsalicílico

  • AAS, aspirina, bufferin, somalgin

  • Uso: analgésico, AINH, antiagregante plaquetário, antitérmico, anti-reumático

  • Mecanismo de ação

Interações

  • Anti-Hipertensivos: ação dessas drogas

  • Antiácidos: o efeito

  • Corticosteróides: Maior eliminação salicilato (possível hemorragia)

  • Heparina: maior risco sangramento

  • Hipoglicêmicos orais: o efeito

Cuidados

  • Pacientes idosos, gestantes

  • Suspender 5-7 dias antes cirurgia eletiva

  • Monitorar: HT, Hb, TP, Função renal, sinais petéquias, sangramento gengival ou GI.

Ranitidina

  • Antak, label, logat, raniclor, ranidin, ranidina, ranition, tapezin, ulcerit, ulcerocin, ulcoren, zadine, zylium

  • Antiúlcera péptica, anti-histaminico H2

  • Mecanismo de ação

Interações

  • Antidepressivos tricíclicos: o efeito

  • Varfarina: o efeito

  • Diazepam: a ação droga

  • Lidocaína e nifedipina: menor excreção e maior toxicidade

Cuidados

  • Cuidar durante lactação

  • Pode causar tontura e sonolência

  • Cautela uso em pacientes com problemas renais ou hepáticos

Ipratrópio

  • Alvent, ares, atrovent, iprabon

  • Uso: broncodilatador

  • Mecanismo de ação

Interações

  • Beta-adrenérgicos: intensificam o efeito brocodilatador e os efeitos colaterais CV

  • Derivados das xantinas: o efeito

Cuidados

  • Pode causar boca seca

  • Ocasionalmente visão turva ou tontura

  • Evitar dirigir

Captopril

  • Capoten, capotrat, captolin, captomed, captotec, captopron, hipoten

  • Uso: hipotensor arterial, vasodilatador coronariano

  • Mecanismo de ação

Interações

  • Antiácidos: o efeito do captopril ( administrar separados)

  • Digitálicos: o risco intoxicação digitálica

  • Diuréticos: hipotensão súbita

  • Drogas aumentam potássio: ainda maior K

  • Hipoglicêmicos orais e insulina: o risco de hipoglicemia

Cuidados

  • Monitorizar PA

  • Pode causar cefaléia e hipotensão postural

  • Hidratação adequada

Cetoprofeno

  • Artrinid, bi-profenid, flamador, profenid

  • Uso: antiinflamatório não-esteróide

  • Mecanismo de ação

Interações

  • AAS: alterações metabolismo e excreção do cetoprofeno, efeito GI aditivo

  • Ac valpróico, anticoagulantes, trombolíticos: risco hemorragia GI

  • AINH(outros), álcool, corticosteróides: efeito GI aditivo

  • Anti-hipertensivos e diuréticos: diminuição efeito dessas drogas

Interações

  • Ciclosporina: risco nefrotoxicidade

  • Insulina e sulfaniluréias: aumento do efeito

  • Paracetamol: risco nefrotoxicidade(uso crônico)

Cuidados

  • Pode causar tontura

  • Evitar álcool

  • Pode causar ginecomastia

Diazepam

  • Ansilive, calmociteno, compaz,diazepam, dienpax, kiatrium, menostress, diazepax, valium

  • Uso: ansiolítico, hipnótico, anticonvulsivante, miorrelaxante

  • Mecanismo de ação

Interações

  • Cimetidina: aumento da sedação

  • Depressores SNC: potencialização

  • Digoxina: maior risco intoxicação digitálica

  • Fenobarbital: aumento efeito ambas as drogas

  • Tabagismo: aumenta eliminação do benzodiazepínico

Cuidados

  • Suspenso subitamente: abstinência

  • Cuidados ao dirigir inicio do tratamento

  • Evitar uso de álcool

Furosemida

  • Furosan, furosem, furosemida, furosemide,furosetron, furozix, lasix, urasix

  • Uso: diúrético de alça

  • Mecanismo de ação

Interações

  • Aminoglicosídios: risco maior de ototoxicidade

  • Anti-hipetensivos ou nitratos: hipotensão aditiva

  • Anticoagulantes, trombolíticos ou varfarina: aumento da eficácia

  • Diuréticos(outros), glicocorticóides: hipocalemia

Interações

  • Digitálicos: aumento toxicidade por hipocalemia

  • Lítio: diminuição de excreção

Cuidados

  • Tontura boca seca

  • Hipotensão postural

  • Distúrbios hidroeletrolíticos

Tramadol

  • Anangor, dorless, sensitram sylador, timasen, tramadon, tramal, zamadol

  • Uso: tratamento dor moderada

  • Mecanismo de ação

Interações

  • Antidepressivos, cefalosporinas, IMAO ou penicilina: maior risco de convulsões

  • Carbamazepina: aumento metabolismo e diminuição do efeito

  • Álcool, anti-histamínicos,anestésicos: maior depressão do SNC

  • Opióides, sedativos: depressão SNC

Interações

  • IMAO: aumento FC e PA

  • Quinidina: alteração efetividade tramadol

Cuidados

  • Analgésico mais efetivo – antes da dor

  • Dependência

  • Evitar uso de álcool

  • Constipação

  • Depressão respiratória

Diclofenaco

  • Cataflan, cataflex, clofenak, Diclo p, diclonil, flanakin, flogan, lisopanreumadil, voltrix

  • Uso: dor e inflamação

  • Mecanismo de ação

Interações

  • Anti-hipertensivos ou diuréticos: diminuição do efeito

  • Quinolonas: convulsões

  • Anticoagulantes: maior risco de hemorragias

  • Antidiabéticos: hipo ou hiperglicemia

  • Ciclosporina: nefrotoxicidade

Interações

  • Digoxina e lítio: maior risco de intoxicação

  • Diuréticos poupadores K: aumento níveis de K

  • Metotrexate: aumento toxicidade

Cuidados

  • Cuidados pacientes asmáticos – hipersensibilidade

  • Evitar uso de álcool

Paracetamol

  • Anatyl, cyfenol, dórico, fervex, termol, trifen, tylenol, unigrip

  • Uso: Analgésico, antitérmico

  • Mecanismo de Ação

Interações

  • AINH: possível alterações renais

  • Anticolinérgicos: diminui efeito paracetamol

  • Barbitúricos, carbamazepina: hepatotoxicidade aumentada

  • Diflunisal: aumenta níveis paracetamol

  • Hepatotóxicos:( incluindo álcool) hepatotoxicidade aditiva

Interações

  • Varfarina: aumento risco sangramentos

  • Zidovudina: diminui seu efeito

Curiosidades

Erva de São João

  • Uso: tratamento depressão

  • Interações: diminui ação anti-retrovirais, ciclosporina e digoxina

  • Mulheres: sangramentos e falha ACO

  • Diminui níveis: ADT, Anticonvulsivantes, anticoagulantes

Kava-Kava

  • Uso: estresse, ansiedade, insônia,agitação

  • Diminuição tônus uterino

  • Toxicidade hepática: evitar drogas hepatotóxicas(Ácool, paracetamol, AINH, alfa-metildopa, fenitoína)

Estatina X Grape fruit

  • Pomelo ou toranja

  • 200ml

  • Perda tônus muscular

  • PCR

Anticoncepcional

  • ACO + antibióticos

  • maior risco falha ACO

  • ACO + Vitamina C(acima 1g)

  • potencializa efeitos colaterais ACO

Leite X Antibióticos

  • Ciprofloxacina e norfloxacina

  • Ca++,

  • Precipitação e dinimui a ação

Interações

  • AAS X chá camomila: aumento do efeito sobre as plaquetas

  • Sibutramina X Finasterida : surto psicótico

Incompatibilidades Químicas

  • Precipitação ou inativação

  • Geral: medicamentos # emulsões lipídios ou aminoácidos

  • Benzilpenicilina e ampicilina: perda efeito SG

  • Ligam ao recipiente: diazepam, insulina

  • Hidrocortizona:incontatível heparina

  • RL # AINH

Cuidados de enfermagem

  • Nas infusões parenterais

  • evitar colocar nos mesmos horários de

  • administração vários medicamentos intravenosos;

  • evitar misturar medicamentos na mesma solução ou no mesmo recipiente;

  • evitar administrar nos mesmos horários

  • medicamentos que possuem os mesmos efeitos tóxicos

Cuidados de enfermagem

  • usar vias de infusão diferentes na vigência de associação de medicamentos de compatibilidade desconhecida ou duvidosa;

  • usar sempre que possível a administração em "bolus";

  • observar alterações visíveis quando da

  • reconstituição e diluição de medicamentos (turvação,precipitação, mudança de coloração);

Cuidados de enfermagem

  • lavar os dispositivos de infusão com soluções neutras,se houver necessidade de administração de vários medicamentos na mesma via de acesso vascular;

  • elaborar um guia de incompatibilidades medicamentosas com os agentes mais utilizados no serviço e manter em local de fácil acesso;

  • consultar o farmacêutico sempre que houver dúvidas em relação os efeitos indesejados ou compatibilidade dos medicamentos;

Obrigado!!

Comentários